Loading...

COMENTE

Caro Leitor,

Caso queira, na parte final de cada um dos Subsídios, você tem a liberdade de fazer seu comentário. É só clicar na palavra "comentários" e digitar o seu. Não é preciso se identificar. Para isto, após o comentário, click em "anônimo" e pronto. Que Deus continue abençoando sua vida, em nome de Jesus.







25/10/2011

4º TRIMESTRE DE 2011 - LIÇÃO Nº 05 - 30/10/2011 - "A CONSPIRAÇÃO DO INIMIGO CONTRA NEEMIAS"

ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL
IGREJA EVANGÉLICA ASSEMBLEIA DE DEUS EM ENGENHOCA
NITERÓI - RJ
LIÇÃO Nº 05 - DATA: 30/10/2011
TÍTULO: “A CONSPIRAÇÃO DOS INIMIGOS CONTRA NEEMIAS”
TEXTO ÁUREO – Ne 6:6b
LEITURA BÍBLICA EM CLASSE: Ne 6:1-9
PASTOR GERALDO CARNEIRO FILHO
e-mail: geluew@yahoo.com.br
blog: http://pastorgeraldocarneirofilho.blogspot.com/






I - INTRODUÇÃO:




Quando Sambalate e seus colegas de conspiração perceberam que foram vencidos por Neemias, resolveram atacá-lo pessoalmente. Tinham uma vingança a resolver. Para atingirem o seu fim, primeiro recorreram à INTRIGA (Ne 6:1-4); depois, à INSINUAÇÕES (Ne 6:5-9) e, finalmente, à INTIMIDAÇÃO (Ne 6:10-14). Com o orgulho ferido, os inimigos de Neemias não se acalmaram, enquanto não conseguiam humilhar o servo de Deus.






II – PRIMEIRA TRAMA: INTRIGA:




O ciúme de Sambalate e associados toma primeiro a forma de INTRIGA: - Ne 6:1-4




Tudo isso parece muito magnânimo. Qual o líder, com as pressões sociais e a responsabilidade militar da proteção da cidade sobre seus ombros, não atenderia um convite assim tão aparentemente bondoso?!




Mas, Neemias não deixou de lado um fato importante: - ATÉ QUE PONTO SE CONFIA NO INIMIGO QUANDO ELE APARECE REPENTINAMENTE COM UM “RAMO DE OLIVEIRA” NA MÃO?




Neemias sabia do perigo de aceitar o “convite”. Se ele se permitisse sair de Jerusalém, estar-se-ia expondo à possibilidade de assassínio – Ne 6:2; Gn 50:19-20; I Sm 23:8-14.




O exemplo de Neemias mostra a importância da sabedoria prática. Ele conhecia suas prioridades e não se permitia um desvio de cumpri-las – Tg 1:5-8.




Seu exemplo também mostra a necessidade de discernimento adequado e a importância do tato – Hb 5:14.




Sua capacidade de ver claramente as questões e ficar firme sob pressão, guardaram-no de cair nas artimanhas dos inimigos.





III – SEGUNDA TRAMA: INSINUAÇÕES:




Mais uma vez falhando em alcançar o que queriam, Sambalate e seus colegas tentam nova estratégia: INSINUAÇÕES – Ne 6:5-9.




Esse ataque a Neemias aproveita-se de um princípio importante da psicologia: AS PESSOAS ESTÃO SEMPRE PRONTAS A ACREDITAR NO PIOR COM RESPEITO AOS OUTROS.




Além do mais, A CALÚNIA PODE SER TOTALMENTE FALSA, MAS É IMPOSSÍVEL À VÍTIMA DA CALÚNIA LIMPAR COMPLETAMENTE O NOME AOS OUVIDOS DE TODOS OS QUE OUVIRAM O QUE SE DISSE.




Vejamos algumas citações bíblicas acerca da CALÚNIA:




CALÚNIA = DIFAMAÇÃO (TIRAR A FAMA) POR MEIO DE ACUSAÇÕES CONSCIENTEMENTE FALSAS.




(1) - É uma abominação para Deus - Pv 6:16, 19




(2) - É proibida - Ex 23:1; Ef 4:31; Tg 4:11




A CALÚNIA INCLUI:




(1) - Sussurros e falar mal na ausência - Rm 1:29-30; II Cor 12:20

(2) - Suspeitas malignas - I Tm 6:4

(3) - Mexericos - Lv 19:16

(4) - Difamação - Jr 20:10; I Cor 4:13

(5) - Falso testemunho - Ex 20:16; Dt 5:20; Lc 3:14

(6) - Falsos rumores - Ex 23:1

(7) - Espalhar estórias - Pv 17:9




ALGUMAS CARACTERÍSTICAS DA CALÚNIA:




(1) - É uma obra do engano - Sl 52:2

(2) - Vem do coração mau - Mt 15:19; Lc 6:45

(3) - Freqüentemente provém da ira - Sl 41:7-8; 109:3

(4) - O ócio conduz à calúnia - I Tm 5:13

(5) - Os ímpios são inclinados à calúnia - Sl 50:16, 19-20; 

(6) - Os hipócritas são inclinados à calúnia - Pv 11:9

(7) - A calúnia é uma das características do diabo - Apc 12:10

(8) - Os líderes estão expostos à calúnia - II Pe 2:10; Jd 8

(9) - Os santos estão expostos à calúnia - Sl 38:12; 109:2; I Pe 4:4




Neemias enfrentou as insinuações com coragem invejável: A RESPOSTA FOI DE NEGAÇÃO ABERTA E ORAÇÃO – Ne 6:8-9




Parece que é tendência ainda hoje ser mais fácil induzir alguém ao erro do que levá-lo à verdade.

Pessoas que conhecem o seu líder, sua história, sua origem, sua família, seu trabalho, sua dedicação à Igreja, seu cuidado com o rebanho e a obra do Senhor trocam esse homem de Deus por estranhos que sequer conhecem sua origem!




Num caso assim, a melhor defesa para um homem de Deus contra qualquer tipo de acusação feita ao Seu Ministério está no fato de ter uma consciência tranqüila diante do povo e diante do Supremo Soberano.




PAULO TINHA - I Ts 2:1-8 - Um homem de Deus, que prega e ensina a Palavra do Senhor, não procura induzir o povo ao erro, a fim de tirar proveito pessoal; tem sua consciência tranqüila diante de Deus.


Paulo podia dizer – “...não buscamos glória dos homens, nem de vós, nem de outros, ainda que podíamos, como apóstolos de Cristo, ser-vos pesados”.


Um homem de Deus que não busca sua própria glória, que não faz a Obra do Senhor para ser louvado pelos homens, que abre mão até mesmo de direitos que lhe são conferidos em virtudes do cargo que ocupa, tem sua consciência tranqüila diante de Deus (II Ts 3:6-10; At 20:17-21, 36-38)




MOISÉS TINHA – Nm 16:1-3, 12-13 - Quando seu Ministério foi contestado, ele pode declarar sua integridade moral.


Moisés era um homem que tinha as mãos limpas. Não era uma simples, mas uma rebelião de “peso”.


Os Ministérios de Moisés e de Arão estavam sendo postos em dúvidas! Contudo, não houve troca de acusações, escândalo, brigas!


Moisés tinha sua consciência tranqüila diante de Deus; ele tinha consciência de que não havia dado causa àquela rebelião. Ele era um homem íntegro diante do Senhor (Nm 16:15).


Quando o homem de Deus tem sua consciência tranqüila e a certeza de estar com suas mãos limpas, pode entregar a Defesa de Seu Ministério nas mãos de seu Advogado Fiel! Moisés fez isto e Deus tomou as providências necessárias, sem prejuízo para a integridade do povo, consumindo os rebeldes (Nm 16:32-33) -


A melhor defesa para um homem de Deus contra qualquer tipo de acusação feita ao Seu Ministério está no fato de ter uma consciência tranqüila diante do povo e diante do Juiz de todos.




SAMUEL TINHA – I Sm 12:1-5 - No final de Seu Ministério, ele desafiou a qualquer do povo para que apresentasse uma só mancha em seu Ministério. Não havia nada para reclamarem!




Neemias - Paulo – Moisés – Samuel - Quatro exemplos para todos os Obreiros de hoje! Aconteceu no passado! Acontece hoje!


Qualquer homem de Deus, mesmo sem causa, poderá ter Seu Ministério contestado e até colocado em dúvidas. Mas, nos quatro exemplos citados, aqueles homens não vacilaram em invocar o testemunho de Deus sobre seus Ministérios e não tiveram medo de desafiar o povo a apontar qualquer mancha em suas vidas e desempenho Ministerial.




Daí voltarmos a repetir e afirmar que a melhor defesa para um homem de Deus contra qualquer tipo de acusação feita ao Seu Ministério está no fato de ter uma consciência tranqüila diante do povo e diante do Senhor (I Pe 3:16-17; 4:15-16).





IV – TERCEIRA TRAMA: INTIMIDAÇÃO:




Enquanto todo o projeto de construção chega ao fim, Neemias fica sabendo que um dos sacerdotes, cujo nome era Semaías, está ansioso por vê-lo.




Quando Semaías é visitado por Neemias, este fica sabendo (como se por um espírito de profecia), que seus inimigos intentam matá-lo. – Ne 6:10-14.




É importante notar que, quando Semaías convida Neemias ir à Casa do Senhor, “AO MEIO DO TEMPLO”, usa um termo que se refere ao "LUGAR SANTO" – LUGAR ONDE SOMENTE OS SACERDOTES TEM PERMISSÃO DE ENTRAR.




Os propósitos por detrás desta intimidação estão em conduzir Neemias a duas situações comprometedoras:




(1) – Se Neemias ceder a este gesto aparentemente amigo, seus inimigos mostrarão o medo que ele tem e usarão sua covardia para diminuir sua influência.




(2) – Também darão descrédito às suas crenças religiosas e apontarão seu desrespeito flagrante da Lei. Tal conduta o diminuiria imediatamente aos olhos dos judeus.




No entanto, Neemias não está cego por interesses próprios, nem intimidado por suposta autoridade profética; tem um alvo de temor certo: O SENHOR! Andando em submissão à Sua autoridade, Neemias é guardado dos tropeços.




Por outro lado, se tivesse cedido à sugestão de Semaías, Neemias teria sucumbido a um objeto de temor errado: Tobias e a ameaça de assassínio.




O resultado teria sido fraqueza e timidez.




Neemias deu uma clara resposta – Ne 6:11




Ele demonstrou conhecimento da Palavra de Deus!


Percebendo que a sugestão de Semaías não está de pleno acordo com o ensino claro da Palavra de Deus, então o profeta deve estar errado – Dt 13:1-5; 18:20 - Deus não enviou Semaías, mas ele fez esta suposta profecia porque foi contratado por Tobias.




ALGUMAS CONSIDERAÇÕES ACERCA DOS FALSOS PROFETAS:




(1) - A Bíblia ensina que, embora não capacitados pelo Espírito de Deus, também profetizavam – Jr 23:21.




(2) - Em virtude disto, o falso profeta é condenado pelo Senhor Deus, porque fala uma palavra não autêntica – Ez 13:1-3




(3) - Fingem Ser Enviados Por Deus - Jr 23:17-18; 31




(4) - Não São Enviados Nem Comissionados Por Deus - Jr 14:14; 29:31




(7) - São Levianos E Traiçoeiros (orgulhosos e enganadores) - Sf 3:4




(8) - São Cobiçosos (exigem pagamento) - Mq 3:11




Mais uma vez Tobias e companhia fracassaram! Não contaram com a importância da fé prática e operante de Neemias!




Neemias foi salvo, não por quebrar a Lei de Deus para fugir do assassínio, mas por guardá-la e, por mais uma vez, elevar sua voz em oração a Deus – Ne 6:12-14





V – CONSIDERAÇÕES FINAIS:




Alguns servos de Deus tem a ideia de que, se viverem para o Senhor e fizerem o que é certo, Ele os guardará de toda adversidade. Atribuem as tribulações ou provações a algum pecado que possam ter cometido e, como resultado, gastam a vida trabalhando sob sentimentos de culpa e indignidade.




Se Neemias tivesse tal idéia, talvez fosse tentado a pensar que, após sacrificar todo o conforto e a segurança de sua posição na corte de Artaxerxes, o mínimo que o Senhor poderia fazer seria abençoá-lo com um governo de paz.


Em vez disso, enfrentou oposição de dentro, como também de fora.


Entretanto, a confiança de Neemias em Deus deu-lhe coragem para continuar. Isso ajudou-o a alcançar novas alturas de vitória. Armado dessa força, ele transformou obstáculos em oportunidades, e provações abertas em triunfos pessoais.




Não nos esqueçamos: DEUS NÃO SE APRESSA; ELE AGE NO MOMENTO CERTO:




(1) - Ele só se manifestou a Abraão depois de Isaque estar amarrado, deitado no altar sob a lenha e o cutelo levantado - Gn 22:9-14




(2) - Ele ressuscitou a Lázaro quando este estava há quatro dias morto - Jo 11:17




(3) - Ele esperou a noite em que Pedro ia ser morto para o libertar - At 12:6-10




(4) - Ele deixou que a fornalha fosse aquecida sete vezes mais e os seus servos serem libertos dentro do fogo - Dn 3:19-30




(5) - Ele deixou Daniel ser jogado na cova dos leões famintos, para livrar o seu servo ali - Dn 6:16-28


Neemias só terminou a obra de restauração dos muros após enfrentar e vencer, pelo poder de Deus, a oposição e as tramas contra sua vida e seu ministério.




FONTES DE CONSULTA:




1) Pequena Enciclopédia Bíblica - CPAD - Orlando S. Boyer




2) A Bíblia Vida Nova




3) Neemias e a Dinâmica da Liderança Eficaz – Cyril J. Barber – Editora Vida

Um comentário:

O irmão Félix disse...

Pastor Geraldo, a Paz do Senhor. Acompanho seus comentários pela ebdweb, e agradeço a Deus por mais esses subsídios que só vem somar no que diz respeito a EBD. Parabéns. Caso queira, temos subsídios no nosso blog: irmofelixebdblogspotcom.blogspot.com/ Subsidiando a EBD