Loading...

COMENTE

Caro Leitor,

Caso queira, na parte final de cada um dos Subsídios, você tem a liberdade de fazer seu comentário. É só clicar na palavra "comentários" e digitar o seu. Não é preciso se identificar. Para isto, após o comentário, click em "anônimo" e pronto. Que Deus continue abençoando sua vida, em nome de Jesus.







29 de jan de 2013

1º TRIMESTRE DE 2013 - LIÇÃO Nº 05 - 03/02/2013 - "UM HOMEM DE DEUS EM DEPRESSÃO"

ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL
IGREJA EVANGÉLICA ASSEMBLEIA DE DEUS EM ENGENHOCA
NITERÓI - RJ
LIÇÃO Nº 05- DATA: 03/02/2013
TÍTULO: “UM HOMEM DE DEUS EM DEPRESSÃO”
TEXTO ÁUREO – II Cor 4.8-9
LEITURA BÍBLICA EM CLASSE: I Rs 19.2-8
PASTOR GERALDO CARNEIRO FILHO
e-mail: geluew@yahoo.com.br
blog: http://pastorgeraldocarneirofilho.blogspot.com



                         I - INTRODUÇÃO:

Todos nós passamos por períodos em que estamos deprimidos. Quando, porém, a alma e o espírito ficam inteiramente sob o domínio das trevas, levando-nos à passividade e à indecisão, então a depressão torna-se uma doença traiçoeira. Isto porque, a depressão não é uma doença moderna, mas um fenômeno frequente desde a queda do homem.



                          II – A DEPRESSÃO:

 
(1) - A PALAVRA DEPRESSÃO: - Significa: Oprimir; abaixar; pressionar para baixo; cavar fundo; levar à profundidade; descer.

 
Devidos aos seus múltiplos matizes, a depressão também é chamada de DOENÇA DE MIL E UMA FACES.

 
Os médicos enquadram a depressão entre as doenças mais atormentadoras que podem afetar crianças e adultos.


(2) - DEPRESSÃO DO PONTO DE VISTA DA MEDICINA: - Em termos clínicos, a depressão é um distúrbio de ânimo caracterizado pela predominância de sentimentos de tristeza e desolação, geralmente acompanhados de sintomas como esgotamento físico, apatia e alterações do sono e do apetite. 


A depressão não deve ser confundida com a tristeza que se sente diante de um fracasso, derrota ou renúncia a algo desejado; tampouco com o sentimento de luto, que surge diante de uma separação ou perda de um ser querido por motivo de morte ou divórcio, ou por motivos diversos, como a perda de ideais e da condição econômica. Reações de abatimento diante de situações desse tipo são normais e esperadas.


A depressão, porém, constitui uma doença e exige, portanto, tratamento. Trata-se de um dos distúrbios psiquiátricos mais freqüentes entre adultos, embora apenas uma pequena parcela procure ajuda profissional.


(3) - CAUSAS DA DEPRESSÃO – As possíveis causas variam bastante. Podem surgir em função de distúrbios neuroquímicos, como o déficit de sorotonina (uma substância do sistema nervoso central) ou como decorrência de alguma doença (infecções neurológicas, endocrinológicas e outras), tratamento medicamentoso ou complicação psicoafetiva.


Existe ainda uma predisposição hereditária para padecer desse mal. Cabe aos especialistas diagnosticar em cada caso a origem da doença e, por conseguinte, estabelecer o tratamento mais indicado.


(4) - SINTOMAS DA DEPRESSÃO – A intensidade e os tipos de sintomas podem variar conforme a origem e a gravidade da depressão. No entanto, o sintoma mais comum e evidente costuma ser um intenso sentimento de tristeza e desânimo. Somado a esse estado, há uma sensação de inutilidade e de baixa auto-estima, sentimentos de culpa e auto-reprovação, pouca confiança em si mesmo e diminuição da capacidade de tomar decisões e de apreciar a vida.


Às vezes, podem surgir distúrbios digestivos, alterações do sono (insônia ou sono excessivo), perda do apetite ou, ao contrário, uma fome descomunal, além da redução ou desaparecimento do desejo sexual.


O cansaço generalizado, a perda da memória, a dificuldade ou incapacidade de concentração e o empobrecimento emocional (sensação de vazio interior, de perda de sentimentos) são outros sinais que, em maior ou menor grau, podem se manifestar.


Outro sintoma também freqüente é a persistência da idéia de morte e, em alguns casos, até de idéias suicidas.


(5) - CONSEQUENCIAS DA DEPRESSÃO: - Geralmente, as consequências fatais se tornam evidentes já na aparência exterior do doente depressivo: Ele se descuida, anda curvado, seus movimentos são arrastados, sua expressão é apática e cansada, sua voz é sem entonação e vigor - (Sl 119.28a; Jó 10.20-22)


(6) - TRATAMENTO DA DEPRESSÃO – O estado de ânimo depressivo normal não requer mais do que apoio, carinho e compreensão dos amigos e familiares. A depressão, por sua vez, exige sempre ajuda especializada. O tratamento irá diferir em função das causas dessa doença, sua gravidade, estágio em que se encontra, assim como das condições particulares da pessoa.



Em geral, recomenda-se algum tipo de psicoterapia, apoiada, se necessário, no uso de ansiolíticos e antidepressivos, sempre com acompanhamento médico.


Dependendo do estado do paciente, o tratamento poderá ser feito em casa ou exigir internação.


A pessoa depressiva procura com ansiedade uma saída para o seu sofrimento. Mas, infelizmente, na maioria das vezes em direção errada. Os caminhos da fuga desses desanimados e atemorizados são conhecidos e funestos: Consumo cada vez mais intenso de estimulantes, álcool, drogas e, finalmente, o número de suicídios ou pensamentos de suicídios que aumenta assustadoramente.


A solução é voltarmos para a Bíblia, pois a cura da depressão começa pela aceitação da Palavra viva de Deus (Sl 41.4; 107.20) - Atualmente, a tragédia é que somente poucos aplicam para si essa fonte de vida da Palavra de Deus que pode curar. Infeliz é o homem que não chega a observar a Palavra de Deus lendo-a no coração (Pv 13:13).


O doente psíquico precisa, antes de mais nada, de um conselheiro com autoridade espiritual (Is 9:6; Ex 19:17)

III - A DEPRESSÃO PODE ABATER O CRISTÃO:


Muitos cristãos negam a possibilidade de um verdadeiro crente ficar deprimido, interpretando que tal estado comum seja consequencia de pecado ou de desobediência a Deus. Porém todos nós já experimentamos algum tipo de depressão em alguma fase da nossa vida. Aliás, temos exemplos bíblicos disto:


(1) - - amaldiçoou o seu dia natalício (Jó 3:3-10); ansiou pela morte (Jó 3:11-19); deplorou a vida (Jó 3:20-23) e terminou o seu discurso com um gemido (Jó 3:24-26); 


(2) - MOISÉS - (Nm 11:11-15) - Vemos o grande líder de Israel demonstrando imensa tristeza diante das murmurações dos israelitas.  


(3) - DAVI - (Sl 31:11-12; 42:3, 5) - Vemos o salmista muito triste ante a incredulidade sempre crescente de seus contemporâneos.  


(4) - ELIAS - (I Rs 19:1-4) - Após ter matado os profetas de Baal e Aserá, Elias, ameaçado por Jezabel, pediu a morte.  Analisemos: Elias...

(A) - Deixou o seu moço e levantou-se para salvar sua vida - I Rs 19.3

(B) - Foi para o deserto e pediu para si a morte - I Rs 19.4.

(C) - Elias entrou numa caverna - A caverna era em Horebe, o monte de Deus: Tem muita gente que vem à Igreja para se esconder do marido, da família, dos problemas, ou de si mesmo.


(5) - JONAS - (Jn 4:3, 8) - Jonas ficou tão frustrado e emocionalmente perturbado que preferia morrer a ter de ajudar os inimigos do seu povo. Queria ver o juízo divino recair sobre os habitantes de Nínive. Porém, de alguma forma, pensava que Deus se voltara contra ele e Israel ao poupar os ninivitas. 


(6) - PAULO - II Cor 6:1-10 – Vemos que Paulo muitas vezes teve que passar por profundas depressões; ele reconhece bem que, por amor à Igreja, teve que passar por muitos vales escuros, mas que isso produziu um maravilhoso efeito recíproco, ou seja, trata-se da chegada de bênçãos em meio à tribulação (II Cor 1:3-10; Ef 3:13; Cl 1:24) – Eis o porquê dos crentes, às vezes, passarem por período de depressão: Somos portadores de luz e, por onde quer que formos, muitas vezes teremos que passar por vales escuros para iluminá-los com a presença gloriosa de Deus em nossas vidas.


(7) - JESUS - (Mt 26:38) - Nesta hora, Jesus passou por sofrimentos, sensações e sentimentos tão fortes, que até desejou morrer. Porém, temos a esperança (Hb 2:18; 4:15).

Nosso Senhor Jesus passou pelas mais profundas depressões por mim e por ti: Naquela noite terrível no Jardim de Getsêmani, prostrado em seu sofrimento, não entendido por mais ninguém, abandonado pelos seus discípulos mais íntimos que dormiram e o deixaram sozinho. QUANDO AS TREVAS SE TORNARAM MAIS DENSAS, ELE CLAMOU A DEUS.

Lc 22:43 - Jesus foi ao Calvário e deixou-se crucificar. Ali, a mais profunda depressão de todos os tempos sobreveio a Um Homem, ao Filho de Deus, de maneira que Ele exclamou...  (Mt 27:46).

Jesus, que tanto nos ama, entrou nas nossas trevas, na nossa terrível escuridão para tirar a causa da nossa depressão: A MISÉRIA DO NOSSO PECADO.


Ao morrer, Jesus exclamou: ESTÁ CONSUMADO (Jo 19:30 cf  Ex 19:26).

IV – COMO VENCER A DEPRESSÃO:


(1) - Retiremos as lições do texto de I Rs 19.9-17:

(A) - Deus não planejou nos para a depressão ou para o desânimo (I Rs 19.9)

(B) - O Senhor nos manda sair (I Rs 19:11)

(C) - Quando estamos deprimidos, o Senhos nos fala em forma de um cicio suave ou murmúrio (I Rs 19.12)

(D) - Nossa vocação é para sermos elementos de unção na vida de outras pessoas (I Rs 19.15-17)

(E) - Deus está sobre os nossos inimigos, pois foi Ele mesmo quem ungiu os reis que destruíram os ameçadores e as ameças feitas a Elias (I Rs 19.15-17)

(F) - Podemos nos consolar quando perseguidos e deprimidos, pois temos ainda irmãos em Cristo que oram por cada um (I Rs 19.18; I Pe 5:9)



(2) - Leiamos também Sl 31:10-13 – O salmista tornou-se o opróbrio e espanto para os seus amigos. Ele é um homem esquecido e jogado fora como um vaso quebrado. Nesta condição de solidão e desespero, seu único amigo é Deus e sua única esperança é entregar-se à misericórdia do Senhor.

 
Observemos como o salmista se sentia:

 
(A) - EM PECADO - Sl 31:10 – O pecado pode gerar depressão. O salmista reclama dos ossos que se consomem. Os ossos são a última coisa do ser humano a se deteriorar. O pecado acelera este processo, trazendo não a desintegração do corpo, mas da alma e, conseqüentemente, atingindo o corpo como um todo (Sl 32:1-4).

 
(B) - COMO UM VASO QUEBRADO (INÚTIL, INDESEJÁVEL, ESQUECIDO) - Sl 31:12 – Uma das grandes motivações da depressão é se sentir inútil. Além disso, quando nos sentimos esquecidos ou preteridos, a depressão chega.

 
(C) - AMEAÇADO - Sl 31:13 - A ameaça, além do medo e da angústia, gera a depressão, que por sua vez também nos faz enxergar tramas contra nós que nada têm a ver com a realidade.



(2.1) - Observemos como o salmista venceu a depressão:

 
(A) - ENTREGOU SUA VIDA E FUTURO NAS MÃOS DE DEUS - Sl 31:14-15 – Devemos tirar o peso de angústia dos ombros e colocá-lo aos pés da cruz, crendo que Deus irá tomar as rédeas de nossa vida.

 
(B) - CREU NO COMPROMISSO DE DEUS E NA SUA MISERICÓRDIA COM AQUELES QUE O INVOCAM - Sl 31:16-17 – Deus nunca deixará de atender àqueles que clamam pelo Seu Santo Nome.

 
(C) - CREU QUE DEUS É CAPAZ DE LIVRAR DAS TRAMAS DOS HOMENS - Sl 31:19-20 – Todos os dias Deus nos livra de ciladas e de coisas que nem sabemos. Coloquemos nossa confiança no Senhor Deus.

 
(D) - ASSIM, DEUS RESTAUROU O SALMISTA - Sl 31:24 – Deus restaurou o salmista, quando ele identificou as causas de sua depressão diante de Deus, o que lhe possibilitou trabalhá-las com oração, arrependimento, consagração e confiança.


Por isso, existe ainda um caminho para os crentes que passam por depressões: (Pv 4.18 cf Fp 3:20; Jo 16.20-22) - Essa luz da aurora é Jesus Cristo e a vereda é também Jesus Cristo, que é o verdadeiro Consolo para os deprimidos: I Cor 6:17; Is 50:10; 61:10; II Cor 4:16-17; SI 84:5-6; SI 23:3-4.


Mas para que isso se torne nossa experiência viva e diária, devemos obedecer o que a Palavra de Deus nos exorta - Ef 5:9 cf Sl 36:9.


V - CONSIDERAÇÕES FINAIS:

 
A causa ainda mais profunda de muitas depressões é a natureza pecaminsa do homem. Se esse ser pecaminoso e cheio de justiça própria não estiver disposto a arrepender-se diante do Deus vivo, então ele se abre para poderes negativos, tais como Ocultismo, espiritismo, superstição, benzeduras, horóscopos, consultas à cartomantes, necromantes ou pessoas com ligações ocultas, o que causa graves danos a sua alma. (Dt 18:10-12)



Quando estivermos em depressão, lembremo-nos de um pensamento anônimo, mas muito incentivador:

 
“CADA DIA É UM NOVO COMEÇO, UMA NOVA ESPERANÇA PARA QUEM CRÊ EM DEUS, AQUELE QUE FAZ TUDO NOVO”.


Assim, para todos os que procuram cura para a depressão: JESUS É O GRANDE MÉDICO (Is 53:4-6).
FONTES DE CONSULTA:

Jó - Introdução e Comentário - Editora Mundo Cristão - Francis J. Andersen

Lições Bíblicas do 3º Trimestre de 1997 - CPAD - Comentarista: Elinaldo Renovato de Lima

Temas Essenciais para a Vida – Saúde – Encyclopaedia Britannica do Brasil Publicações Ltda – 1ª Edição – 1999

Esperança na Depressão – Chamada da Meia-Noite – Wim Malgo

Revista Educação Cristã Volume II - SOCEP

Esboços de A a Z – Vinde Comunicações – Cáio Fábio

7 comentários:

Anônimo disse...

que Deus o abencoe sempre pois essa liçao me ajudou muito espiritualmente

GERALDO CARNEIRO FILHO disse...

Em nome de Jesus, agradeço ao "Anônimo" que postou o seu comentário na data de hoje, às 21.12h.

Que o nosso Deus possa conceder-lhe plena vitória, não somente na vida espiritual, mas também em todos os seguimentos da sua vida.

Permaneça na paz do Senhor.

PASTOR GERALDO CARNEIRO FILHO

Anônimo disse...

Eu tenho certeza de que o único que pode tratar nossas tristezas e depressões é Cristo.
Passei por uma depressão e eu sei o quanto sofri, e se não fosse o que aprendi durante minha infância e adolescência na presença do Senhor, acho que já não estaria aqui.
Foram momentos ruins em que os amigos se afastam, porque se vc não esta na roda social da vida ninguém bate a sua porta para perguntar o que esta havendo. Quantas vezes eu estava em trevas na minha casa e não apareceu nenhum amigo,falando "vamos orar, eu vou orar com vc para sua tristeza passar."
O depressivo nunca vai falar,que está mal e afligido. A vontade de morre e o medo são predominantes, eu mesma tentei suicídio por 2 vezes, cheguei a ficar internada em um hospital com tubos por todo lado, e quando estava a beira da morte percebi que eu tinha que voltar ao primeiro amor, porque Cristo já havia levado minha aflições. Então tenho a certeza que Cristo estava lá e me trouxe das trevas que vivi. Para Honra e Gloria do seu nome.Concluindo: Acho que toda igreja deveria ter um ministério de assistência social, para perceber que as vezes um irmão senta no banco e tem o semblante
de depressão e precisa de uma palavra, uma oração.Isso quando ele simplesmente não some da igreja e do convívio e ninguém percebe.Ai nessa hora só Deus para ajudar.É importante se preocupar com o próximo.

GERALDO CARNEIRO FILHO disse...

Agradeço a postagem do comentário do dia 30?01?13, às 19.18 horas, pois nos traz um testemunho vivo do que acontece com uma pessoa que passa pela depressão.

Devemos observar, refletir e nos esforçar para por em prática o conselho e a indicação da testemunhante quanto à necessidade da Igreja de Cristo constituir um ministério de assistencia social, o que, na realidade, muito ajudará a amenizar referido problemas.

Que o nosso Deus continue abençoando a vida de todos nós, para que possamos estar preparados para enfrentar e ajudar a todos aqueles que venham enfrentar o problema da depressão.

Muito obrigado pelo seu testemunho, em nome de Jesus.

PASTOR GERALDO CARNEIRO FILHO

Anônimo disse...

Não somos inatingíveis a ponto de dizermos que jamais passaremos por tal fase; tão pouco desconsiderar quem enfrenta um período tão difícil e cruciante! Entretanto, faz-se necessário comentar que o cristão deve lutar contra tal prostração emocional. Mesmo fazendo algum tratamento clínico, ele precisa buscar a cura, usando como modelo alguns personagens bíblicos citados no resumo do Digníssimo Pastor. Eles passaram por isso também, mas não se renderam e... venceram!!! Conheço uma irmã que faz tratamento com remédios fortíssimos HÁ + DE 12 ANOS porque não superou a morte de um filho até hoje! Os demais filhos [e marido] que convivem com ela acabaram por nutrir um ressentimento contra o irmão falecido [era cristão] porque a mãe só fala na morte, no filho, no episódio e blá, blá, blá. A veneração é extrema; a pergunta que não que calar: será que ela não se acomodou na situação e prefere se esconder por detrás da doença? será que não superou mesmo? Estou sendo muito insensível? Por favor, elucidem-me este incógnita! Na Doce Paz...

Pb Gerardo Pereira disse...

Excerlentes subsidios!
Tenho certeza que os mesmos tem ajudado a muitos professores a melhorarem as suas aulas.

Que Deus continue lhe abençoando de uma meneira grandiosa.

P.S. Amado, Pastor, gostaria muito de localizar materias atuais do prof. Antonio Sebastião da Silva, mas não tenho conseguido, será que o amado Pastor poderia me ajudar a encontrá-lo?
Fico grato!
gerardo.pereiragap@gmail.com

Pb Gerardo Pereira disse...

Excerlentes subsidios!
Tenho certeza que os mesmos tem ajudado a muitos professores a melhorarem as suas aulas.

Que Deus continue lhe abençoando de uma meneira grandiosa.

P.S. Amado, Pastor, gostaria muito de localizar materias atuais do prof. Antonio Sebastião da Silva, mas não tenho conseguido, será que o amado Pastor poderia me ajudar a encontrá-lo?
Fico grato!
gerardo.pereiragap@gmail.com