Loading...

COMENTE

Caro Leitor,

Caso queira, na parte final de cada um dos Subsídios, você tem a liberdade de fazer seu comentário. É só clicar na palavra "comentários" e digitar o seu. Não é preciso se identificar. Para isto, após o comentário, click em "anônimo" e pronto. Que Deus continue abençoando sua vida, em nome de Jesus.







10 de abr de 2013

2º TRIMESTRE DE 2013 - LIÇÃO Nº 02 - 14/04/2013 - "O CASAMENTO BÍBLICO"

ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL
IGREJA EVANGÉLICA ASSEMBLEIA DE DEUS EM ENGENHOCA
NITERÓI - RJ
LIÇÃO Nº 02 - DATA: 14/04/2013
TÍTULO: “O CASAMENTO BÍBLICO"
TEXTO ÁUREO – Gn 2.24
LEITURA BÍBLICA EM CLASSE - Gn 1.27, 31; 2.18, 20-24
PASTOR GERALDO CARNEIRO FILHO 
e-mail: geluew@yahoo.com.br
blog: http://pastorgeraldocarneirofilho.blogspot.com/






I - INTRODUÇÃO:



A monogamia, a heterossexualidade e a indissolubilidade do casamento estão implícitas na história de Adão e Eva, visto que Deus criou apenas uma esposa para Adão e juntou, para formação de um casal, um macho e uma fêmea, até que a morte os separasse.



II – A POLIGAMIA:



A poligamia nunca foi estabelecida por Deus para nenhum povo, sob circunstância alguma.



De fato, a Bíblia diz que Deus puniu severamente aqueles que a praticaram, como se pode ver pelo seguinte:



(1) – A primeira referência à poligamia ocorreu no contexto de uma sociedade pecadora em rebelião contra Deus, na qual o assassino Lameque “... tomou para si duas esposas” – Gn 4.19, 23.



(2) – Deus, repetidamente, advertiu os polígamos quanto às consequências de seus atos - Dt 17.17; I Rs 11.2.



(3) – Deus nunca ordenou a poligamia; como o divórcio, Ele somente permitiu, por causa da dureza do coração do homem – Dt 24.1; Mt 19.8



(4) – Todo praticante da poligamia na Bíblia pagou um alto preço por seu pecado – I Cr 14.3



Aliás, a Bíblia demonstra que a poligamia trazia tribulação, e frequentemente leva ao pecado, como, por exemplo, nos casos de Abraão (Gn 16.1-9; 21.8-14); Jacó (Gn 30.1-24; 37.1-4, 17-36); Gideão (Jz 8:29-9:57); Davi (2 Sm 11; 13); Salomão (l Rs 11:1-11).



Ciúmes na família se originam daí, como no caso das duas esposas de Elcana, uma das quais se mostrava adversária da outra (l Sm 1:6 cf. Lv 18:18).



(5) – Deus odeia a poligamia, assim como o divórcio, porque destróem o Seu ideal para a família – Ml 2.16.





III – A MONOGAMIA:



A monogamia é o padrão de Deus para os homens. Isto está claro nos seguintes fatos:



(1) – Desde o princípio Deus estabeleceu este padrão ao criar o relacionamento monogâmico de um homem com uma mulher – Gn 1.27; 2.21-25.



(2) – Esta ficou sendo a prática geral da raça humana, seguindo o exemplo estabelecido por Deus, até que o pecado a interrompeu – Gn 4.1, 23.



(3) – A Lei de Moisés claramente ordena a proibição da multiplicação de mulheres – Dt 17.17.



(4) – A advertência contra a poligamia é repetida na própria passagem bíblica que dá o número das muitas mulheres de Salomão – I Rs 11.2 (- “Não caseis com elas, nem casem elas convosco”).



(5) – Jesus reafirmou a intenção original de Deus, e ao observar que Deus “os fez homem e mulher” e os juntou em casamento – Mt 19.4.



(6) – O N.T. enfatiza que “cada um tenha a sua própria esposa (no singular), e cada uma, o seu próprio marido (no singular)” – I Cor 7.2.



(7) – De igual forma, Paulo insistiu que o líder da Igreja deveria ser “esposo de uma só mulher” – I Tm 3.2, 12.



(8) – Na verdade, o casamento monogâmico é uma prefiguração do relacionamento entre Cristo e Sua noiva, a Igreja – Ef 5.31-32.





IV – O PRINCÍPIO DA HETEROSSEXUALIDADE:



Gn 1.26-27; 2.24 – Deus criou um ser masculino e um feminino.



Ele não uniu dois machos ou duas fêmeas; Ele não criou para Adão um outro homem; Ele não trouxe Eva para se unir a outra mulher; Ele uniu um homem e uma mulher, um macho e uma fêmea, Adão e Eva.



Após uni-los, Deus os abençoou e, só então, disse: “Crescei e multiplicai-vos”. Isto é, o Senhor estabeleceu que Adão e Eva teriam atração sexual um pelo outro e que, da relação sexual entre eles, nasceriam filhos – Gn 1.27-28.



Aliás, é por causa desse princípio que a espécie humana tem subsistido. Se não houvesse casamento entre homem e mulher, não seria possível a perpetuação da espécie.



Por isso, devemos seguir os princípios éticos, morais e espirituais baseados no conhecimento que temos da lei e da vontade soberana de Deus para que o ser humano tenha uma vida plena, feliz e eterna em seu matrimônio.





V – O CASAMENTO É INDISSOLÚVEL:



Vejamos duas definições de casamento, que mostram que a vida conjugal é indissolúvel:



(1) - O casamento é um ato solene pelo qual duas pessoas de sexos diferentes se unem PARA SEMPRE, sob a promessa recíproca de fidelidade no amor e da mais estreita comunhão de vida.



(2) - Casamento é um contrato bilateral e solene, pelo qual um homem e uma mulher se unem INDISSOLUVELMENTE, legalizando por ele suas relações sexuais, estabelecendo a mais estreita comunhão de vida e de interesses e comprometendo-se a criar e a educar a prole que de ambos nascer.



Gn 2.24 cf Mt 19.5-6 – A natureza indissolúvel do casamento vem desde a sua origem. Jesus disse que a passagem bíblica de Gn 2.24 significa a indissolubilidade do casamento. É uma união íntima entre duas pessoas de sexos opostos, que assumem publicamente o compromisso de viverem juntas.



Ml 2.14 - O voto de fidelidade que se ouve dos nubentes numa cerimônia de casamento, não é mera formalidade; tem implicações profundas diante de Deus. Ou seja, o compromisso que os noivos assumem é diante de Deus, independentemente de o casal ser ou não evangélico. Isso diz respeito ao casamento “per si”, vinculado de maneira intrínseca à sua natureza, pois assim Deus estabeleceu essa aliança, “até que a morte os separe”.





VI - CONSIDERAÇÕES FINAIS:



Além das leis brasileiras não permitirem o casamento com mais de um cônjuge simultaneamente, Deus também condena a poligamia.



Mc 10.7-8 – Nesse texto bíblico não é dito que o homem se unirá a “suas mulheres”. Está no singular! Jesus enfatizou o casamento de um homem com uma só mulher, e não o de um homem com várias mulheres, ou vice-versa.



Logo, defendemos que o casamento monogâmico, heterossexual e indissolúvel deva ser incentivado, apoiado e honrado nas esferas públicas de relacionamento.


FONTES DE CONSULTA:



(1) – Lições Bíblicas CPAD – 2º Trimestre de 2013 – Comentarista: Pastor Elinaldo Renovato.



(2) – O Novo Dicionário da Bíblia – Edições Vida Nova



(3) – Pastor Silas Malafaia Responde – Central Gospel



(4) – Manual Popular de Dúvidas, Enigmas e “Contradições” Bíblicas – Mundo Cristão – Norman Geisler e Thomas Howe

8 comentários:

Xavier Campos Joaquim disse...

Linda lição pastor Geraldo! Estou recomendando lá no blog. Forte abraço!

maximino disse...

parabém,um novo visual pastor

Anônimo disse...

se Deus ele guisesse o homem com duas mulheres ele faria duas evas.

se ele permitise o casamento de
homem com homem ele faria dois Adão
Lv-18.v22.

e se permitise o de mulher com mulher ele não faria só uma mulher
e sim duas mulher.-romanos.1v.26



homem com homem,ele faria dos Adão.

ana lucia gomes disse...

estou feliz com esta lição vou ja para escola dominical bjs para todos

Anônimo disse...

lição maravilhosa, espero que todos os professores da ebd deixe bons ensinamentos com este assunto, pois tens muitos casais precisando desses ensinamentos.

GERALDO CARNEIRO FILHO disse...

Prezados irmãos em Cristo Jesus.

A paz do Senhor.

Agradeço a todos aqueles que postaram os seus comentários a este subsídio, desejando que Deus permaneça abençoando a vida de todos os irmãos em Cristo.

PASTOR GERALDO CARNEIRO FILHO

Deolinda disse...

Pastor Geraldo,
Sou professora da classe de Juvenis dos 15 a 17 anos, e gostaria de saber se existe algum auxilio para o professor, visto que o auxilio para os adultos é excelente.

Meu e-mail: sanderocha@oi.com.br

Desde de já muito grata,

GERALDO CARNEIRO FILHO disse...

Prezada Deolinda. A paz do Senhor.

Infelizmente, não tenho um subsídio para a Classe de Juvenis (15 a 17 anos) que, aliás, contém excelentes matérias para ministração de aulas.

Indico o seguinte site, que, talvez, possam auxiliá-la:

http://www.portalebd.hospedagemdesites.ws/classes/juvenis/item/2214-juvenis


Que o nosso Deus permaneça abençoando mais e mais o seu honrado ministério de ensinamento da santa e poderosa Palavra do Senhor.

PASTOR GERALDO CARNEIRO FILHO