Loading...

COMENTE

Caro Leitor,

Caso queira, na parte final de cada um dos Subsídios, você tem a liberdade de fazer seu comentário. É só clicar na palavra "comentários" e digitar o seu. Não é preciso se identificar. Para isto, após o comentário, click em "anônimo" e pronto. Que Deus continue abençoando sua vida, em nome de Jesus.







14 de jan de 2013

1º TRIMESTRE DE 2013 - LIÇÃO Nº 03 - 20/01/2013 - "A LONGA SECA SOBRE ISRAEL"

ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL
IGREJA EVANGÉLICA ASSEMBLEIA DE DEUS EM ENGENHOCA
NITERÓI - RJ
LIÇÃO Nº 03 - DATA: 20/01/2013
TÍTULO: “A LONGA SECA SOBRE ISRAEL”
TEXTO ÁUREO – II Cr 7.14
LEITURA BÍBLICA EM CLASSE: I Rs 18.1-8
PASTOR GERALDO CARNEIRO FILHO

e-mail: geluew@yahoo.com.br
blog: http://pastorgeraldocarneirofilho.blogspot.com/



                        I – INTRODUÇÃO:

- A seca é uma das armas que Jeová se utilizou para punir um povo desviado. A força da natureza voltou-se contra os homens rebeldes. Através do profeta Elias, Deus proclamava que o castigo da seca já estava a caminho, para espalhar fome generalizada, enfermidades e mortes.

- O profeta Elias proclamou: - “... nem orvalho, nem chuva haverá...” – I Rs 17.1

                            II – O ORVALHO:

- É água condensada que se deposita sobre a vegetação nas noites frescas dos meses de verão. Ele é vital no verão, quando não há chuva. Ele cai sobre a terra e logo evapora – II Sm 17.12; Os 6.4; 13.13.

- O orvalho denso pode encharcar uma pessoa e pode ser tão intenso a ponto de encher uma taça de água – Ct 5.2; Dn 4.15; Jz 6.37-38.

- Assim como a chuva, o orvalho é considerado um presente de Deus - Gn 27.28; Os 14.5.

- Produzia boas colheitas e trouxe o maná, quando Israel fugia do Egito – Gn 27.28; Dt 33.13; Ex 16.13-14; Nm 11.9.

- Por isso, o orvalho tornou-se um símbolo de fertilidade e foi associado com:

(A) - A Palavra de Deus – Dt 32.2;

(B) – A ressurreição – Is 26.19; e

(C) – O remanescente do povo de Deus - Mq 6.7; Zc 8.12

                            III – A CHUVA:

- A humanidade jamais deve tomar por certo a chuva. ELA VEM DAS MÃOS DE DEUS (Sl 147:7-8; Jó 5:10;36:26-28) em quantidades proporcionais à situação espiritual dos moradores da terra (Dt 11:11, 15).

- Quando os homens amam ao Senhor seu Deus e servem-no de todo o coração e de toda a alma, Ele envia chuva sobre a terra no seu devido tempo (Dt 11:13-14; 28:1, 24).

- Assim que a própria situação da terra prometida era um testemunho acerca da vida espiritual do povo.

- Os profetas apontavam para a chuva como um sinal para o povo acerca da ira ou do favor de Deus (Is 5:5-6; 30:23; Am 4:7-8; Zc 10:1).

- A chuva que caía durante a colheita de trigo era um sinal do juízo divino, pois ela chegava fora de época e no pior momento possível (II Sm 12:17-18).

- Salomão orou para que Deus abrisse os céus, fechados devido ao pecado do povo, depois de este ter suplicado ao Senhor em oração (I Rs 8:36; II Cr 6:27).

- Elias teve um ministério de oração exatamente assim (I Rs 18:1). Aliás, no exato momento da história quando ISRAEL ESCOLHEU ADORAR BAAL, O DEUS DA TEMPESTADE, Elias apareceu com a advertência (I Rs 16:31-32, 17:1).

- A CHUVA também é empregada em símiles (comparações de coisas semelhantes):

(A) - O Messias descerá como chuva sobre a erva ceifada (Sl 72:6).

(B) - Ele alvorecerá sobre eles como a relva depois da chuva (II Sm 23:4).

(C) - Naquele dia um tabernáculo será refúgio contra tempestade e a chuva (Is 4:6)

- Durante as pragas, chuva acompanhada de trovões foi enviada contra os egípcios como sinal de poder sobrenatural - Ex 9:33-34 cf Dt 11:10 comparar com Sl 135:5-7; Jr 10:12-13; 51:15-16.

- A chuva é ocasionada pela condensação das nuvens (Jó 36:27-28; Sl 77:17; Ec 11:3)

- Deus fez um decreto ou lei a respeito da chuva - Jó 28:26

- Deus prepara a chuva - Sl 147:8

- Deus dá chuva aos homens - Jó 5:10

- Deus faz a chuva descer - J 2:23

- Deus exibe Sua bondade ao dar a chuva - At 14:17

- Deus exibe Sua grandeza ao dar a chuva - Jó 36:26-27

- Deus manda a chuva sobre os bons e os maus - Mt 5:45

- Deus deve ser louvado por causa da chuva - Sl 147:7-8

- Deus deve ser temido por causa da chuva - Jr 5:24

- A impotência dos ídolos é exibida por não poderem dar a chuva - Jr 14:22

- Raramente a chuva caía sobre o Egito - Dt 11:10; Zc 14:18

- Canaã tinha chuvas abundantes - Dt 11:11

- A CHUVA FOI DESIGNADA PARA...:

(A) - Refrescar a terra - Sl 68:9; 72:6

(B) - Tornar frutífera a terra - Hb 6:7

(C) - Alimentar as fontes e os poços da terra - Sl 104:8

- A chuva foi prometida no tempo próprio aos obedientes - Lv 26:4; Dt 11:14; Ez 34:26-27

- A chuva frequentemente era sustada por causa do pecado - Dt 11:17; Jr 3:3; 5:25; Am 4:7

- A falta da chuva faz a terra rachar-se - Jó 29:23; Jr 14:4

- A falta da chuva seca as fontes de águas - I Rs 17:7

- A falta da chuva ocasiona a fome - I Rs 18:1-2

- A falta da chuva é removida pela oração - I Rs 8:35-36; Tg 5:18

- A chuva foi sustada por 3 anos e meio, nos dias de Elias - I Rs 17:1; Tg 5:17.


- A CHUVA É DIVIDIDA EM:

(A) - Grande - Ed 10:9

(B) - Abundante - Sl 68:9

(C) - Transbordante - Ez 38:22

(D) - Inundante - Pv 28:3

(E) - Pequena - Jó 37:6

- O aparecimento de uma nuvem do ocidente, indica chuva - I Rs 18:44; Lc 12:54

- O vento norte afasta a chuva - Pv 25:23

- A chuva é incomum ao tempo da colheita - Pv 26:1

- Trovões e relâmpagos, com frequência, acompanham a chuva - Sl 135:7

- Tempestades e tufões acompanhavam a chuva, frequentemente - Mt 7:25-27

- EXEMPLOS DE CHUVAS EXTRAORDINÁRIAS:

(A) – Tempo do dilúvio (Gn 7:4, 12);

(B) - Praga de chuva de pedras sobre o Egito (Ex 9:18, 23);

(C) - Durante a colheita de trigo (I Sm 12:17-18);

(D) - Após longa seca (I Rs 18:45);

(E) - Após o cativeiro (Ed 10:9, 13)

- A chuva frequentemente impedia viagens no oriente - I Rs 18:44 cf Is 4:6

- Com frequência a chuva destruía casas - Ez 13:13-15; Mt 7:27.

- A CHUVA ILUSTRA:

(A) - A palavra de Deus (Is 55:10-11);

(B) - A doutrina dos ministros fiéis (Dt 32:1-2);

(C) - Cristo a comunicar Sua graça (Sl 72:6; Os 6:3);

(D) - Bênçãos espirituais (Sl 68:9; 84:6; Ez 34:26);

(E) - Os justos (Os 10:12);

- AS CHUVAS DESTRUIDORAS SIMBOLIZAM OS JUÍZOS DE DEUS (Jó 20:23; Sl 11:6; Ez 38:22), bem como SIMBOLIZAM O POBRE A OPRIMIR O POBRE (Pv 28:3).


                              IV - A SECA:

- A seca é um dos piores distúrbios ecológicos da natureza.

- A despeito de todo o seu avanço científico, o homem continua muito dependente das condições atmosféricas, porquanto a água é a origem de toda a vida biológica.

- Quando a seca persiste por tempo suficiente, seguem-se a escassez e a fome.

- A Bíblia refere-se à seca como uma das maneiras pelas quais Deus castiga os homens por seus pecados.


(1) - Vejamos alguns usos figurados sobre a seca:

(A) – O homem que está sofrendo de má consciência acerca do pecado, ou que é julgado por causa do pecado, é como um homem cuja força se ressecou por causa da seca, no calor do verão – Sl 32.4.

(B) – Algo similar é implícito no ensino de Cristo como a Água da Vida, pois sem a Sua provisão, a alma resseca-se e definha – Jo 4.14 e ss.

(C) – O Espírito Santo também é a Água da Vida espiritual – Jo 7.37-39.

(2) - O QUE É UM RIBEIRO SECO?:

(A) - É um quadro  desolador;

(B) - Sem vida;

(C) - Infrutífero – Não há nenhuma produção.

(3) – POR QUE O RIBEIRO SECA?:

(A) - Por falta de chuva;

(B) - Pela ação predatória do homem.

(C) - Por juízo de Deus – Sobre os deuses de Acabe e Jezabel (idolatria);

(D) - Para nos indicar nova direção(1Rs 17.8,9)

(4) - QUE FAZER QUANDO O RIBEIRO SECA?:

(A) - Manter a calma e dignidade de filho de Deus:

(A.1) - Diante da aflição ou tribulação - (Jo 16.33);

(A.2) - Diante da zombaria dos céticos - (Sl 42.3, 10);

(A.3) - Diante das ofertas alternativas - (Jr 2.13);

(B) - Manter um profundo e sincero anelo pelas “correntes das águas vivas” - (Sl 42.1,2);

(C) - Ficar sensível à voz de Deus:

(C.1) - Para saber o que fazer;

(C.2) - Para receber direção;

(C.3) - Para estar disposto a mudar de endereço (sair do Ribeiro quando este secar);

(C.4) - Não ficar insistindo em morar na ravina (leito seco);

-  Se a ordem clara de Deus é de mudar não adianta orar para “ressuscitar” o rio, nem ficar ordenando que haja água.

(5) - QUE FAZER PARA A ÁGUA VOLTAR A ENCHER  O RIBEIRO?:

(A) - Ir a Jesus –A fonte da água (Jo 7.37-38);

(B) - Beber da fonte;

(C) - Crer em Jesus;

- O resultado será “Rios de água viva fluirão do seu interior”;

- Nossa confiança fará o vale árido transformar-se em Manancial (Sl 84.6)

- O segredo da vitória é que todas as fontes do crente devem estar no Senhor (Sl 87.7);

             V – CONSIDERAÇÕES FINAIS:

- Leiamos o Sl 126.4 – O povo de Israel está alegre por ter sido liberto do cativeiro, por meio do decreto do rei Ciro. Então, eles se lembraram de Jerusalém: Muros caídos e templo em escombros, por isso clamaram: - “Faze-nos regressar outra vez do cativeiro, Senhor...”.

- A imagem que eles tinham era a da região do Neguebe, que todo ano ficava em sequidão. Mas, pelo menos uma vez por ano, havia chuvas torrenciais e a região enchia-se de águas. Logo após, o rio Neguebe baixavam e flores começavam a brotar. O deserto tornava-se pastos verdejantes...

- Então, o povo pede em canção: - “... Restaura-nos como as correntes do Neguebe...” (ARA).

- Sem água não há vida. Ao contrário dessa afirmativa, sempre há alegria próximo a rio:

(A) - A dos banhistas brincando;

(B) - Dos pescadores tirando o seu sustento;

(C) - Dos habitantes das margens (pela bela paisagem; pela fonte de sustento; pelo meio de transporte proporcionado pelo mesmo; pela produção agrícola, fertilizada por sua influência) - Sl 1.3.
        
- Espiritualmente, um ribeiro proporciona: Alegria, abundância, conforto, vida, paz e o mais glorioso sentido figurado que é – o Espírito Santo!

- Devemos orar a Deus para que tenhamos chuvas espirituais - Dt 32:2; Sl 72:6; Ez 34:26; Os 6:3; 10:12.

- Povo de Deus: JEOVÁ, O SENHOR E NOSSO DEUS, PODE MUDAR A NOSSA SORTE E TRANSFORMAR O NOSSO “DESERTO” EM JARDIM FLORIDO.



                                                             FONTES DE CONSULTA:

1) Dicionário Internacional de Teologia do Antigo Testamento - Edições Vida Nova - R. Laird Harris, Gleason L. Archer e Bruce K. Waltke

2) Bíblia Vida Nova

3) Dicionário Ilustrado da Bíblia – Vida Nova – Ronald F. Youngblood e F. F. Bruce & R. K. Harrison

4) O Antigo Testamento Interpretado Versículo por Versículo – Hagnos – R. N. Champlim

11 comentários:

Anônimo disse...

A paz do Senhor Pastor. sou professora da escola dominical agrdeço a Deus por pessoas como vc q disponibiliza artigos como este para enriquecer meus estudos. Que Deus continue te abençoando.

GERALDO CARNEIRO FILHO disse...

A paz do Senhor, irmã em Cristo.

Sou grato a Deus pela sua vida, acima de tudo por ministrar o ensinamento da Palavra do Senhor na EBD.

Também fico agradecido de coração pelo teor do seu comentário.

Que o nosso Deus continue derramando as mais ricas bênçãos dos altos céus sobre a sua vida, em nome de Jesus.

PASTOR GERALDO CARNEIRO FILHO

Clodoaldo Vasconcelos Morais disse...

obrigado pastor pelo artigo abencoado.

GERALDO CARNEIRO FILHO disse...

Prezado irmão Clodoaldo. A paz do Senhor.

Obrigado pelo comentário e que o nosso Deus também continue abençoando a vida do prezado irmão em Cristo. Amém.

PASTOR GERALDO CARNEIRO FILHO

CLARICE PARENTE disse...

PARABÉNS PASTOR QUE DEUS VENHA DERRAMAR SOBRE SUA VIDA E SEU MINISTÉRIO CHUVAS DE BENÇÃO.UM ABRAÇO DA PRª.CLARICE PARENTE DO MINISTÉRIO EXPLOSÃO DE MILAGRES .ÁGUAS LINDAS DE GOIÁS

GERALDO CARNEIRO FILHO disse...

Pra. Clarice Parente.

A paz do Senhor.

Agradecido pelo seu comentário e lhe desejo em dobro tudo aquilo que a irmã em Cristo deseja para o meu ministério.

Um forte abraço, em Cristo Jesus.

PASTOR GERALDO CARNEIRO FILHO


Anônimo disse...

A Paz do Senhor Pastor Geraldo, meu nome é Otávio França, assim como o Sr. fui chamado para exercer o ministério da pregação da palavra de Deus nestes dias de tenebrosas heresias em que se encontra o planeta. Não tenho condições financeiras no momento de custear um curso de teologia confiável, como por exemplo; o ETAD E CETAD.
Minha alma se regozija de alegria quando encontro artigos e estudos de Homens de Deus como o Sr.
os ensinamentos descem suavemente até o meu entendimento, pois sei que essa dádiva de aprendizagem da palavra de Deus é a maior benção que um ser humano poderia reter para sí.
Desde já lhe agradeço pela iniciativa que tomou, criando este blog.
Gostaria de saber se o Sr. poderia tirar algumas dúvias de alguns assuntos escatológicos, desde já agradeço a ajuda.
Deus continue lhe abençoando com Graça, Paz e saúde para continuar nesta batalha. Um grande abraço,

Otávio França.

GERALDO CARNEIRO FILHO disse...

Prezado irmão Otávio França. A paz do Senhor.

Em nome de Jesus e de coração, agradecemos a postagem de seu comentário e rogamos a Deus que Ele continue abençoando ricamente o seu ministério.

Relativamente à participação nos Cursos Teológicos, também não cursei nenhum; não que seja contra, mas que não tive condições para tal.

Porém, entendo que, apesar da importância dos Cursos Teológicos (quem tem condições de fazê-los, assim deve proceder), tem que haver um esforço contínuo do servo de Deus em manter-se atualizado com as matérias, procedendo as pesquisas, sempre regadas com muita oração.

O Pastor Billy Graham dizia (e isso guardei em meu coração):

"Os livros e sermões escritos são apenas letras. Aquele for utilizá-los é quem deve ter o fogo do altar para transmiti-los com poder dos altos céus".

Quanto às dúvidas sobre Escatologia, mande-as, se possível, para meu e-mail, visto que, dependendo do questionamento, a resposta poderá ser extensa.

O meu e-mail é: geluew@yahoo.com.br

É claro que muitas questões escatológicas são de difícil respostas e, talvez, nem todas sejam possível. Porém, estaremos fazendo o possível para cooperar com o prezado irmão em Cristo.

Um abç e permaneçamos na paz do Senhor.

PASTOR GERALDO CARNEIRO FILHO

Anônimo disse...

A Doce Paz, Pastor!
Mais uma vez estou aqui expressando minha opinião sobre a síntese que o Digníssimo nos presenteia a cada semana: que do trono da Graça continue descendo toda inspiração que lhe sobrevém ao interpretar o texto de cada aula na EBD. Outrossim, ando a procura [ansiosamente] de um exemplar da Bíblia Vida Nova e não consigo; já fiz contato com a SBB e me disseram que ela já esgotou-se. Se o Amado souber de alguém que queira vender, ficarei alegremente agradecida! Sem mais, despeço-me...

Cosme Pantoja de Souza disse...

Prezado Pastor, a Paz do Senhor.
Eu ainda não conhecia esta página,
confesso que fiquei maravilhado com a bela palavra divina que vc proporcionou aos seus leitores.Que o nosso DEus continue honrando-lhe sempre e abençoando este canal de transmissão que chega até nós.
Tenha uma ótima noite em nome de Jesus.
Cosme pantoja de Souza. estado do Pará.

Eliel jacinto de oliveira disse...

Muito bom esta licao eu estou estudando ela pq fui escolhido para dar uma aula na proxima quarta entao estou pesquisando