Loading...

COMENTE

Caro Leitor,

Caso queira, na parte final de cada um dos Subsídios, você tem a liberdade de fazer seu comentário. É só clicar na palavra "comentários" e digitar o seu. Não é preciso se identificar. Para isto, após o comentário, click em "anônimo" e pronto. Que Deus continue abençoando sua vida, em nome de Jesus.







2 de jun de 2014

2º TRIMESTRE DE 214 - LIÇÃO Nº 10 - 08.06.2014 - "O MINISTÉRIO DE MESTRE OU DOUTOR"

ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL 
IGREJA EVANGÉLICA ASSEMBLEIA DE DEUS EM ENGENHOCA
NITERÓI - RJ 
LIÇÃO Nº 10- DATA: 08/06/2014 
TÍTULO: “O MINISTÉRIO DE MESTRE OU DOUTOR”
TEXTO ÁUREO – Rm 12.6-7
LEITURA BÍBLICA EM CLASSE: Mt 7.28-29; At 13.1; Rm 12.6-7; Tg 3.1
PASTOR GERALDO CARNEIRO FILHO
e-mail: geluew@yahoo.com.br
blog: http://pastorgeraldocarneirofilho.blogspot.com/










I – INTRODUÇÃO:




I Cor 11:23a - Um mestre realmente dado por Cristo e ungido pelo Espírito Santo pode ser de inestimável bênção para a Igreja, como fator contribuinte para o aperfeiçoamento dos santos para a obra do ministério e a edificação do corpo de Cristo. Portanto, o dom de mestre se revela através da divina capacidade para transmitir conhecimentos espirituais, vindos diretamente do Senhor.





II – JESUS, O MESTRE DOS MESTRES:




Jo 3:2 – Nicodemos chamou Jesus de “RABI”, que significa UM GRANDE HOMEM EM MATÉRIA DE ENSINO. E Jesus de fato o é. Ele é o Mestre Supremo e sem igual. Os conhecimentos que O tornaram verdadeiramente grande e maravilhoso foram recebidos diretamente de Deus (Jo 7:16-17). Vejamos o exemplo de didática deixado pelo Mestre dos mestres, o Senhor Jesus:




(1) - JESUS ERA SIMPLES NO ESTILO E LINGUAGEM - Tendo sido o maior de todos os mestres, os ensinos de Jesus foram os mais simples, ao alcance de todas as classes ouvintes. Em frases curtas, expunha as verdades mais profundas a respeito do futuro, da eternidade, do céu e do inferno. As Suas palavras, em forma de paradoxo, produziam nos ouvintes impacto capaz de despertar as consciências adormecidas, conduzindo-os à realidade dos deveres para com Deus (Jo 7:46).




(2) - JESUS POSSUÍA ENSINOS UNIVERSAIS – Cada País tem a sua própria legislação e costumes. Por isto, há diferentes métodos de ensino, para as diferentes regiões. Os ensinos de Jesus, entretanto, são universais: Servem para todo mundo, para todos os lugares, para todas as épocas. Muito longe de serem filosofias complicadas, os ensinos de Jesus apontavam a solução para o problema de todas as classes: crianças e velhos; pescadores e mestres da lei; no Seu tempo e em nossos dias.




(3) - JESUS ENSINAVA COM AUTORIDADE – Mt 7:28-29 – As palavras dos escribas eram simples produto do que tinham na mente; destituídas de vida e poder. As palavras de Jesus, porém, tinham força de um decreto emanado da autoridade competente. Suas lições eram leis; Suas palavras, mandamentos divinos. A doutrina de Jesus era transmitida no poder do Espírito, ao espírito dos homens, desfazendo-lhes as dúvidas e implantando-lhes profunda convicção da verdade (Jo 6:63).





III – EFEITOS DO ENSINO DO MESTRE DOS MESTRES NO CAMINHO PARA EMAÚS:




Leiamos  Lc 24:17-20, 25-27, 32-35, e vamos meditar:




(1) - OS OLHOS DOS DISCÍPULOS FORAM ABERTOS E RECONHECERAM JESUS– Lc 24:31 - É vazia a mensagem que não traz ao ouvinte o conhecimento de Jesus – Sl 119:130; II Pe 3:18.




(2) - A MENSAGEM DE CRISTO FEZ ARDER O CORAÇÃO DOS ALUNOS – Lc 24:32 – A mensagem do Mestre dos mestres, dada por Ele mesmo, não alcança somente o ouvido, alcança também o coração.






(3) - OS APRENDIZES PASSARAM A TER UMA VISÃO MISSIONÁRIA – Lc 24:33 – A mensagem que ardia no coração libertou os discípulos do medo e do pessimismo, fazendo com que voltassem a Jerusalém com a missão de contar o que lhes acontecera no caminho para Emaús.




(4) - ABRIU-SE O ENTENDIMENTO DOS ALUNOS PARA COMPREENDEREM AS ESCRITURAS – Lc 24:44-45 – Para muitos, a Escritura é um livro misterioso e a exposição dos falsos mestres simplesmente gera confusão e até mesmo conduz a uma maior incredulidade. Se o mestre é de fato portador do dom divino para ensinar, os resultados de sua mensagem são os mesmos da mensagem de Cristo aos discípulos desanimados.




IV – FINALIDADES DO DOM DE MESTRE:




Mestre é o ministro que recebe de Deus o dom de ensinar. Aqueles que possuem este importante dom devem dedicar-se em fazê-lo com diligência, não esquecendo que os dons espirituais, não obstante a sua procedência divina, dependem também do cuidado e do zelo de quem o recebe - Rm 12:6-8; I Cor 12:28; Ef 4:11 cf I Cor 14:12; I Tm 4:14; II Tm 1:6.




(1) - PREVENIR CONTRA A TENTAÇÃO E O PECADO – A sã doutrina não é apenas remédio curativo; é, antes, preventivo. A falta de mestre é a causa da instabilidade das Igrejas. Onde a doutrina é ministrada com segurança, há crentes sempre firmes e fiéis - Sl 119:9, 11 cf Ed 8:1-3, 8-9.




(2) - CORRIGIR ATITUDES E COSTUMES ERRADOS – Tg 1:21; Ef 5:25-26 – A palavra de Deus ensinada com habilidade do Espírito Santo fertiliza e vivifica a vida espiritual do rebanho e cria nos corações ódio ao pecado e desejo de santidade.




(3) - PRODUZIR CONVICÇÕES FORTES – II Tm 4:1-5 - Crentes sem convicção são como árvores sem raízes. Igrejas sem mestres da parte de Deus são edifícios sem alicerces. A falta de convicção gera a incerteza da vida futura e abre caminho para toda sorte de fracassos morais e espirituais (I Rs 18:21).




(4) - PREPARAR PARA O SERVIÇO CRISTÃO – II Tm 3:16-17 – Felizes são os crentes que têm oportunidade de aprender com um mestre da parte de Deus. A resposta a isso pode ser encontrada nos insucessos de muitas Igrejas que desconhecem e desprezam o dom de mestre. Tais Igrejas produzem poucos obreiros e estes com pouco preparo espiritual.





V – CONSIDERAÇÕES FINAIS:




A doutrina cristã uma vez ensinada e vivida na prática, dá origem a santos e bons costumes, que por sua vez confirmam a doutrina bíblica - Tt 2:10 - I Cor 6:20; 10:31-32; Fp 1:27 I Pe 1:15; 3:1-7. Logo, se a Igreja ensinar a doutrina na unção do Espírito Santo, os bons costumes virão sem legalismo, como uma expressão de submissão à referida doutrina (Lc 14:33; Rm 12:2; Ef 2:10; Tg 2:14, 17, 26; I Jo 2:15; I Pe 2:19) cf (Ml 3:16; Is 40:6-8; Mt 5:18; 24:35).






FONTES DE PESQUISA E DE CONSULTA:


·          Títulos e Dons do Ministério Cristão – CPAD – Estêvam Ângelo de Souza
·          Lições Bíblicas – CPAD – 2º trimestre de 1994 – comentarista: Estêvam Ângelo de Souza








5 comentários:

Anônimo disse...

Deus continue abençoando esses homens que ele tem levantado para ensinar as sãs doutrinas através das lições bíblica que já mais venham a se corromper, para que nós que estamos aprendendo, sendo levantados, possamos ensinar aos demais que forem sendo chamados para esse ministério, com esse mesmo compromisso.

Anônimo disse...

Deus continui dando mais conhecimento. para todos os santos.

Anônimo disse...

O texto estava bem focado no tema da EBD, mas no final teve que falar de "bons costumes". Lembrando que está palavra é a camuflagem para impor ao crentes o jugo dos fariseus. Sou bíblicamente contra toda imoralidade, agora estas ignorâncias que são praticadas ainda na AD já passam da hora de ser abolidas. Se não tem coragem de abolir, que só menos explique pro povo que é um julgo de homem. Agora dizer que a pregação jenuína da palavra vai conduzir pessoas ao "jugo dos bons costumes" é brincar de pregador. Tem tudo que se possa imaginar sob a tarja de "bons consutumes" desde a proibição de barba nos homens (bigode é permitido), jóias (broches, relógios, tiaras com brilhantes sã permitidos). Vamos deixar oi fundamentalismo evangélico e ensinar bíblia para as pessoas e não o regimento interno da AD.

GERALDO CARNEIRO FILHO disse...

Prezados irmãos em Cristo, muito agradecido pelos comentários aqui postados, o que nos incentivam a mantermos este humilde trabalho de divulgação da Palavra do Senhor.

Quanto ao terceiro comentário, discordo de forma muito respeitosa.

Visando esclarecer todos aqueles que tiveram acesso ao subsídio, registro abaixo.

Os "bons costumes" NÃO QUER DIZER nada disso que o (a) irmão (a) enfocou: proibição ou não de uso de barba ou bigode, vestes, joias...

Parece que o prezado (a) ateve-se, apenas, na referência de I Pe 3.1-7 e não leu as demais referências citadas, o que aconselho a fazê-lo, porquanto nenhuma delas fala de proibição disso ou daquilo.


De forma bem sucinta, a passagem de I Pe 3.1-7 quer dizer que: Para Deus e Sua Palavra, a verdadeira beleza da mulher é questão PRIMEIRAMENTE de caráter e não de enfeites.

Devemos também ler I Tm 2.9, onde observamos que:


(1) - A PALAVRA PUDOR significa vergonha em exibir o corpo. Envolve recusa de vestir-se de tal maneira que atraia a atenção para o seu corpo e ultrapasse os limites da devida moderação.


(2) - VESTIR-SE DE MODO IMODESTO para despertar desejos impuros nos outros, é tão errado como o desejo imoral que isso provoca. Nenhuma atividade ou condição justifica o uso de roupas imodestas. Leia Gl 5.13; Ef 4.27; Tt 2.11-12 e Mt 5.28.


Então, nada fala de proibir uso ou não de barba, bigode, joias, roupas...


Por fim, também não posso deixar de registrar que é vergonhosa a situação de qualquer Igreja que desconsidere o padrão bíblico para o MODO MODESTO DO VESTIR-SE, e que adota passivamente OS COSTUMES DO MUNDO.

Nestes dias de liberação sexual, a Igreja deve comportar-se e vestir-se DE MODO DIFERENTE da sociedade corrupta que REPUDIA e RIDICULARIZA a vontade do Espírito de Deus na Sua Palavra.

Em resumo: QUE HAJA MODÉSTIA, PUREZA E MODERAÇÃO PIEDOSA EM TUDO QUE FIZERMOS:

"Portanto, quer comais, quer bebais, ou FAÇAIS OUTRA QUALQUER COISA, fazei TUDO para a glória de Deus. PORTAI-VOS de modo que NÃO DEIS ESCÂNDALO nem aos judeus, nem aos gregos, NEM À IGREJA DE DEUS" - I Cor 10.31-32.

REGIMENTO INTERNO DE NENHUMA IGREJA SUBSTITUI OU SUBSTITUIRÁ O QUE ORDENA A SANTA, PODEROSA E INERRANTE PALAVRA DO SENHOR, QUE PERMANECE E PERMANECERÁ PARA SEMPRE. AMÉM.

Permaneçamos todos na paz do Senhor.

PASTOR GERALDO CARNEIRO FILHO

Javã vidal disse...

seus comentários são uma rica fonte de conhecimento que emana diretamente do trono da graça de Deus. por isso eu louvo a Deus pastor pela tua vida...sou leitor acidou do teu blog parabéns pela iniciativa. QUE O DEUS DOS CÉUS E DA TERRA CONTINUE ABENÇOANDO PODEROSAMENTE VOCÊ E SUA FAMÍLIA..fique na santa e gloriosa paz de CRISTO.