Loading...

COMENTE

Caro Leitor,

Caso queira, na parte final de cada um dos Subsídios, você tem a liberdade de fazer seu comentário. É só clicar na palavra "comentários" e digitar o seu. Não é preciso se identificar. Para isto, após o comentário, click em "anônimo" e pronto. Que Deus continue abençoando sua vida, em nome de Jesus.







10 de abr de 2011

2º TRIMESTRE DE 2011 - LIÇÃO Nº 03 - 17/04/2011 - "O QUE É O BATISMO COM O ESPÍRITO SANTO"

ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL DA IGREJA EVANGÉLICA ASSEMBLEIA DE DEUS EM ENGENHOCA
NITERÓI - RJ
LIÇÃO Nº 03 - DATA: 17/04/2011
TÍTULO: “O QUE É O BATISMO COM O ESPÍRITO SANTO”
TEXTO ÁUREO – Mt 3:16
LEITURA BÍBLICA EM CLASSE: At 2:1-4, 7-8
PASTOR GERALDO CARNEIRO FILHO
e-mail: geluew@yahoo.com.br
blog: http://pastorgeraldocarneirofilho.blogspot.com/



I – INTRODUÇÃO:

• A experiência do batismo com o Espírito Santo tem-se constituído numa das pedras basilares da doutrina pentecostal, como uma doutrina tanto bibliocêntrica quanto prática e experimental.


II - AS EXPRESSÕES “NOVO NASCIMENTO” e “BATISMO”:

NOVO NASCIMENTO - É o mesmo que falar: NOVA CRIATURA, ou seja, expressão com que é designado o pecador que aceita a Cristo Jesus como Salvador. Em decorrência da regeneração, ele nasce de cima para baixo (nascimento vindo de Deus - Jo 1:12-13; I Jo 3:9; 4:7; 5:1); de dentro para fora e nasce, ainda, da água e do Espírito (Jo 3:4-5).

BATISMO = Imersão; mergulho; submersão. Logo, é a demonstração pública de ter feito alguma coisa, assumindo situação nova.


III - O QUE NÃO É BATISMO COM O ESPÍRITO SANTO:

• (1) - NÃO É NOVO NASCIMENTO - Ambas as experiências são distintas. Observemos:

• (A) - Jo 15:3 - Só depois eles foram batizados com o Espírito Santo;

• (B) - Lc 4:17-20 - Jesus Cristo, não obstante tenha sido gerado por obra e graça do Espírito Santo, só aos trinta anos de idade foi ungido pelo Espírito Santo e capacitado para a Sua missão.


• (2) - NÃO É BATISMO “DO” ESPÍRITO SANTO - I Cor 12:13 - Refere-se a todos os crentes, os quais têm recebido vida por meio do Espírito Santo e desta maneira, passaram a formar parte do corpo místico de Cristo. Esta é a forma que tem Paulo de explicar o novo nascimento (Jo 3:7).

• No batismo “DO” Espírito Santo, o próprio Espírito é o batizador, imergindo o neoconvertido no corpo místico de Cristo, a Sua Igreja, e fazendo-o membro vivo e ativo desse corpo. ESSE BATISMO TEM LUGAR NO MOMENTO DA CONVERSÃO (Rm 6:3; Gl 3:27).

• Já no batismo “COM” o Espírito Santo, o batizador é Jesus, enquanto que o Espírito Santo é o elemento no qual o crente é imergido ou batizado (Mt 3:11; Jo 1:33; 15:26; At 1:5).


• (3) - NÃO É SANTIDADE - Não é uma apólice de seguro contra naufrágio espiritual, nem um salvo-conduto de posse do qual o crente pode abusar da bondade e misericórdia divinas.

• O crente, uma vez batizado com o Espírito Santo, deve estar atento às seguintes palavras do apóstolo Paulo (Ef 4:30; I Ts 5:19)


IV - O QUE É BATISMO COM O ESPÍRITO SANTO?:

• O batismo com o Espírito Santo é um ato de Deus, através de Cristo, pelo qual a Terceira Pessoa da Santíssima Trindade vem sobre o crente e o enche plenamente. É a presença do Espírito Santo na vida do cristão, sua propriedade exclusiva.

• (1) - É O ÂMAGO DA EXPERIÊNCIA DO PENTECOSTE - Um verdadeiro pentecostal não é quem simplesmente pertence a uma denominação com esse nome, mas alguém que foi batizado com o Espírito Santo e continua a transbordar da Sua virtude.

• (2) - É O CUMPRIMENTO INTEGRAL E TOTAL DA PROMESSA DE DEUS PAI SOBRE A QUAL FALOU DEUS FILHO - Is 44:3; At 1:4 cf Jr 1:12

• (3) - É A UNÇÃO INDISPENSÁVEL A TODO CRENTE QUE, POSSUIDOR DA NATUREZA DIVINA, TEM O DEVER DE SER TESTEMUNHA DE CRISTO E DO SEU EVANGELHO POR TODOS OS LUGARES, ATÉ OS CONFINS DA TERRA - At 1:8.

• (4) - É O FLUIR DAS FONTES CRISTALINAS DA SALVAÇÃO QUE MANAM NA ALMA DO PECADOR PERDOADO PELA BONDADE DO SENHOR - Jo 7:38-39.


V - PROPÓSITOS DO BATISMO COM O ESPÍRITO SANTO:

• O batismo com o Espírito Santo é uma experiência destinada a todos os crentes, independentemente do tempo e da denominação à qual estejam filiados. Mas quais os reais propósitos do batismo com o Espírito Santo? Dentre esses, atentemos para os seguintes:

• (1) – VIVER ABUNDANTEMENTE PARA DEUS - Jo 7.38-39 - Desde o momento do novo nascimento até a morte ou a glorificação, a vida do cristão deverá estar inteiramente identificada com o progresso espiritual, marcado pela submissão e comunhão com Deus. Evidentemente isto só será possível para o que está cheio e a transbordar do Espírito Santo (Ef 5.18).

• (2) – IDENTIFICAR A VIDA DO CRENTE COM CRISTO – Lc 4.18-19 - Disse A. B. Simpson, fundador da Aliança Bíblica Missionária:

• - "Primeiro, o Senhor nasceu pelo Espírito, e posteriormente iniciou Seu ministério no poder do Espírito Santo. Espero que, assim como o que santifica, como os que são santificados, sejam todos um. De igual maneira nós devemos seguir Seus passos e imitar Sua vida. Nascidos no Espírito nós também devemos ser batizados com o Espírito Santo, e logo viver a vida de Cristo e repetir Sua obra".

• (3) – PODER PARA TESTEMUNHAR - At 1.8 - A experiência da salvação do homem começa no Calvário, enquanto que o seu serviço inicia-se no Pentecoste, ou seja, com a experiência do batismo com o Espírito Santo.

• A finalidade deste batismo está prescrita na própria promessa de concessão: capacitar o crente para o trabalho divino. O cristão, pois, corre um sério risco, uma vez batizado com o Espírito Santo, se não assumir uma vida de compromisso com o testemunho cristão.

• Paulo tinha o dever de testemunhar de Jesus em tão elevada conta, que chegou a dizer: "... ai de mim, se não anunciar o evangelho" (1 Co 9.16).


VI – OS NOMES USADOS NA BÍBLIA PARA O BATISMO COM O ESPÍRITO SANTO:

• (1) - BATISMO COM O ESPÍRITO SANTO - (Mt 3:11; At 1:5; 11:6 – A palavra batismo tem o sentido de mergulho, imersão, coisa que realmente condiz com a maravilhosa experiência quando se é imerso na plenitude do Espírito Santo).

• (2) - RECEBER A UNÇÃO – (I Jo 2:20, 27; Lc 4:18; At 10:38) – Esta expressão nos faz lembrar o ato da consagração dos sacerdotes (Ex 40:13-15), dos profetas (I Rs 19:16) e dos reis (I Sm 10:1; 16:13), através da santa unção (Ex 30:23-33). O crente no Novo Testamento é sacerdote e rei (I Pe 2:9; Apc 1:6) e, para ele, Deus tem promessa de uma unção especial: O Batismo com o Espírito Santo (II Cor 1:20-21).

• (3) - REVESTIMENTO DE PODER – (Lc 24:49 cf At 1:8) – Não se trata de poder intelectual ou físico, mas de poder de Deus (II Rs 2:9).

• (4) - SELO DA PROMESSA – (Jo 6:24) – A palavra SELO é aplicada em vários sentido que explicam a bênção do batismo com o Espírito Santo:

• O selo fala de PROPRIEDADE – Jesus sela a propriedade que comprou (I Cor 6:19-20; Ef 1:13);

• Um documento selado tem o seu VALOR AUTENCIADO – O decreto da salvação e o valor das promessas divinas estão selados pelo Espírito Santo (Ef 4:30);

• O selo fala de PROTEÇÃO – Pilatos o usou (Mt 27:66); o rei Dario também (Dn 6:17 cf Apc 7:3; 9:4). O elo do Espírito Santo é um sinal de proteção por parte dAquele que nos selou (II Cor 1:22).

• Um anel com sinete é SINAL DE AUTORIDADE – (Gn 41:42; Et 8:1-2; I Rs 21:8) – Simbolicamente, fala da autoridade celestial que o batismo com o Espírito Santo proporciona (At 1:8; 4:8, 20; 7:51-59).

• Assim, ser batizado com o Espírito Santo é uma necessidade imperiosa na vida de todo o crente que deseja ser usado por Deus no Seu serviço.


VII – CONSIDERAÇÕES FINAIS:

• A experiência do batismo com o Espírito Santo, apesar de ajudar-nos a viver abundantemente para Deus, de identificar-nos com Cristo e de comunicar-nos poder para testemunhar do Evangelho, não se constitui numa espécie de apólice de seguro em caso de naufrágio espiritual. Não!

• Mais que qualquer outro, o crente batizado com o Espírito Santo tem o sagrado dever de permanecer humilde na presença do Senhor, estudando a santa Palavra de Deus, orando e primando por viver uma vida santa diante de Deus e dos homens.

• O batismo com o Espírito Santo não comunica privilégio; transmite, sim e sobretudo, responsabilidade.



FONTES DE CONSULTA:


1. Dicionário Teológico – CPAD – Claudionor Corrêa de Andrade


2. Lições Bíblicas Maturidade Cristã – CPAD – 3º Trimestre de 1988 – Comentarista: Raimundo de Oliveira


3. Lições Bíblicas Maturidade Cristã – CPAD – 4º Trimestre de 1989 – Comentarista: Estêvam Ângelo de Souza


4. Teologia Sistemática Vol 2 – CPAD – Eurico Bergstén


5. A Doutrina Pentecostal Hoje – CPAD – Raimundo f. de Oliveira


6. A Bíblia de Estudo Pentecostal - CPAD

Um comentário:

Humberto Queiroz disse...

Achei interessante a sua abordagem sobre o batismo “DO” Espírito Santo, onde o próprio Espírito é o batizador, imergindo o neoconvertido no corpo místico de Cristo, a Sua Igreja, e fazendo-o membro vivo e ativo desse corpo. ESSE BATISMO TEM LUGAR NO MOMENTO DA CONVERSÃO (Rm 6:3; Gl 3:27).

E o batismo “COM” o Espírito Santo, onde o batizador é Jesus, enquanto que o Espírito Santo é o elemento no qual o crente é imergido ou batizado (Mt 3:11; Jo 1:33; 15:26; At 1:5).

Humildemente: http://conselhosanto.blogspot.com/2011/04/subsidio-para-escola-biblica-dominical_10.html