Loading...

COMENTE

Caro Leitor,

Caso queira, na parte final de cada um dos Subsídios, você tem a liberdade de fazer seu comentário. É só clicar na palavra "comentários" e digitar o seu. Não é preciso se identificar. Para isto, após o comentário, click em "anônimo" e pronto. Que Deus continue abençoando sua vida, em nome de Jesus.







17 de out de 2009

LIÇÃO Nº 04 - 25/10/2009 - "DAVI E O TEMPO DE DEUS EM SUA VIDA"

IGREJA EVANGÉLICA ASSEMBLÉIA DE DEUS EM ENGENHOCA – NITERÓI - RJ
ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL
LIÇÃO 04 - DIA 25/10/2009
TÍTULO: “DAVI E O TEMPO DE DEUS EM SUA VIDA”
TEXTO ÁUREO – I Sm 24:6
LEITURA BÍBLICA EM CLASSE: I Sm 24:4-8
PASTOR GERALDO CARNEIRO FILHO
e.mail: geluew@yahoo.com.br





I - INTRODUÇÃO:

- Em geral...

- Ficamos felizes quando Deus, imediatamente, responde “SIM”;

- Ficamos muito aborrecidos quando Deus responde: “NÃO”; e

- Ficamos precipitados, ansiosos, impacientes e duvidamos da ação de Deus em nossas vidas, quando Ele determina: “ESPERE”!



II - DEVEMOS TER CUIDADO COM A PRECIPITAÇÃO E A IMPACIÊNCIA:

- Davi aguardou pacientemente o tempo de Deus para assumir o trono de Israel: Não houve atraso, nem precipitação.

- Antes de tomar posse como rei de Israel, Davi permaneceu na "escola de Deus";

- O Senhor educa os seus servos no deserto, nos montes, nos vales, nas cavernas...


- A "escola de Deus" é totalmente diferente da "escola secular". Nesta, os professores, de início, ministram as lições e, só depois, as provas.

- Na "escola de Deus", o Mestre dos mestres ministra primeiro AS PROVAS e só depois NOS DÁ A LIÇÃO!

- Só depois das provas foi que Davi aprendeu a lição de que, sem Deus não somos nada, não somos ninguém!

- É como ensina o teólogo Moody:

- "Moisés passou 40 anos no Egito pensando que era alguém; passou mais 40 anos em Midiã aprendendo que não era ninguém; e passou mais 40 anos no deserto aprendendo e descobrindo o que Deus pode fazer por meio de um ninguém" - Hb 11:23-29


ALGUMAS PESSOAS QUE POR CAUSA DA PRECIPITAÇÃO, PREJUDICARAM SUAS VIDAS E AS DE OUTRAS:



- (A) Adão e Eva – Precipitaram-se, ao se deixarem levar pelo desejo descontrolado - Gn 3.6

- (B) Sara – Precipitou-se, porque gerenciou o problema do seu jeito - Gn 16:2

- (C) Moisés – Precipitou-se, resolvendo fazer justiça com as próprias mãos – Ex 2:11-14

- (D) Jonas – Precipitou-se, tomando a decisão da fuga - Jn 1:3

- (E) Pedro – Precipitou-se, deixando-se levar pelo seu ímpeto emocional - Jo 18:10.

- (F) Ananias e Safira – Precipitaram-se, ao se deixarem seduzir pelo amor ao dinheiro - At 5.1-5

- Leiamos Pv 14:29; 19:2; Ec 5.2


ALGUNS QUE FORAM IMPACIENTES:

- (A) Moisés, sob a murmuração de Israel (Nm 20:10)

- (B) Naamã, sob as condições impostas pelo profeta Eliseu (II Rs 5:11-12)

- (C) Jonas, ao morrer a aboboreira (Jn 4:8-9)

- (D) Os discípulos, ao clamor da mulher siro-fenícia (Mt 15:23)

- (E) João e Tiago, em vista da hospitalidade dos samaritanos (Lc 9:54)

- (F) Marta, com sua irmã Maria (Lc 10:40)



III - PACIÊNCIA E CONSTÂNCIA:

- PACIÊNCIA = Virtude que faz suportar os males ou ofensas com resignação. Qualidade daquele que espera com tranqüilidade.

- CONSTÂNCIA = Perseverança; persistência; coragem; firmeza.


CINCO GRANDES PERÍODOS DE ESPERA DISCIPLINADA, EM FÉ PERSEVERANTE:

- (A) O PERÍODO SEM FILHOS DE ABRAÃO (Rm 4:17-21);

- (B) A ESCRAVIDÃO NO EGITO (Ex 2:23-24);

- (C) O EXÍLIO NA BABILÔNIA (Sl 89);

- (D) O PERÍODO INTER-TESTAMENTÁRIO (Lc 2:25; At 26:7); e

- (E) A IGREJA A ESPERAR PELA VOLTA DE CRISTO (Hb 9:28; 6:19-20).


IV - POR QUE CONFIAR E ESPERAR EM DEUS?:

- Só a confiança em Deus é capaz de comunicar paz à alma e transformar as incertezas de hoje em segurança futura - Jr 17:7; Sl 34:6-9; 118:8-9; Pv 16:20.

- (1) DEUS É A VERDADE - (Nm 23:19; Jr 1:12; Tt 1:2) - Deus não volta atrás naquilo que Ele pronuncia. A mentira é incompatível com Sua natureza. Ele tem poder para cumprir totalmente tudo aquilo que na Sua Palavra promete. Devemos, pois, ter em mente que quando tratamos com Deus, estamos tratando com um ser verdadeiro e disposto a cumprir as Suas santas e boas palavras. Por isso, devemos depositar nEle toda a nossa confiança, na certeza de que Ele estabelecerá o nosso direito e nos conduzirá a toda verdade. A verdade é um aspecto inseparável do caráter de Deus.

- (2) DEUS É FIEL - Js 21:43-45 - Se nos faltar alguma coisa no cumprimento das promessas de Deus, a falha é nossa, e não do nosso Senhor. Deus nunca falha; nunca hesita; nunca muda. Por sua própria natureza Ele é fiel e leal às Suas promessas e alianças. Mesmo assim, este atributo de fidelidade de Deus não exclui a possibilidade de Ele alterar Seus planos ou intenções sob determinadas circunstâncias. Por exemplo, Deus muda os Seus planos, às vezes, no tocante a juízo, em resposta às orações intercessórias do Seu povo fiel (Ex 32:11, 14) ou como resultado do arrependimento de um povo iníquo (Jn 3:1-10; 4:2)

- (3) DEUS AGE SEGUNDO O SEU CONSELHO - Pv 19:21; Is 14:24, 27; 46:9-11 - O conselho de Deus é o Seu plano eterno em relação ao mundo material e espiritual, visível e invisível, abrangendo todos os Seus propósitos e decretos. Deus tem absoluto controle sobre tudo e sobre todos e esta certeza deve produzir em nós confiança na inteligência divina em conduzir todas as coisas. É tremendamente confortador que numa época em que a mentira se vangloria de triunfar sobre a verdade e a desonestidade é contada em verso e prosa, podemos confiar no Deus fiel e verdadeiro.


V - CONSIDERAÇÕES FINAIS:

- SE CONFIAMOS EM DEUS...

- (1) DEVEMOS ORAR - A oração nunca deve ser utilizada como um meio de se constranger Deus a fazer o que não é do Seu agrado. Pelo contrário, deve ser uma forma de expressão da nossa comunhão com a Pessoa de Deus, uma expressão da nossa dependência da Sua autoridade. Quando oramos com confiança, podemos estar certos de que as nossas orações moverão o coração do Deus cuja mão move o mundo. Por sua confiança em Deus:

- (A) Moisés orou e o Senhor abriu o mar Vermelho (Ex 14:15-26);

- (B) Josué orou e o sol se deteve até que obteve vitória sobre seus inimigos (Js 10:12-15); e

- (C) Jesus orou e foi ajudado no  momento de tomar a decisão que mudaria o curso de nossas vidas (Lc 22:41-43).

- (2) DEVEMOS DESCANSAR - (Is 50:7-10; 54:10; Sl 37:3-7) - Descansar no Senhor é um privilégio exclusivo daqueles que confiam na veracidade, fidelidade e soberania do conselho de Deus. Não se pode descansar em Deus quando se põe em dúvida as Suas intenções e se questiona o Seu direito divino de fazer o que Lhe agrada

- (3) DEVEMOS ESPERAR - Jr 10:23; Mq 7:7-8; Sl 27:14.



FONTES DE CONSULTA:


1) Comentário Bíblico Broadman - volume 1 - JUERP - Clifton Allen

2) A Bíblia Vida Nova

3) Deixe Deus Guiá-lo Diariamente - Editora e Distribuidora Candeia - Wesley L. Duewel

4) Mil Esboços de Gênesis ao Apocalipse - Editora Evangélica Esperança - Georg Brinke

5) Lições Bíblicas Maturidade Cristã - CPAD - 1º Trimestre de 1992 - Comentarista: Severino Pedro da Silva

6) Chamado a Orar - Obra Missionária Chamada da Meia-Noite - Wim Malgo

7) Dicionário Teológico - CPAD - Claudionor Corrêa de Andrade

8) Estudo bíblico: “Quando Deus Diz: Espere!” - Ely X. de Barros

9) Estudo Bíblico: “Arrumando a bagunça gerada pela precipitação” - Neuber Lourenço