Loading...

COMENTE

Caro Leitor,

Caso queira, na parte final de cada um dos Subsídios, você tem a liberdade de fazer seu comentário. É só clicar na palavra "comentários" e digitar o seu. Não é preciso se identificar. Para isto, após o comentário, click em "anônimo" e pronto. Que Deus continue abençoando sua vida, em nome de Jesus.







21 de mai de 2016

2º TRIMESTRE DE 2016 - LIÇÃO Nº 08 - 22.05.2016 - "ISRAEL NO PLANO DA REDENÇÃO"

ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL 
IGREJA EVANGÉLICA ASSEMBLEIA DE DEUS EM ENGENHOCA
NITERÓI - RJ 
LIÇÃO Nº 08 - DATA 22/05/2016
TÍTULO: “ISRAEL NO PLANO DA REDENÇÃO”
TEXTO ÁUREO – Rm 11.36
LEITURA BÍBLICA EM CLASSE: Rm 9.1-5; 10.1-8; 11.1-5
PASTOR GERALDO CARNEIRO FILHO









I - INTRODUÇÃO:



Os judeus acreditavam que por serem descentes de Abraão, e ser também o povo escolhido de Deus, não necessitavam de salvação. Ele rejeitaram o Messias, porém Deus não os rejeitou e, por Sua misericórdia fez com que nós, “zambujeiros”, fôssemos enxertados na oliveira – Rm 11.17.




II – AS PALAVRAS: ELEIÇÃO; REDENÇÃO; REDENTOR; OBRA REDENTORA:



ELEIÇÃO - Teologicamente falando, há que se considerar o escolhido de Deus por dois prismas distintos:



(1º) – É aquele que recebe a Jesus como o único e suficiente salvador e que crê na autoridade da morte vicária de Cristo; e



(2º) - Aquele que, tendo em vista a urgência do reino, é separado por Deus para exercer um ministério específico. Neste caso, não podemos deixar de incluir a nação de Israel. Os hebreus, pois, não foram eleitos para serem salvos, mas para administrarem a salvação a todos os povos (Gn 12:3).



REDENÇÃO = Resgate, libertação. Livramento proporcionado por Cristo ao oferecer-se para morrer em nosso lugar. Com a Sua morte vicário, livrou-nos das garras de satanás.



REDENTOR = Libertador, resgatador, salvador. Posição assumida por Cristo que, com a Sua morte vicária, libertou-nos de nossos pecados.



OBRA REDENTORA = Execução do Plano de Salvação que, começando na mais remota eternidade, culminou com a morte de Cristo. Por este motivo, Jesus é o Autor e Consumador da nossa fé.




III - O QUE É ISRAEL?



(1) - É a primeira escolha e o primogênito de Deus - (Ex 4:22; Os 11:1). O primogênito gozava de três bênçãos especiais:



(1.1) - Era consagrado ao Senhor de maneira especial (Ex 13:2) – no transcurso dos milênios, Israel permaneceu santificado ao Senhor. Este povo foi dissolvido e espalhado entre os outros povos, mas sempre permaneceu como povo do Senhor, Sua propriedade!



(1.2) - Era estimado de um modo todo especial pelo seu pai (Zc 12:10) – a perda de um primogênito era a maior amargura que podia sobrevir a um pai israelita. Por isso, o Senhor tem protegido e guardado Israel, Seu primogênito, e disso também se origina o amor especial do Senhor por Israel (Is 43:4); e




(1.3)- Recebia uma herança dobrada(Dt 21:17) – como Israel é o primogênito do Senhor, essa tríplice promessa ainda permanece sobre ele. Israel é propriedade de Deus, e particularmente estimado e abençoado aos Seus olhos.




IV - OS JUDEUS CONTINUAM SENDO O POVO ESCOLHIDO DE DEUS



O Senhor fez aliança com Abraão por meio de um voto incondicional; este tem um significado tão grandioso que Ele o confirmou por dez vezes: seis a Abraão e então a Isaque e a Jacó (Gn 12:1-2; 13:14-15; 15:1-7; 17:1-8; 26:4; 28:13-14).




Junto com estas promessas feitas a Abraão pessoalmente, foi-lhe também assegurada a bênção sobre seus descendentes:



Gn 15:5 (comparados às estrelas no céu);


Gn 22:17 (comparados com areia do mar);



Gn 13:16 (comparados com o pó da terra).




Essa aliança é incondicional, inclui tudo: os descendentes naturais e os espirituais. Deus nunca revogou essa aliança com Abraão e nunca o fará (Gl 3:17 cf  Rm 11:1-2)




V - TODOS OS JUDEUS VOLTARÃO PARA ISRAEL



Is 43:6-7; Jr 23:7-8; 31:7-1116:15-16 - quando Jesus veio antigamente, Israel não se arrependeu. Mas, por ocasião da Sua vinda como Messias, os judeus se arrependerão de maneira comovente (Zc 12:9-12) – então não haverá mais nenhum judeu em qualquer país do mundo. No momento em que Jesus vier, eles serão levados de todas as nações para a terra de Israel através de um arrebatamento horizontal (Mt 24:31 cf Ez 39:28; Rm 11:26).




VI - O FUTURO DE ISRAEL




Israel tem um futuro glorioso (Is 27:6) - Iniciou-se em 1948.



O Israel convertido, órgão da bênção de Deus sobre a terra, irá encher o mundo com o evangelho do reino de um modo sem precedente (Mt 24:14).



Devemos, pois, observar a sequência do plano de salvação:



(A) - Primeiro Deus disse a Israel (Gn 12:2);



(B) - Depois de pentecoste tirou-se a bênção e Israel passou por um período de juízo, iniciando a era da igreja, que é o órgão de bênção de Deus sobre a terra, o sal da terra e a luz do mundo;



(C) - Após o arrebatamento, a igreja se tornará órgão de juízo de Deus (I Cor 6:2-3).



(D) - Deus ocupar-se-á de novo com o Seu povo Israel.



Assim, no plano de salvação:



(1) - Veio primeiro Israel;



(2) - Depois veio a igreja de Jesus; e



(3) - Virá novamente Israel.