Loading...

COMENTE

Caro Leitor,

Caso queira, na parte final de cada um dos Subsídios, você tem a liberdade de fazer seu comentário. É só clicar na palavra "comentários" e digitar o seu. Não é preciso se identificar. Para isto, após o comentário, click em "anônimo" e pronto. Que Deus continue abençoando sua vida, em nome de Jesus.







26 de jun de 2012

3º TRIMESTRE DE2012 - LIÇÃO Nº 01 - 01/07/2012 - "NO MUNDO TEREIS AFLIÇÕES"

ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL
IGREJA EVANGÉLICA ASSEMBLEIA DE DEUS EM ENGENHOCA
NITERÓI - RJ
LIÇÃO Nº 01 - DATA: 01/07/2012
TÍTULO: “NO MUNDO TEREIS AFLIÇÕES”
TEXTO ÁUREO – Jo 16.33
LEITURA BÍBLICA EM CLASSE: Jo 16.20-21, 25-33
PASTOR GERALDO CARNEIRO FILHO
e-mail: geluew@yahoo.com.br
blog: http://pastorgeraldocarneirofilho.blogspot.com/




I - INTRODUÇÃO:



Assim como a morte, o sofrimento iguala todos os homens; põe todos no mesmo nível: não poupa o rico, nem protege o pobre; não tem preferência pela cor, nem pergunta pela identidade.




II – ALGUMAS LIÇÕES DO SOFRIMENTO:



O SOFRIMENTO É SENTIR DOR FÍSICA OU MORAL. É como uma situação temporária de desordem, originada pelo pecado.



Leiamos Jó 1:1-3; 13-22 - O livro de Jó trata de um dos assuntos mais difíceis na experiência humana: como entender e lidar com o sofrimento? Fundamentados neste Livro, reflitamos algumas lições do sofrimento:



(1ª) – PESSOAS BOAS SOFREM – Jó 1.1 – Aqui está a definição, do ponto de vista de Deus, do caráter de Jó.



Enquanto entendemos que o sofrimento entrou no mundo por causa do pecado (Gn 3), aprendemos também, em vários trechos bíblicos, que a dor e a tristeza atingem as pessoas boas e dedicadas deste mundo – II Cor 11.23-28; 12.7-9



(2ª) – O DIABO QUER DESTRUIR A NOSSA FÉ POR MEIO DO SOFRIMENTO – Jó 1.6-11 - O propósito de Satanás fica bem claro: Ele vê o sofrimento como uma grande oportunidade para derrubar a fé dos servos de Deus; ele aceitou o desafio de tentar destruir a fé de um dos homens mais idôneos do mundo.



Em sua ousadia, satanás desafiou Jesus, usando todas as tentações imagináveis para vencê-Lo (Mt 4:1-11).



Ou seja, o diabo entende muito sobre a natureza humana. Ele sabe que pessoas que servem a Deus fielmente, quando tudo vai bem na vida, podem ser tentadas por meio de alguma calamidade pessoal: Problemas financeiros, a morte de um ente querido, alguma doença grave, etc. Com muita frequencia, tais sofrimentos na vida motivam o crente a abandonar a fé e a Cristo.



Jó 2.9 - Enquanto a mulher de Jó não prevaleceu na vida do próprio marido, o conselho dela vem derrubando a fé de muitas outras pessoas que enfrentam dificuldades no cotidiano.



Assim como Jó não sabia a fonte de seu sofrimento, muitas vezes também não temos noção da fonte das nossas dificuldades. Mas podemos ter certeza que o diabo está torcendo para que tropecemos e nos afastemos de Deus.



(3ª) – AMIGOS NEM SEMPRE AJUDAM – Jó 2.11 - Três amigos de Jó ficaram sabendo de seu sofrimento. No entanto, as palavras deles não ajudaram. Ofereceram explicações baseadas em suas opiniões e não na verdade que vem de Deus. Onde Deus não tinha falado, eles ousaram falar. O resultado não foi consolo e ajuda, e, sim, perturbação e desânimo. Quando alguém sofrer perdas, provações, etc, procuremos conselhos e orientações na Palavra de Deus e da boca de pessoas que a conhecem e que vivem segundo a vontade do Senhor.



(4ª) – DEUS NÃO EXPLICA TUDO – Jó 3.11-12, 16, 20, 23 cf Hc 1.3 - Quando sofremos, é natural perguntar: "Por quê?". Milhões têm feito a mesma pergunta. Porém, é interessante e importante observar que Deus não responde a todos nossos questionamentos.



Podemos ler o livro de Jó do começo ao fim, e não encontraremos uma resposta completa de Deus à pergunta do sofredor. Durante a boa parte da história, Deus deixou Jó e seus amigos ponderarem o problema. E Quando o Senhor falou no fim do livro, ele não explicou o porquê – Rm 11:33-36 – DEUS NÃO EXPLICA TODAS AS COISAS!



(5ª) – DEPOIS DO SOFRIMENTO VÊM AS BÊNÇÃOS – Jó 42.10-17 – O sofrimento desta vida é temporário! O de Jó foi intenso, mas não durou para sempre. É bem provável que ele lembrou, durante o resto da vida, daquelas experiências doloridas. Mas a crise passou e a vida continuou. Deus restaurou as posses dele em porções dobradas.



A mesma coisa acontece conosco. Enfrentamos alguns dias muito difíceis, mas as tempestades passam e a vida continua. Em Cristo Jesus, nós temos uma grande vantagem, uma esperança bem definida de perseverança e consolação - Hb 12:1-3.



(6ª) – FIÉIS NO SOFRIMENTO - Nós vamos sofrer nesta vida. Pessoas que dizem que os filhos de Deus não sofrem são falsos mestres que não conhecem e não aceitam a Palavra do Senhor: Jó perdeu tudo. Jeremias foi preso. João Batista foi decapitado. Jesus foi crucificado. Estevão foi apedrejado. Paulo sofreu naufrágio e prisões.



Eu e você vamos também sofrer. Os problemas da vida não sugerem falta de fé e não são provas de algum terrível pecado na nossa vida. Jó foi fiel a Deus no período do seu sofrimento e Deus o abençoou sobremaneira. A fidelidade de Jó precisa calar nosso coração - Jó 1:20-22 cf Tg 1:2-4 cf II Cor 1:3-7.



(7ª) – NO SOFRIMENTO DO JUSTO, DEUS TEM A ÚLTIMA PALAVRA - Jó e os seus amigos dialogaram procurando achar explicação para tanta desgraça. Mas no fim, Deus aparece; Ele tem a última palavra: O Senhor não respondeu às perguntas de Jó, mas falou do Seu poder e sabedoria. Vejamos:



(A) – Jó 37.5 cf Is 55.8 - Deus lida com situações elevadas demais para a plena compreensão da mente humana. A nossa limitação não nos permite ver as coisas com a amplitude da visão de Deus; a visão dEle não é como a nossa.



(B) – Dt 29.29 cf Dn 2.28 - A verdadeira base de fé acha-se na revelação do próprio Deus. Quando o rei Nabucodonosor viu que Daniel foi realmente usado pelo Senhor, reconheceu a existência do Deus de Daniel.



(C) – Tg 5.11 - Os métodos de Deus podem parecer duros, mas no final, Ele é plenamente compassivo e misericordioso. O fim das provações que o Senhor enviou a Jó revela que, em todas as suas aflições, Deus cuidava dele e o sustentava na Sua misericórdia. A restauração das riquezas de Jó revela o propósito de Deus para todos os crentes fiéis.




III - AULAS MINISTRADAS PELO SOFRIMENTO:



Leiamos o Salmo 130 e meditemos:



(1) – O SOFRIMENTO NOS ENSINA A ORAR – Sl 130.1-2.



(2) - O SOFRIMENTO ENSINA E REVELA QUEM DEUS É – Sl 130.3-4.



(3) - O SOFRIMENTO NOS ENSINA A ESPERANÇA – Sl 130.5-8.




IV – FORMAS DE SOFRIMENTO DO JUSTO:



(A) - SOFRIMENTO PROBATÓRIO – São provas, tribulações, adversidades, doenças e males outros. São casos em que Deus permite o sofrimento para depurar a nossa fé, ou na Sua soberania cumprir propósitos Seus (At 9:15-16; II Cor 11:23-30; 12:7-10 cf I Pe 1:3-7; 4:14-16; Tg 5:10-11; 1:12; Hb 12:11; Sl 91:15).



(B) - SOFRIMENTO CULPOSO – Isto é, colhe-se o que se semeia. Uma das leis agrárias é que se colhe muito mais do que se planta (Os 8:7; Ec 3:2). Em muitos casos, este sofrimento é corretivo (Sl 119:67, 71); em outros, casos de juízo divino (I Cor 5:1-6 cf Ez 9).



(C) - SOFRIMENTO MALIGNO – À medida que travamos a guerra espiritual, é inevitável a ocorrência de choques, contratempos, dificuldades e outros males (Ef 6:11-16; I Ts 2:18 cf Mt 5:11-12).



V – CONSIDERAÇÕES FINAIS:



Sl 32.10 - Salmista fez uma declaração acerca do sofrimento que põe em inferioridade os ímpios em confronto com os que amam a Deus. Logo, o sofrimento vem para o justo e para o ímpio. Mas aquele que confia no Senhor tem a misericórdia como bálsamo, a fé que alivia a dor, a esperança que abranda a aflição, tem o socorro e a proteção de Deus.



Lembremo-nos: O sofrimento não existia no Paraíso, antes da queda do homem; e não existirá na eternidade, na Nova Jerusalém (Is 65:17-25; Apc 21:4).



FONTES DE CONSULTA

1) Estudo bíblico “Lições do sofrimento” – de Ely X. de Barros

2) Estudo Bíblico “No sofrimento do crente é Deus quem tem altima palavra” – do Rev João Batista Azevedo

3) Estudo Bíblico “Por que Deus permite sofrimentos na vida do cristão” – de Paschoal Piragine Jr.

4) Estudo Bíblico – “Conhecendo Deus através do sofrimento” – de Neuber Lourenço

9 comentários:

Anônimo disse...

otimo

António Jesus Batalha disse...

Olá meus queridos irmãos. Paz e graça de Jesus.
Parabéns pelo blog muito edificante. Eu acredito que; crescemos quando lemos, quando compartilhamos. Aprendendo uns com os outros, crescemos na graça e conhecimento da Palavra.
Aproveito a oportunidade para compartilhar também meu blog. Contém ensinos, de crescimento, edificação e exortação, muitos poemas e algumas músicas tudo dentro do carisma evangélico.
Ficarei feliz por vossa visita e muito mais ainda se nos seguir.
Que Deus continue a abençoar-vos ricamente. Antonio Batalha.

GERALDO CARNEIRO FILHO disse...

Prezados irmãos.

Muito obrigado pelos comentários aqui postados.

Deus permaneça derramando Suas ricas bênçãos sobre os prezados, em nome de Jesus.

Ao prezado irmão Antonio Batalha, já fizemos uma visita aos blogs e tornamo-nos um seguidor. Parabéns pela iniciativa.

Permaneçamos na paz do Senhor.

Anônimo disse...

comentario edificante...Deus continue abencoando...sou de rondonòpolis MT.

GERALDO CARNEIRO FILHO disse...

Prezado irmão (ã) de Rondonópolis.

A Paz do Senhor.

Em nome de Jesus, ficamos muito agradecidos pelo seu comentário aqui postado.

Nosso Deus também continue derramando Suas ricas bênçãos sobre a sua vida e a de todos os seus.

Permaneçamos na Paz do Senhor.

Anônimo disse...

A paz de Cristo.Como professora de escola dominical estou sempre lendo os seus comentários à respeito das lições e gosto muito.Deus continue te abençoando.

Anônimo disse...

A Paz do Senhor irmão, que Deus possa cada vez mais abençoar a vida do pastor, sigo o seu blog e não deixo de ler nenhuma das lições pois leciono na escola dominical da minha igreja e suas colocações são subsidios abençoados, muito obrigado pela dedicação e pelo amor que o Sr tem pelo ensino, Deus possa continuar lhe dando sabedoria. Fique na paz do Senhor Jesus Cristo.

GERALDO CARNEIRO FILHO disse...

Amados irmãos em Cristo.

Mais uma vez, muito obrigado pelos seus comentários aqui postados.

Rogamos a Deus que os abençoe cada dia mais e mais.

Continuem também nos ajudando em oração.

Permaneçamos na paz do Senhor.

angela disse...

Olá pastor, a paz do Senhor!

Sou professora da Escola Dominical , e seus comentários a respeito das lições tem sido excelentes auxílios bibliográficos. Que Deus continue te abençoando e te iluminando cada dia mais.