Loading...

COMENTE

Caro Leitor,

Caso queira, na parte final de cada um dos Subsídios, você tem a liberdade de fazer seu comentário. É só clicar na palavra "comentários" e digitar o seu. Não é preciso se identificar. Para isto, após o comentário, click em "anônimo" e pronto. Que Deus continue abençoando sua vida, em nome de Jesus.







27 de nov de 2015

4º TRIMESTRE DE 2015 - LIÇÃO Nº 09 - 29/11/2015 - "BÊNÇÃO E MALDIÇÃO NA FAMÍLIA DE NOÉ"

ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL
IGREJA EVANGÉLICA ASSEMBLEIA DE DEUS EM ENGENHOCA
NITERÓI - RJ
LIÇÃO Nº 09 - DATA 22911/2015
TÍTULO: “BÊNÇÃO E MALDIÇÃO NA FAMÍLIA DE NOÉ"
TEXTO ÁUREO – Gn 9.26-27
LEITURA BÍBLICA EM CLASSE: Gn 9.20-29

PASTOR GERALDO CARNEIRO FILHO







I - INTRODUÇÃO:



É tempo de começar tudo outra vez. Passado o dilúvio, há que reconstruir a vida humana na terra. Esta é a função dos capítulos 09 e 10 de Gênesis. Eles nos mostrarão como a raça humana se constituiu e como a terra foi repovoada. Aprendemos também, à luz daqueles dois capítulos, que todos os povos  descendem do mesmo tronco. Mais um pouco à frente, na sequência da argumentação, no capítulo 11 de Gênesis, se nos mostrará como a humanidade foi dispersa. Assim como a humanidade teve uma origem comum, em Adão, o processo de distribuição dos homens pela terra remota a uma origem comum, a Noé.




II -  UM MOMENTO TRISTE — Gn 9.20-29



À semelhança de Caim, Noé foi um homem da terra. Um agricultor. Planta uma vinha, produz o vinho e se embriaga. Pela primeira vez esta hedionda prática surge na História. É pena que surja esta mancha no caráter de um homem como Noé. Mais uma vez temos a honestidade cristalina da Bíblia, que não oculta as falhas dos grandes vultos da Revelação. Várias referências a Bíblia fará depois sobre o risco de embriaguez. Dentre as muitas, recordemos Pv 20.1. A bebida zomba das pessoas a quem ela faz errar.



Como sucede com os embriagados, Noé perde um pouco de sua compostura e termina nu dentro de sua tenda, sem se cobrir. Cam (mais uma vez se declara que ele é pai de Canaã e isto tem m sentido, pois  a maldição  caiu sobre o filho de Cam) vê a nudez do pai e conta aos irmãos que estão do lado de fora da tenda. Sem e Jafé tomam uma capa e, andando de costas, para não verem a nudez do pai, cobrem-no.



Despertando Noé, vem a saber do ocorrido e amaldiçoa Canaã, filho de Cam,  enquanto abençoa a Sem e a Jafé, mais ao primeiro do que o segundo.



Datller, um estudioso das Escrituras, sugere que a razão da dura maldição sobre Canaã (Gn 9.25 e 27b) se deve à mentalidade dos povos agricultores e criadores de gado que dependiam da fertilidade do campo e dos animais. Cita Dt 28.3-4 em apoio a essa afirmação, até aqui óbvia:



"- Os órgãos de reprodução era uma coisa sagrada, um tabu e um mistério, que não devia ser desvendado e contemplado à toa, e muito menos ainda ser objeto de zombaria gratuita". Para ele, Cam não pecou contra o pudor e sim contra o costume que protegia a fonte a fertilidade e que exigia certo segredo.



Almeida, outro estudioso das Escrituras, associa ao episódio de Cam com as atitudes de alguns crentes, Ele não alegoriza, forçando o texto, e nos deixa uma lição muito valiosa:



"- Um crente vem a saber da queda de outro crente e, em vez de procurar restaurá-lo, sai contando aos outros o que viu, soube, ouviu dizer ou mesmo imaginou. O boato ou a triste notícia se veicula e avoluma-se. O crente que caiu não encontra um braço amigo para o levantar e permanece em queda e o seu exemplo, de boca em boca, adquire o contágio das epidemias. Quantos não estão hoje cometendo o pecado de Cam, a título de zelo espiritual, sem notarem que tal pecado é ainda pior do que o de Noé".



Sem e Jafé procedem respeitosamente e cobrem o pai. São abençoados: A bênção sobre Jafé é de fecundidade ("Alargue Deus a Jafé). Mesmo assim ele moraria nas tendas de Sem. Pode indicar um bom relacionamento entre os dois ou que haveria bênção para Jafé junto de Sem.



As duas interpretações são próximas. Melhor que torná-las excludentes é ajuntá-las.



Enquanto é isso, Canaã, filho de Cam, recebe a maldição (Gn 9.25).



Por que caiu sobre o filho do homem pecador a punição?



Porque Canaã é o antepassado dos cananeus, de quem os israelitas tomaram a terra de Canaã. Os cananeus tornaram-se  ferrenhos adversários dos israelitas, que tinham ordens de não se associar a eles e até mesmo destruí-los (Dt 7.1-2).



Justifica-se desde cedo a perversidade dos cananeus e o porquê do seu desarraigamento da terra em benefício dos hebreus. Que bonito! Nada na Bíblia é sem sentido! Tudo é explicado. Por isso, uma das regras (a primeira) de Hermenêutica (a ciência que estabelece as regras de interpretação da Bíblia) é que a Bíblia explica a própria Bíblia.




III - HOMEM ABENÇOADO — Gn 9.26



A bênção sobre Sem vem nestes termos:



"Bendito seja o Senhor, o Deus de Sem; e seja-lhe Canaã por servo".



A Bíblia Vida Nova, em nota de rodapé, sugere que uma melhor tradução seria:



"Bendito pelo Senhor meu Deus seja Sem".



Estaria colocando uma bênção de domínio sobre Sem, posto que Canaã lhe seria por servo.



Man­tendo, no entanto, a tradução da Versão Revisada, veríamos que "o Senhor" (lahweh) era o Deus de Sem.



Sem já cultuava Iavé, seguindo a linhagem espiritual de Sete (Gn 4.26).



Observe-se que para a bênção sobre Jafé, no versículo 27, aparece o termo "Deus" (Elohim, no hebraico).



Somente para Sem surge o nome sagrado e especial de Deus, lahweh. Há sentido nisso?




Há.



Iavé é o Deus do pacto, o Deus que se relaciona com o povo escolhido.



A partir do capítulo seguinte, o 10, a Bíblia se ocupa com a família de Sem, embora mostrando as outras. No capítulo 12 surge Abrão, descendente de Sem (11.10-26), o homem com quem Iavé entrará em pacto eterno. Esse é o homem que abre a genealogia de Jesus em Mateus 1.2. A família escolhida, que surgira no capítulo 12, é delineada aqui. Aqui se justifica sua piedade. Sem, antepassado de Abraão, tinha a Iavé como Deus.




IV  - CONSIDERAÇÕES FINAIS:



Esta lição nos mostra o quanto devemos ensinar nossos filhos sobre o respeito para conosco, e o preço que se paga por não se ter o devido cuidado no tocante à embriaguez, mesmo para aqueles que já nasceram de novo.



Se por um lado a Bíblia nos adverte sobre o mau uso do vinho, do qual o crente deve se abster, por outro lado nos é dito sobre as consequências da bebida e do deboche no lar de pessoas que conhecem a Deus. Portanto, eduquemos a nós mesmos e aos nossos filhos.


FONTES DE PESQUISA E CONSULTA:

Lições Bíblicas CPAD - 4º Trimestre de 2015 - Comentarista: Claudionor de Andrade

Gênesis I - JUERP - Isaltino Gomes Coelho Filho
 

Nenhum comentário: