Loading...

COMENTE

Caro Leitor,

Caso queira, na parte final de cada um dos Subsídios, você tem a liberdade de fazer seu comentário. É só clicar na palavra "comentários" e digitar o seu. Não é preciso se identificar. Para isto, após o comentário, click em "anônimo" e pronto. Que Deus continue abençoando sua vida, em nome de Jesus.







28 de jan de 2016

1º TRIMESTRE DE 2016 - LIÇÃO Nº 05 - 31.01.2016 - O ARREBAMENTO DA IGREJA

ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL
IGREJA EVANGÉLICA ASSEMBLEIA DE DEUS EM ENGENHOCA
NITERÓI - RJ
LIÇÃO Nº 05 - DATA 31/01/2016
TÍTULO: “O ARREBATAMENTO DA IGREJA"
TEXTO ÁUREO – I Ts 4,17
LEITURA BÍBLICA EM CLASSE: I Ts 4.13-18
PASTOR GERALDO CARNEIRO FILHO






I – INTRODUÇÃO:



A palavra ARREBATAMENTO não se encontra, graficamente falando, nas passagens que descrevem o momento do arrebatamento da Igreja. Mas a ideia do termo está na frase inserida, isto é, no contexto que diz: “... SEREMOS ARREBATADOS” (I Ts 4:17).




II – A PALAVRA ARREBATAMENTO:



ARREBATAMENTO - Tirar por força e com violência; arrancar, levar, afastar.



Do grego HARPAZO e do latim RAPTO = Retirada brusca, sobrenatural e inesperada da Igreja deste mundo, culminando no encontro com Jesus nos ares.




III - A VINDA DE JESUS



Saiba-se, claramente, que a vinda de Jesus abrange um período de certa extensão. É um evento em duas fases bem distintas:



Na primeira fase, Ele virá PARA os seus (Jo 14:3) e, na segunda fase, Ele virá COM os seus (Zc 14:5; I Ts 3:13; Jd 14)



A primeira fase, é o ARREBATAMENTO da Igreja (Jesus vem SECRETAMENTE para a Igreja) e, na segunda fase, é a VOLTA DELE EM GLÓRIA, É SUA REVELAÇÃO PÚBLICA, É SUA MANIFESTAÇÃO ou APARECIMENTO VISÍVEL A ISRAEL E ÀS DEMAIS NAÇÕES.



A vinda de Jesus tem uma tríplice relação: à Igreja (para o arrebatamento); a Israel (para seu preparo em receber o Messias sete anos depois) e às nações (para o Milênio) – I Ts 4:16 (o alarido – à Igreja); (voz de arcanjo – a Israel); e (trombeta de Deus – às nações)




IV - O ENCONTRO: 



I Ts 4:17 cf At 28:15 - A palavra “ARREBATAMENTO” tem o mesmo sentido no grego que “NOSSO ENCONTRO” ;



Portanto, a palavra “ENCONTRO”, neste sentido, significa, literalmente “SAIR A FIM DE VOLTAR COM ALGUÉM”;



Somente duas passagens focalizam essa palavra com tal sentido: Gn 24:63-67 (o encontro de Rebeca com Isaque) e Mt 25:1, 6 (o encontro do Noivo com a Noiva)




V - O ARREBATAMENTO DA IGREJA



Este acontecimento constituir-se-á num dos maiores milagres de todos os tempos: abrangerá, simultaneamente, num abrir e fechar de olhos, diversos fatos espantosos, inexplicáveis e incompreensíveis à lógica meramente humana:




VI - O ARREBATAMENTO DA IGREJA E O QUE OCORRERÁ NA TERRA:



O arrebatamento é um mistério que só será plenamente compreendido quando ocorrer (I Cor 15:51);



Na terra, dar-se-á a ressurreição dos mortos justos, bem como a transformação dos vivos (justos) - I Ts 4:16-17; e



A remoção violenta (este adjetivo revela-nos a verdadeira natureza do arrebatamento) e transformação dos salvos que estiverem vivos (I Cor 15:51-58).




VIII - O ARREBATAMENTO DA IGREJA E O QUE ACONTECERÁ NOS ARES:



Nessa fase da Sua vinda, ou seja, no arrebatamento da Igreja, JESUS NÃO VEM Á TERRA, AO SOLO.



O mundo também não tomará conhecimento do fato; o mundo saberá depois, quando notar a ausência, a falta, o desaparecimento de milhões de cristãos (o rapto da Igreja é um acontecimento secreto, reservado para os que são de Jesus. O mundo não direito de testemunhar tal fato).



Por exemplo, Jesus, após ressuscitar, ministrou aos seus durante 40 dias, SEM O MUNDO TER QUALQUER PARTICIPAÇÃO, NEM INGERÊNCIA (At 1:3). Também, fatos ocorreram da parte de Deus, que o mundo ficou alheio Jo 12:28-29 e At 22:9



Nos ares, ocorrerá o encontro de Jesus com a Sua Igreja ou a união mística e celestial da Igreja com o Cordeiro de Deus (I Ts 4:15-17), para nunca mais haver separação.




IV - A DISTINÇÃO ENTRE O ARREBATAMENTO DA IGREJA E A REVELAÇÃO DE JESUS:



Alguns ensinam que a Igreja do Senhor enfrentará aqui na terra a Grande Tribulação e que, quando Jesus viver, virá num ato único para ela, para Israel e para as nações rebeladas contra Deus.



Tomam por base bíblica as seguintes passagens: I Cor 15:52; I Ts 4:16 e Apc 11:15-19



Através destas passagens bíblicas, ensinam que as trombetas dos livros de Coríntios e Tessalonicenses SÃO EQUIVALENTES ÀS do livro do Apocalipse.



Porém, as diferenças e os contrastes das duas fases da vinda de Jesus são tantos nas Escrituras, que, se houvesse uma só fase, tudo seria uma grande contradição.



Vejamos as evidências de que Jesus arrebatará para Si a Igreja, ANTES DA SUA REVELAÇÃO PÚBLICA PARA AS NAÇÕES:

Jo 14:3 comparar com Cl 3:4; Zc 14:4-5; Jd 14 - No Evangelho de João, Jesus promete vir buscar o Seu povo que está aqui na terra. Logo, Ele VEM PARA OS SEUS;



Em Colossenses a Palavra de Deus afirma que quando Ele viver, NÓS VIREMOS COM ELE. Logo, Ele VEM COM OS SEUS.



I Ts 4:17 comparar com Zc 14:4 - No livro dos Tessalonicenses, Jesus VEM ATÉ ÀS NUVENS PARA LEVAR OS SEUS; DOS ARES ELE OS LEVARÁ;



Em Zacarias, o Senhor vem e PISARÁ A TERRA, a saber, O MONTE DAS OLIVEIRAS. Trata-se, pois, de dois casos diferentes.




I Cor 15:52 comparar com Mt 24:30 - Em Coríntios, Jesus vem NUM MOMENTO, NUM ABRIR E FECHAR DE OLHOS e levará os seus para o céu;



Em Mateus, Jesus, ao voltar, será visto por todos os povos da terra (essa fase da Sua vinda será precedida do “SINAL” do Filho do homem). Será, portanto, algo lento e diferente do primeiro caso.



Hb 9:27 comparar com Mt 25:31-46 - Em Hebreus, lemos que Jesus virá SEM PECADO, isto é, NÃO PARA TRATAR DO PROBLEMA DO PECADO. Ele virá para os que aguardam a salvação.



Em Mateus, vemos Jesus vindo para JULGAR E CASTIGAR OS PECADOS daqueles que tiveram prazer somente em pecar. Logo, estas duas referências tratam de dois casos diferentes.



Apc 19:7-8 comparar com Apc 19:11-14 - Na primeira referência, temos a Igreja reunida a Cristo, nas bodas do Cordeiro, ANTES DA SUA VOLTA PESSOAL PARA JULGAR AS NAÇÕES;



Na segunda referência, vemos a manifestação PÚBLICA DE JESUS, VINDO À TERRA , COMO REI DOS REIS E SENHOR DOS SENHORES, PARA ESTABELECER A VERDADE E JUSTIÇA, JULGAR AS NAÇÕES E ANIQUILAR O MAL.



Os exércitos celestiais, QUE VOLTAM COM JESUS, incluem todos os santos, QUE JÁ ESTARÃO NOS CÉUS. As suas vestes brancas confirmam isso  (Ler Apc 7:14)



I Cor 15:51 - A fase da vinda de Jesus aqui abordada é “UM MISTÉRIO”;



O arrebatamento da Igreja NÃO FOI REVELADO AOS ESCRITORES DO ANTIGO TESTAMENTO. Os escritores do Novo Testamento é quem tiveram a revelação do evento, MAS NÃO DOS SEUS DETALHES;



Já a volta de Cristo à terra, É UM EVENTO DETALHADAMENTE DESCRITO EM GRANDE PARTE NO ANTIGO TESTAMENTO    (Dt 30:3-5; Sl 2:6, 9; Sl 96:13; Is 9:7; Jr 23:5-6; Ez 37:31-22; Dn 7:13-14; Os 3:4-5; Mq 4:7; Zc 2:10-12; 14:1-5; Ml 4:1-2).



Tt 2:13 - Aqui temos, num só versículo, AS DUAS FASES DA SEGUNDA VINDA DE JESUS.



Paulo, primeiramente, fala dos salvos como AGUARDANDO A BENDITA ESPERANÇA;



A seguir, ele também fala da MANIFESTAÇÃO DA GLÓRIA DO NOSSO GRANDE DEUS E SALVADOR, CRISTO JESUS.



A BENDITA ESPERANÇA é uma alusão ao ARREBATAMENTO DA IGREJA e



a MANIFESTAÇÃO DA GLÓRIA é uma alusão à MANIFESTAÇÃO PESSOAL DE CRISTO.



Ef 1:13-14 - O Espírito Santo como SELO é a prova de que Deus nos comprou e que somos Sua possessão.



Ele, habitando em nós, é um investimento divino e também um penhor;



Isso significa que, em breve, JESUS VIRÁ PARA LEVAR TODA A SUA “COMPRA”.



É evidente que, nessa ocasião, JESUS VIRÁ PARA LEVAR SOMENTE O QUE É SEU.




X - ENSINO FIGURADO NA BÍBLIA SOBRE O MESMO ASSUNTO:



(A) - ENOQUE foi trasladado ANTES DO DILÚVIO DESTRUIDOR (Gn 5:24 cf Hb 11:5);



(B) - Somente quando NOÉ E SUA FAMÍLIA entraram na Arca, é que veio o dilúvio.



(C) - Quando ISRAEL passou pelo Mar Vermelho em seco, o julgamento sobre o Egito veio.



(D) - Quando RAABE foi salva de Jericó, a destruição veio.



(E) - ELIAS foi arrebatado antes da conquista de Israel por seus inimigos (II Rs 2:11) - é uma figura dos santos que serão arrebatados sem provar a morte;



(F) - LÓ foi posto a salvo ANTES de Deus subverter Sodoma e Gomorra (cf Lc 17:29-30);

JOSÉ (um tipo de Cristo) teve para si uma ESPOSA GENTÍLICA (tipo de Igreja) DURANTE O TEMPO DE SUA REJEIÇÃO POR PARTE DE SEUS IRMÃOS e ANTES DOS SETE ANOS de fome sobre o Egito e as demais nações (Gn 41);




(G) - JOSÉ revelou-se a seus irmãos QUANDO ESTAVA A SÓS COM ELES (Gn 45:1). Só MAIS TARDE é que OS ESTRANHOS TOMARAM CONHECIMENTO DESSA REVELAÇÃO A SEUS IRMÃOS (Gn 45:16)



(H) - A ESTRELA DA MANHÃ (Apc 22:16) e O SOL DA JUSTIÇA (Ml 4:2)



A estrela da manhã SEMPRE PRECEDE O SOL. Jesus, COMO ESTRELA DA MANHÃ, está vindo PARA SUA IGREJA (Apc 2:28).



Como O SOL DA JUSTIÇA, Ele virá para Israel e as demais nações. Esse NASCER DO SOL ocorrerá justamente APÓS A NOITE MAIS ESCURA EM TODA HISTÓRIA DO POVO DE ISRAEL: A GRANDE TRIBULAÇÃO.




JESUS, na sua primeira vinda, quando nasceu em Belém, REVELOU-SE, PRIMEIRAMENTE, AOS QUE O ESPERAVAM, como Simeão e Ana. Mais tarde, é que ELE SE REVELOU PUBLICAMENTE NA SINAGOGA DE NAZARÉ (Lc 4:10, 21)

XI - CONSIDERAÇÕES FINAIS:



O mundo que rejeita a Cristo e Seu sacrifício, não têm esperança. Porém aqueles que já entregaram suas vidas ao Salvador, têm a certeza de que em breve iremos nos encontrar com Ele.


FONTES DE PESQUISA E CONSULTA

Dicionário de Escatologia Bíblia - CPAD - Autor: Claudionor Corrêa de Andrade
Pequena Enciclopédia Bíblia - CPAD - Autor: Orlando S. Boyer
O Plano Divino Através dos Séculos - CPAD - Autor: Lawrence Olson
Escatologia - Doutrina das Últimas Coisas - CPAD - Autor: Severino Pedro da Silva
O Calendário da Profecia - CPAD - Autor: Antônio Gilberto
Primeiro o Arrebatamento - Publicação Palavras da Vida - Autor: J. F. Strombeck
As Anotações da Bíblia de D. L. Moody - JUERP - Tradução; Pastor David Gomes
A Bíblia de Estudo Pentecostal - CPAD