Loading...

COMENTE

Caro Leitor,

Caso queira, na parte final de cada um dos Subsídios, você tem a liberdade de fazer seu comentário. É só clicar na palavra "comentários" e digitar o seu. Não é preciso se identificar. Para isto, após o comentário, click em "anônimo" e pronto. Que Deus continue abençoando sua vida, em nome de Jesus.







18 de jul de 2009

LIÇÃO Nº 04 - 26/07/2009 - "JESUS, O REDENTOR E PERDOADOR"

IGREJA EVANGÉLICA ASSEMBLÉIA DE DEUS EM ENGENHOCA
ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL LIÇÃO 04 - DIA 26/07/2009 TÍTULO: “JESUS, O REDENTOR E PERDOADOR” TEXTO ÁUREO – I Jo 1:9 LEITURA BÍBLICA EM CLASSE: I Jo 2:1-2; Ef 1:6-7; Apc 5:8-10
PASTOR GERALDO CARNEIRO FILHO
  • I - INTRODUÇÃO:
  • A queda do homem não apanhou Deus de surpresa, uma vez que Ele já havia provido um meio de redenção, através do sangue do Cordeiro morto antes da fundação do mundo.
  • II – A PRIMEIRA PROMESSA DE REDENÇÃO:
  • Gn 3:8-15 – Esta passagem bíblica focaliza, entre outros, os seguintes atributos redentivos de Deus: SANTIDADE e GRAÇA. Desses atributos surgiu a maravilhosa promessa de redenção de Gn 3:15, que tem sido chamado secularmente de o PROTO-EVANGELHO.
  • ANALISANDO A PROMESSA – Existem grandes mistérios a serem desvendados em Gn 3:14-15. Com o auxílio do Espírito Santo, tentemos desvendar alguns deles:
  • (1) O AUTOR DA PROMESSA: O SENHOR DEUS – Ele não foi apanhado de surpresa com o terrível fato da queda. Sabia Deus de antemão que a obra de Suas mãos estava sujeita ao pecado, de sorte que Sua provisão do Cordeiro foi feita antes mesmos da fundação do mundo (I Pe 1:18-19). Paulo menciona que foi Deus quem o propôs para propiciação pela fé no Seu sangue (Rm 3:25).
  • (2) OS DESTINATÁRIOS DA PROMESSA – Embora o texto diga expressamente que as palavras do Senhor foram dirigidas à serpente, é fácil deduzir que a espada de dois gumes alcançou todos os espaços do universo.
  • A) DEUS FALOU À SERPENTE – Já que a serpente teve o seu corpo utilizado como instrumento do mal, pois tornara-se templo de satanás, Deus tornou-a o destinatário ostensivo de Sua mensagem e dirigiu-lhe imediatamente uma mensagem de julgamento que continua de pé (Is 65:25).
  • B) DEUS FALOU A SATANÁS – Em Gn 3:15 há uma mensagem direta para o adversário. Deus se refere ao conflito eterno entre satanás e Jesus, e prediz os acontecimentos futuros vinculados a esse conflito.
  • C) DEUS FALOU À RAÇA HUMANA – As palavras desse PROTO-EVANGELHO são consoladoras e altamente esperançosas. A serpente que enganou nossos primeiros pais não enganará eternamente. Enquanto por um lado a Bíblia revela a onipotência e onisciência de Deus, por outro, ela deixa bem claro quanto às limitações e ao fim da ação de satanás (Lc 4:13; Jo 12:31; II Ts 2:8; I Jo 3:8; Apc 20:10).
  • III – O RETRATO DE DEUS COMO REDENTOR:
  • Is 63:16 – Os escritores do texto sagrado foram amplamente iluminados e inspirados pelo Espírito Santo na apresentação do Senhor nosso Deus na condição de Redentor da humanidade. Podemos dividir em três partes este quadro: O PAI, COMO REDENTOR DE ADÃO E EVA; O PAI, COMO REDENTOR DE ISRAEL; e o FILHO, COMO REDENTOR DA IGREJA. Vejamos, pois:
  • 1) O REDENTOR DE ADÃO E EVA – Não se pode alimentar dúvida quanto ao fato de que Adão e Eva foram salvos. A imensa misericórdia de Deus se manifestou para com eles de tal maneira que foram poupados do juízo eterno. O processo redentivo de Deus para com nossos primeiros pais desenrolou-se em quatro etapas, todas elas ricas de lições espirituais:
  • A) DEUS CHAMOU ADÃO E EVA – Gn 3:9, 13 – Enquanto nas religiões do mundo os homens estão louca e desesperadamente a procura do seu deus, o Deus da Bíblia está cheio de compaixão por Suas criaturas pecadoras e rebeldes, procurando-as a fim de salvá-las (Lc 19:10; Is 1:18; 55:1-3; Jo 7:37-38; Apc 22:17).
  • B) DEUS FEZ PROMESSAS A ADÃO E EVA – Gn 3:15 – Ao invés de se limitar a proferir juízos inclementes e condenar o casal pecador, como bem merecia, Deus decidiu encaminhar-lhes um raio de esperança, prometendo um futuro livramento através da semente da mulher.
  • C) DEUS VESTIU ADÃO E EVA – Gn 3:21 – A túnica de peles com que Deus vestiu a Adão e sua esposa requereu a imolação dum animal. Sem dúvida alguma houve derramamento de sangue e aqui o princípio bíblico da substituição começou a ter lugar proeminente no processo redentivo da humanidade. Um animal inocente foi morto para que Adão e Eva revivessem espiritualmente. Sem dúvida, o sangue daquele animal simboliza o sangue do Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo (Jo 1:29).
  • D) DEUS REMOVEU ADÃO E EVA DO JARDIM DO ÉDEN – Gn 3:23 – Embora o ato de expulsar o casal pecador do Jardim tenha significado um forte e doloroso juízo divino sobre aquele casal, na verdade ele também ressalva um ato de misericórdia e graça do Criador.
  • 2) O REDENTOR DE ISRAEL – Desde o dia em que o Senhor tirou com mão forte a nação israelita da opressão dos egípcios, o povo hebreu aprendeu a honrar a Deus e reverenciá-lo como seu Redentor (Ex 3:7; 12:13).
  • 3) O REDENTOR DA IGREJA – Jesus Cristo veio a este mundo enviado pelo Pai a fim de ser o Redentor. Paulo afirma que o sangue de Jesus é o instrumento hábil de nossa redenção (Ef 1:7; Cl 1:14).
  • IV – ANALISANDO A NOSSA REDENÇÃO:
  • Meditemos, a seguir, nos aspectos gerais da doutrina bíblica da redenção:
  • 1) A NECESSIDADE DA REDENÇÃO – Ao desobedecer a Deus, o homem entrou num processo de flagelação e debilidade. Por sua própria força era impossível erguer a cabeça e recuperar tudo. Humanamente não havia alternativa:
  • A) O homem está debaixo da maldição do pecado – Gl 3:10-13; Rm 7:10;
  • B) O homem escravizou-se ao pecado – Is 52:3; Rm 6:20; 7:14-15;
  • C) O homem é impotente para livrar-se do pecado – Rm 7:19; Sl 49:7
  • 2) ÁREAS DA REDENÇÃO – Nenhuma parte do nosso corpo deve estar imune aos efeitos benéficos da redenção. Todo nosso ser está protegido pelo poder e virtude da salvação:
  • A) A redenção envolve o espírito (Sl 31:5);
  • B) A redenção envolve a alma (Sl 49:8);
  • C) A redenção envolve o corpo (Rm 8:23)
  • 3) ABRANGÊNCIA DA REDENÇÃO – Ao preparar a redenção do homem, Deus não cogitou fazê-la vazia e de pouca expressão, mas, no Seu grande amor, pretendeu consumá-la de forma pujante e plena de bênçãos.
  • A) A redenção envolve a justificação, de sorte que o crente é declarado inocente diante do Senhor (Rm 3:24);
  • B) A redenção envolve a adoção e desta sorte o cristão entra na família de Deus (Gl 4:4-5);
  • C) A redenção envolve a purificação, de modo que os pecados do passado desaparecem e dão lugar a uma vida nova com Deus (Tt 2:14).
  • 4) O PREÇO DA REDENÇÃO – A redenção significa um grande negócio efetuado pelo Filho de Deus. Significa que temos sido transferidos de propriedade. Antes pertencíamos ao pecado e a satanás; agora, pertencemos a Deus. O preço pago foi o sangue precioso do Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo.
  • A) Comprados com seu sangue – At 20:28;
  • B) Redimidos com o sangue – I Pe 1:18-19;
  • C) Eterna redenção pelo sangue – Hb 9:12.
  • V - CONSIDERAÇÕES FINAIS:

  • Nº 1 = ALTAR DE HOLOCAUSTO;
  • Nº 2 = PIA;
  • Nº 3 = A MESA DOS PÃES DA PROPOSIÇÃO;
  • Nº 4 = CASTIÇAL ou CANDELABRO ou CANDEEIRO;
  • Nº 5 = ALTAR DE INCENSO;
  • Nºs 6 e 7 - A ARCA DO SENHOR + O PROPICIATÓRIO
  • "Os quais servem de exemplar e sombra das coisas celestiais, como Moisés divinamente foi avisado, estando já para acabar o tabernáculo; porque foi dito: Olha, faze tudo conforme o modelo que, no monte, se te mostrou" - Hb 8:5
  • Para chegarmos à presença de Deus, temos que passar, obrigatoriamente, pelo caminho da cruz do Calvário, aceitando o sacrifício que Cristo Jesus fez por nós, pagando o preço de sangue, para nos resgatar da escravidão do pecado. O Senhor Jesus é e será para sempre o nosso PERDOADOR e REDENTOR. Amém.

Fontes de consulta:

Revista Maturidade Crista - 3º Trimestre de 1986 - Comentarista: Geziel Gomes

O que aconteceu e acontecerá em breve - Chamada da Meia-Noite - Wim Malgo

Nenhum comentário: