Loading...

COMENTE

Caro Leitor,

Caso queira, na parte final de cada um dos Subsídios, você tem a liberdade de fazer seu comentário. É só clicar na palavra "comentários" e digitar o seu. Não é preciso se identificar. Para isto, após o comentário, click em "anônimo" e pronto. Que Deus continue abençoando sua vida, em nome de Jesus.







18 de fev de 2016

1º TRIMESTRE DE 2016 - LIÇÃO Nº 08 - 21/02/2016 - "A GRANDE TRIBULAÇÃO"

ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL
IGREJA EVANGÉLICA ASSEMBLEIA DE DEUS EM ENGENHOCA
NITERÓI - RJ
LIÇÃO Nº 08 - DATA 21/02/2016
TÍTULO: “A GRANDE TRIBULAÇÃO”
TEXTO ÁUREO – Apc 3.10
LEITURA BÍBLICA EM CLASSE: Mt 24.21-22; Apc 7.13-14

PASTOR GERALDO CARNEIRO FILHO






I – INTRODUÇÃO:




GERALMENTE FALANDO, NAS PÁGINAS DA BÍBLIA, TRIBULAÇÃO CONSISTE EM AFLIÇÃO CAUSADA POR ALGUÉM QUE PRESSIONA OUTREM.



A PALAVRA TRIBULAÇÃO SIGNIFICA LITERALMENTE “COMPRIMIR COM FORÇA”, COMO SE FAZ COM AS UVAS NO LAGAR OU COM A CANA NO MOINHO.



ESCATOLOGICAMENTE, A GRANDE TRIBULAÇÃO É A SEGUNDA METADE DA 70ª SEMANA QUE FOI MOSTRADA A DANIEL. CONSISTEM EM DOIS PERÍODOS, TENDO CADA UM TRÊS ANOS E MEIO DE DURAÇÃO:



O PRIMEIRO É CHAMADO SIMPLESMENTE DE TRIBULAÇÃO. O SEGUNDO É DENOMINADO GRANDE TRIBULAÇÃO.


 

II – A GRANDE TRIBULAÇÃO:




Há duas palavras hebraicas e duas gregas que devemos considerar:

1) TSAR = AFLIÇÃO; ESTREITEZA (Dt 4:30; II Cr 15:4; Jó 15:24; 38:23; Sl 32:7; 59:16; 60:11; 66:14; 102:2; 107:6, 13, 19, 28; 119:43; Is 26:16



2) TSARAH = AFLIÇÃO; ESTREITEZA (Jz 10:14; I Sm 10:19; 26:24; Dt 31:17, 21; II RS 19:3; Ne 9:27; Jó 5:19; 27:9; Sl 9:9; 10:1; 25:17, 22; 34:6, 17; 37:39; 46:1; 50:15; 77:2; 78:49; 86:7; 138:7; Pv 11:8; 12:13; 21:23; 25:19; Is 8:22; 30:6; 33:2; 37:3; 46:7; 65:15; Jr 14:8; 30:7; Dn 12:1; Na 1:7; Hc 3:16; Sf 1:15



3) THLIBO = PRESSIONAR; OPRIMIR; ATRIBULAR (Mt 7:14; Mc 3:9; II Cor 1:6; 4:8; 7:5; I TS 4:5; II Ts 1:6-7; I Tm 5:10; Hb 11:37)



4) THLIPSIS = PRESSÃO; OPRESSÃO; TRIBULAÇÃO – (Mt 13:21; 24:9, 21, 29; Mc 4:17; 13:19, 24; Jo 16:21, 33; At 6:10-11; 11:19; 14:22; 20:33; Rm 2:9; 5:3; 8:35; 12:12; I Cor 7:28; II Cor 1:4, 8; 2:4; 4:17; 6:4; 7:4; 8:2, 13; Ef 3:13; Fp 1:17; 4:14; Cl 1:24; I Ts 1:6; 3:3, 7; II TS 1:4, 6; Hb 10:33; Tg 1:27; Apc 1:9; 2:9-10, 22; 7:14)


A ESCRITURA, ENTRETANTO, DESCREVE TODA A SETENTA SEMANA COMO GRANDE TRIBULAÇÃO, PORQUE A PRIMEIRA METADE É PREENCHIDA PELA SEDUÇÃO DE ISRAEL POR PARTE DO ANTICRISTO. ELES O ACEITARÃO COMO O MESSIAS.



DESCREVEMOS A SEGUNDA METADE COMO PERÍDO DE PARTICULAR AFLIÇÃO, PORQUE ENTÃO O ANTICRISTO SE VOLTARÁ CONTRA ISRAEL COM IMENSURÁVEL ÓDIO. TAL FATO OCORRERÁ QUANDO ELE EXIGIR ADORAÇÃO DE SI MESMO E OS JUDEUS RECUSAREM.

O anticristo, ao romper sua aliança com os judeus, romperá também com a Igreja apóstata, da qual ele recebeu apoio enquanto necessitou da sua influência para galgar o poder e a destruirá (Apc 17:16). Ele destruirá a igreja falsa para implantar a nova forma de adoração a ele mesmo.



A GRANDE TRIBULAÇÃO visa, em primeiro plano, os judeus, mas o mundo todo sofre também (Jr 25:29-33). Deus entrará em juízo com o seu povo, para expurgá-lo e levá-lo ao arrependimento e conversão (Is 13:9-13; 34:8; Jr 30:4-10; Ez 20:39-44; 22:17-22; Dn 12:1; Jl 1:15; Zc 12:9; 13:7-9; 14:2; Ml 3:1-3; Mt 23:39; e Rm 11:26-27)

III - AS SETENTA SEMANAS DE DANIEL (Dn 9:24-27)


SETENTA É NÚMERO FREQUENTEMENTE ASSOCIADO COM A ADMINISTRAÇÃO DE DEUS SOBRE O MUNDO:



1º) Após o dilúvio, o mundo foi repopulado por meio de 70 descendentes de Noé (Gn 10)



2º) 70 pessoas desceram ao Egito (Gn 46:27)



3º) 70 anciãos foram nomeados para ajudarem Moisés a administrar Israel no deserto (Nm 11:16)



4º) O povo de Judá passou 70 anos exilado em Babilônia (Jr 25:11; 29:10)



5º) 70 semanas foram decretadas por Deus como período em que a redenção messiânica haveria de ser realizada (Dn 9:24)



6º) Jesus enviou 70 discípulos para prepararem seu caminho (Lc 10:1)



7º) Jesus exigiu que os crentes perdoassem seus irmão 70x 7 (Mt 18:22)




ENTRE OS HEBREUS EM LUGAR DA PALAVRA SEMANA USAVA-SE A PALAVRA “SHABUA”.



EM HEBRAICO = “UM SETE”. PODE TER O SENTIDO DE “UM SETE DE DIAS” COMO TAMBÉM “UM SETE DE ANOS”. PRECISAMENTE NESTA PROFECIA TEM O SENTIDO PROFÉTICO DE “ANOS” (Nm 14:34 – UM DIA CORRESPONDE A UM ANO). LOGO, 70 SEMANAS = SETE GRUPOS DE 7 ANOS = 490 ANOS.



COMO A MENSAGEM DE DANIEL ABRANGE UM LONGO ESPAÇO DE TEMPO, ENTENDE-SE QUE CADA UMA DESSAS SEMANAS MENCIONADAS PELO ANJO REPRESENTA 7 ANOS.



A BÍBLIA USA LINGUAGEM SEMELHANTE EM Lv 25:8; Ez 4:5-6.



TEMOS, ASSIM, UM DETERMINADO PERÍODO DE TEMPO, DURANTE O QUAL DEUS TRATA COM ISRAEL.



Dn 9:25 – Aqui está o ponto de partida para a contagem das 70 semanas: A SAÍDA DA ORDEM. São encontradas DUAS ORDENS NESSE TEMPO DO CATIVEIRO:

A PRIMEIRA ORDEM foi promulgada por Ciro, o rei dos persas;

A SEGUNDA ORDEM por Artaxerxes Longímano.

Examinando Ed 1:1-3 fica esclarecido que a PRIMEIRA ORDEM dada por Ciro NÃO FOI PARA RESTAURAR E EDIFICAR JERUSALÉM E, SIM, PARA EDIFICAR O TEMPO (II Cr 36:23; Ed 1:2)



Assim, fica evidente que a ordem referida por Gabriel NÃO É A DO REI CIRO e sim a DE ARTAXERXES, que a promulgou no dia 14 do mês de nisã (abril) do ano de 445 a. C., data da ordem para REEDIFICAÇÃO DA CIDADE SANTA (Ne 2): - DUROU “SETE SEMANAS” (SEGUNDO O CALENDÁRIO PROFÉTICO), CORRESPONDENDO A 49 ANOS PELO CALENDÁRIO HUMANO (Lv 25 “E 62 SEMANAS... TEMPOS ANGUSTIOSOS” – O primeiro período que começou no ano 445 a. C. terminou no ano 396 a.C..



A partir daí se iniciava um novo período que cobriria um lapso de tempo de 434 anos, dando seqüência ao primeiro que foi de 49 anos.



O segundo período, que é o da 62 semanas, está ligado ao primeiro, que, juntos, somam 483 anos, tempo esse que as RUAS E TRANQUEIRAS SERIAM REEDIFICADAS, MAS EM TEMPOS ANGUSTIOSOS.



Esses tempos sombrios marcam as atrocidades sofridas por Israel debaixo do poder dos monarcas selêucidas e do domínio romano.



Dentro desse período de 69 semanas (483 anos) um fato notável deveria acontecer: O NASCIMENTO DO MESSIAS, O PRÍNCIPE, E SÓ DEPOIS DA MORTE DO MESSIAS É QUE VIRIA O TERCEIRO PERÍODO: UMA SEMANA. 



ASSIM, Fazendo-se a soma do PRIMEIRO PERÍODO com o SEGUNDO PERÍODO (7 semanas + 62 semanas = 69 semanas OU 49 anos + 434 anos = 483 anos) – Esses períodos vão desde a EDIFICAÇÃO DE JERUSALÉM ATÉ A CRUCIFICAÇÃO DE CRISTO, OU SEJA, “ATÉ SER TIRADO O MESSIAS ou EXTERMINADO O UNGIDO”


OBS:- Daniel não mencionou um intervalo de muitos anos entre a 69ª e 70ª semanas. AS SETENTA SEMANAS TRATAM SOMENTE DO PLANO DE DEUS COM ISRAEL E, ASSIM, NÃO INCLUIU O INTERVALO DA ÉPOCA DA IGREJA. FOI UM MISTÉRIO NÃO REVELADO NO V.T. QUE DEUS QUIS FORMAR DEPOIS DA PRIMEIRA VINDA DE CRISTO E ANTES DA SEGUNDA,



UM OUTRO POVO ESCOLHIDO E COMPOSTO DE JUDEUS E GENTIOS (Ef 3:4-6; I Pe 1:10-12)



FALTA UMA SEMANA PARA COMPLETAR A 70ª SEMANA. OU, NO CALENDÁRIO HUMANO, RESTAM 7 ANOS PARA COMPLETAR 490 ANOS.



SERIA LÓGICO QUE ESSES 7 ANOS SEGUIRIAM OS 483, MAS NÃO É ASSIM, POIS NOS PROPÓSITOS DE DEUS HOUVE UM PERÍODO INTERINO QUE FOI REVELADO A DANIEL NEM A QUALQUER PROFETA DO V.T.:



A CHAMADA DA IGREJA, CORPO E NOIVA DE CRISTO, ESTAVA NOS PROPÓSITOS DIVINOS. NO DIA DE PENTECOSTES, APÓS A 69ª SEMANA, O ESPÍRITO SANTO FOI DERRAMADO PARA COMEÇAR A OBRA DE TIRAR DO MUNDO A IGREJA, APERFEIÇOÁ-LA E PREPARÁ-LA PARA O SEU DESTINO CELESTIAL. E CONTINUARÁ ATÉ O ARREBATAMENTO.



ANTES DA 69ª SEMANA (Ef 2:12); QUANDO TERMINOU A 69ª SEMANA (Rm 3:9, 22; Ef 2:15-16)

“ELE FIRMARÁ UM CONCERTO COM MUITOS POR UMA SEMANA” – Essa terceira divisão seria divida em duas seções de 3 anos e meio cada uma. ELA SE REFERE AO TEMPO SOMBRIO DA GRANDE TRIBULAÇÃO (Apc 11:1-3; 13:5)



Dn 9:26 – Dois príncipes são citados no v. 25 e v. 26: O PRIMEIRO COM “P” MAIÚSCULO e O SEGUNDO COM “p” MINÚSCULO.



NO VERSO 25 O PRÍNCIPE COM “P” MAIÚSCULO É TAMBÉM CHAMADO “O MESSIAS”. NO VERSO 27 O PRÍNCIPE COM “p” MINÚSCULO É CHAMADO “ele” QUE FARÁ UM CONCERTO COM MUITOS POR UMA SEMANA - 97 ANOS)



O PRIMEIRO PRÍNCIPE APARECE NA 69ª SEMANA; O SEGUNDO NA ÚLTIMA SEMANA;



O SEGUNDO PRÍNCIPE FIRMARÁ UM CONCERTO OU ALIANÇA COM MUITOS POR UMA SEMANA (Is 28:15, 18). O objetivo do anticristo neste concerto é exclusivamente tomar o lugar santo (templo) e profaná-lo (Dn 11:31; II Ts 2:4; Mt 24:15).



Os judeus não aceitarão este tipo de abominação na casa de Deus e reclamarão ao anticristo que, indignado, romperá o concerto com eles deflagrando uma grande perseguição (Mt 24:15-22).



EIS A RAZÃO POR QUE NO RETORNO DE CRISTO À TERRA PARA EXTERMINAR O ANTICRISTO E ESTABELECER O REINO MILENAR: ELE PURIFICARÁ NOVAMENTE O SANTUÁRIO E UNGIRÁ O SANTO DOS SANTOS (Mt 12:6)

IV – CONSIDERAÇÕES FINAIS:



AS SETENTA SEMANAS COMPREENDEM UM FARDO ESPECIAL, AS PROVAÇÕES, AS DIFICULDADES, ATRAVÉS DAS QUAIS ISRAEL DEVERÁ PASSAR, ANTES QUE O GRANDE LIBERTADOR POSSA FAZER O SEU APARECIMENTO.