Loading...

COMENTE

Caro Leitor,

Caso queira, na parte final de cada um dos Subsídios, você tem a liberdade de fazer seu comentário. É só clicar na palavra "comentários" e digitar o seu. Não é preciso se identificar. Para isto, após o comentário, click em "anônimo" e pronto. Que Deus continue abençoando sua vida, em nome de Jesus.







6 de jun de 2012

2º TRIMESTRE DE 2012 - LIÇÃO Nº 11 - 10/06/2012 - "O EVANGELHO DO REINO NO IMPÉRIO DO MAL"

ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL
IGREJA EVANGÉLICA ASSEMBLEIA DE DEUS EM ENGENHOCA
NITERÓI - RJ
LIÇÃO Nº 10 - DATA: 10/06/2012
TÍTULO: “O EVANGELHO DO REINO NO IMPÉRIO DO MAL”
TEXTO ÁUREO – Apc 14.7
LEITURA BÍBLICA EM CLASSE: Apc 14.1-7
PASTOR GERALDO CARNEIRO FILHO
e-mail: geluew@yahoo.com.br
blog: http://pastorgeraldocarneirofilho.blogspot.com/


INTRODUÇÃO:





Na época de Faraó, Deus teve um Moisés. Na conquista da terra prometida, Deus tinha um Josué. Quando Acabe reinou, Deus tinha um Elias. Na época de Herodes, Deus tinha um João Batista. Nos períodos do Anticristo e da Grande Tribulação, Deus terá os mártires, os 144 mil, as duas testemunhas e os anjos para proclamarem o Evangelho Eterno. Em resumo: Até chegarmos ao final da história da raça humana, o testemunho de Deus nunca será calado.


II – A PALAVRA DE DEUS APÓS O ARREBATAMENTO:





II Ts 2.2-7 – É certo que, antes do aparecimento do Anticristo e do início da Grande Tribulação, ocorrerá um evento determinante: A saída de alguém ou de algo que “detém”, resiste ou refreia o “mistério da injustiça” e o “homem do pecado”.

Quando este “alguém” ou “algo” for retirado, então começará o período da Grande Tribulação, também denominado “o Dia do Senhor”.

O que agora detém o “homem do pecado” é, sem dúvida, uma referência ao Espírito Santo, pois somente Ele tem poder de deter a iniquidade, deter o homem do pecado e deter a satanás.

Porém, não esqueçamos que o Espírito Santo é Deus. Logo, Ele é onipresente - Sl 139.7-10 cf At 5.3-4

Desta forma, quando a Bíblia expressa que o Espírito Santo será “RETIRADO”, não significa que Ele será “TIRADO” do mundo, mas quer dizer que, no começo dos sete anos de tribulação, o Espírito do Senhor CESSARÁ SUA INFLUÊNCIA RESTRITIVA À INIQUIDADE E AO SURGIMENTO DO ANTICRISTO. Todas as restrições contra o pecado serão removidas, e então começará a rebelião inspirada por satanás.

Ora, o período da Grande Tribulação não é o final da história da humanidade; temos que chegar até o último versículo do livro do Apocalipse para que a Palavra de Deus se cumpra de forma total.

Por isso, é necessário que vejamos algumas considerações gramaticais da palavra “inspiração” e “inerrância”:

II Tm 3:16 – A expressão “INSPIRADA POR DEUS” significa EXPIRADO, ou seja, SOPRADO PARA FORA.

O que Paulo quer dizer é que toda a Escritura é SOPRADA, EXALADA POR DEUS, ou seja, DEUS É O AUTOR E O CONTEÚDO DAS ESCRITURAS.

A INSPIRAÇÃO da Bíblia significa, literalmente, a influência sobrenatural do Espírito Santo (como um sopro de Deus), enviado aos seus escritores, que foram protegidos pelo Senhor enquanto a escreviam, capacitando-os a receber e transmitir a mensagem divina, a fim de não cometerem qualquer erro. Assim, tornaram-se aptos a reproduzir a fiel palavra que o Senhor estava destinando à raça humana.

Vejamos alguns testemunhos dessa maravilhosa inspiração: Lv 1:1; II Sm 23:1-2; Is 1:2; Jr 1:4; Ez 1:3; Dn 2:19; Hc 2:2; Rm 3:2; II Pe 2:1; Jo 10:35.

OBSERVAÇÃO: Alguns textos da Bíblia são palavras ditas por homens ímpios e até mesmo por Satanás. Nestes casos, as palavras que eles pronunciaram NÃO SÃO INSPIRADAS. No entanto, podemos afirmar que É INSPIRADO O REGISTRO DESTAS PALAVRAS.

Já a expressão "INERRÂNCIA" significa “INFALÍVEL”; “QUE NÃO ERRA”. É uma doutrina segundo a qual a Bíblia Sagrada não contém erros. Ela é, de fato, a infalível Palavra de Deus. Ela é infalível nas informações que nos transmite e nos propósitos que esboça.

O testemunho da Arqueologia e das Ciências afins tem confirmado a inerrância da Bíblia. Tudo o que foi registrado corresponde perfeitamente àquilo que Deus quis que fosse escrito.

Por isso, mesmo que o Espirito Santo cesse Sua influência restritiva à iniquidade e ao surgimento do Anticristo no período da Grande Tribulação, a Bíblia em si não deixará de ser a inspirada e inerrante Palavra de Deus, visto que do Gênesis até o último versículo do livro de Apocalipse, o Livro Santo, obrigatoriamente, tem que se cumprir.

III - HAVERÁ SALVAÇÃO DURANTE A GRANDE TRIBULAÇÃO?:





Em vários lugares, muitos fazem este questionamento.

Sim, haverá.

As provas bíblicas são os seguintes versículos: Apc 6.9-11; 7.1-15; 12.17; 15.2; 20.4 cf Jl 2.32.

Em Apc 7.1-8 vemos uma multidão de judeus salvos na terra;

Em Apc 6.9-11 e 7.9-11 vemos uma multidão de gentios salvos, no céu, porém saídos da Terra, após sofrerem o martírio. No meio dessa multidão estarão aqueles que não subiram no arrebatamento da Igreja e, despertados por tal fato, decidiram permanecer fiéis, a despeito de toda e qualquer prova e sofrimento. Sim, haverá salvos durante a Grande Tribulação.

Muitos podem objetar: - “COMO PODE HAVER SALVAÇÃO NESSA ÉPOCA, QUANDO A DISPENSAÇÃO DA GRAÇA ESTARÁ FINDA E O ESPÍRITO SANTO JÁ TERÁ ARREBATADO A IGREJA?”

A resposta é: Não devemos ignorar o Plano de Deus através da Bíblia para com o homem que Ele criou.

Observemos: Como o povo se salvava antes da Dispensação da Graça? Como operava o Espírito Santo naquela época?

A resposta: O povo se salvava pela fé no Redentor que havia de vir. Isso era também salvação pela graça, posto que eles também tinham o Evangelho – At 15.11; Ef 1.4; I Pe 1.19-20 comparar Gl 3.8; Hb 4.2.

Dito isto, vejamos os que alcançarão a salvação após o arrebatamento da igreja, ou melhor, no período da Grande Tribulação:

(1) – OS MÁRTIRES - Apc 7.1-9 - O capítulo 7 é um interlúdio entre o sexto e o sétimo selos, mostrando os que permanecerão fiéis a Cristo durante a grande tribulação. Esses fiéis de Deus (Apc 6.17) são tanto judeus (Apc 7.3-8), como não-judeus (Apc 7.9, 10, 13-15). Eles aceitam o evangelho eterno proclamado pelo anjo (Apc 14.6).

(2) – OS CENTO E QUARENTA E QUATRO MIL - São descritos como servos de Deus (Apc 7.3), provenientes das tribos dos filhos de Israel (Apc 7.4-8). Deus assinalará ou marcará as suas testas para indicar a sua consagração a Ele e que Lhe pertencem (Apc 9.4; Ez 9.1-6; 2 Tm 2.19).

Serem selados por Deus não significa que estejam protegidos da morte física nem do martírio resultante da perseguição por Satanás (Apc 7.14). Estão, no entanto, protegidos do juízo divino direto e da aflição demoníaca (Apc 9.4).

Durante a tribulação, esses fiéis de Israel, judeus tementes a Deus, opor-se-ão à religião do Anticristo. Examinando com sinceridade as Escrituras, eles aceitam a verdade de que Jesus Cristo é o Messias (Dt 4.30,31; Zc 13.8,9). São socorridos por Deus durante os últimos três anos e meio da tribulação, e Satanás não poderá vencê-los (Apc 12.13-16).

Por outro lado, quem de Israel aceitar a religião do Anticristo e rejeitar a verdade bíblica do Messias, será julgado e destruído nos dias da grande tribulação (ver Is 10.21-23; Ez 11.17-21; 20.34-38; Zc 13.8,9).

(3) – AS DUAS TESTEMUNHAS – Apc 11.1-7 - Deus enviará duas testemunhas para pregar o evangelho e profetizar a respeito do futuro; terão grande poder sobrenatural (Apc 11.5,6) e exercerão o seu ministério no poder do Espírito. Serão grande ameaça ao Anticristo e a todo o mundo ímpio durante um período de 1260 dias, e neutralizarão os sinais e maravilhas dos profetas da Besta (Apc 13.13,14). As duas testemunhas têm poder como Moisés e Elias (ver Ml 4.5).

(3.1) - OLIVEIRAS... CASTIÇAIS - Através desta linguagem, João está dizendo que as duas testemunhas receberão o poder do Espírito Santo para revelarem a luz, a verdade de Deus (ver Zc 4.2-14).

(3.2) - A BESTA... AS MATARÁ - As duas testemunhas são mortas porque apresentam a verdade do evangelho e bradam fielmente contra os pecados do povo. Jerusalém é, neste tempo, chamada "Sodoma" por causa da sua imoralidade, e "Egito" devido ao seu mundanismo (v. 8). A besta é o anticristo (cf. 13.1; 14.9,11; 15.2; 16.2; 17.3,13; 19.20; 20.10) ou o "homem do pecado" (2 Ts 2.3-10). Note-se que as duas testemunhas não podiam ser mortas até completarem a sua obra. Assim é o caso de todos os servos de Deus que permanecem fiéis a Ele.

(3.3) - NÃO ESTÃO CONTAMINADOS COM MULHERES, PORQUE SÃO VIRGENS – Apc 14.4 - Esta expressão tem sentido espiritual. Os 144.000 permaneceram puros, recusando-se a se conformar com o sistema mundial ímpio, ou a pertencer à igreja apóstata dos últimos dias (Apc 17.1).

A expressão “PORQUE SÃO VIRGENS” não dá a entender que o casamento seja desonrado por Deus (I tm 3.1-5; 4.3; Hb 13.4), mas que eles guardaram aquela íntima e santa comunhão com Deus da qual Paulo fala, usando o mesmo símbolo – II Cor 11.2

Da mesma maneira, a figura da fornicação é empregada para descrever os infiéis a Deus – Apc 17.1-5

Desta forma, podemos notar o caráter dos que estarão perto de Cristo, no céu:

(A) - Estão separados do mundo e da igreja apóstata; dedicam-se a Cristo (Apc 14.4);

(B) - Seguem a Cristo (cf. Mc 8.34; Jo 14.21);

(C) - Não falam mentira (Apc 14.5; cf. Apc 21.27-22.15).

(D) - São moralmente inculpáveis, isto é, viviam em santificação.

(4) - O EVANGELHO ETERNO – Apc 14.6-9 cf Mt 24.14; At 14.17 - Durante a segunda metade da tribulação, o evangelho de Cristo será proclamado por um anjo (ou anjos) ao mundo inteiro, advertindo-o com clareza e poder. É um alerta à humanidade para temer a Deus, dar-lhe glória e adorá-lo, e não ao Anticristo.

É denominado de “O EVANGELHO ETERNO”, visto que foi planejado desde a eternidade, é permanente e de efeitos eternos.

Este Evangelho, pregado nesta época da Grande Tribulação e imediatamente antes do julgamento das nações descritas em Mt 25:31-46, é o mesmo Evangelho ensinado por Jesus, porque NÃO HÁ OUTRO EVANGELHO – I Cor 15.1-4; Gl 1.8

O mesmo Evangelho que aceitamos e nos salvou, será suficiente, mesmo durante o reinado do próprio Anticristo, quando os homens, feitos à imagem de Deus, terão de adorar a imagem da Besta ou morrer – Apc 13.14-15


IV - CONSIDERAÇÕES FINAIS:





Se o Anticristo conseguir fechar a boca de todos os crentes, os anjos anunciarão o Evangelho Eterno, porque ele é indispensável. O Céu será o púlpito dos anjos e o auditório consistirá de todas as nações, tribos e línguas.

A Palavra de Deus não pode ser presa – II Tm 2.9.

Se o povo de Deus for obrigado a calar, as pedras clamarão – Lc 19.40.

Será imperativo que o Evangelho seja pregado, porque levará os homens a abandonarem aos deuses falsos para servirem ao Verdadeiro Deus – At 14.15.

- “PARA SEMPRE, Ó SENHOR, A TUA PALAVRA PERMANECE NO CÉU” – Sl 119.89



PARTE II: - A ATUAÇÃO DO ESPÍRITO SANTO DURANTE A GRANDE TRIBULAÇÃO: 

RESPOSTA AO QUESTIONAMENTO CONSTANTE DO COMENTÁRIO DA IRMÃ BIA BONFIM:


Irmã Bia. A Paz do Senhor.
Em primeiro lugar, perdoe-me pela resposta vir em tão adiantado da hora (22.35h), mas é que estava em outros compromissos.

Também por estar constando a resposta no corpo do subsídio. É porque ficou extenso e não foi "suportado" pelo "campo" destinado à digitação dos comentários.
A resposta é um tanto longa e espero não cansar e confundir os leitores.
Deixamos claro que não temos a palavra final sobre o assunto e muitos poderão discordar.
O fato de que o Espírito Santo será retirado da terra antes do início da Grande Tibulação, NÃO deve ser interpretado como uma negação de que Ele seja onipresente ou de que continue a operar no final desta era.
A nossa presente era é, de certa forma, a "dispensação do Espírito", pois Ele trabalha agora de maneira diferente de outros séculos, com uma presença residente em nós, os filhos de Deus.
A era da Igreja começou com o advento do Espírito no Pentecostes e terminará com o inverso do Pentecostes: A RETIRADA DO ESPÍRITO.
Isso não significa, porém, que Ele não estará operando, mas, apenas, que NÃO SERÁ MAIS RESIDENTE NOS SANTOS, DURANTE A GRANDE TRIBULAÇÃO.
Como consequencia dessa "não residência nos santos da Grande Tribulação", OS MINISTÉRIOS EXCLUSIVOS DO ESPÍRITO SANTO, tais como batismo, habitação e enchimento TERMINARÃO, já que todos eles dependem da presença do Santo Espírito habitando no crente.
Entretanto, quanto à atuação do Espírito Santo NO ÂMBITO DA SALVAÇÃO tanto de judeus como de gentios durante a Grande Tribulação, o será no ascpecto da REGENERAÇÃO.
Reparemos:
(1) - Para que haja a liberdade do pecado, torna-se necessário e indispensável que se tenha o conhecimento da verdade, o conhecimento do Filho, que se faça um com o Senhor Jesus (cf. Jo.17:21). Para que isto seja possível, o próprio Jesus diz que é preciso que haja arrependimento, que as pessoas deixem de pecar, que as pessoas mudem completamente de vida do ponto-de-vista espiritual.
(2) - Esta mudança completa, radical e total é o que se chama de “regeneração”, “…um ato drástico, operado sobre a natureza humana caída, POR PARTE DO ESPÍRITO SANTO, que produz uma alteração na atitude inteira do indivíduo. Agora tal indivíduo pode ser descrito como um novo homem que busca, encontra e segue a Deus na pessoa de Cristo.…”.
(3) - No Seu famoso diálogo com o Nicodemos, Jesus deixa claro que para se ingressar no reino de Deus é preciso “nascer de novo” (Jo.3:3,5). O “novo nascimento” é o nascimento da água e do ESPÍRITO, é uma transformação espiritual, é a salvação, o resultado do arrependimento dos pecados e da crença no Evangelho. Sem a regeneração, não há como se libertar do pecado.
(4) - As Escrituras, portanto, mostram que o problema do homem é o pecado e que este problema só é resolvido mediante a regeneração, ou seja, mediante o “novo nascimento”, que se dá mediante a fé em Cristo Jesus como único e suficiente Salvador de nossas vidas. Esta é a solução do homem. Este é o caminho, a verdade e a vida, sem o qual ninguém vai ao encontro do Pai (Jo.14:6). Este ensino escriturístico é o que se costuma denominar de “doutrina da regeneração”.
(5) - A regeneração, sendo uma nova geração, um novo nascimento, produz alguns efeitos fundamentais ao ser humano:
(5.1) - Uma nova e eterna vida foi gerada;
(5.2) - Essa vida é a natureza divina;
(5.3) - O crente é gerado pelo ESPÍRITO;
(5.4) - Deus, o Pai, Se torna o seu Pai legítimo;
(5.5) - Portanto, todos os crentes são herdeiros de Deus e co-herdeiros com Cristo.
(6) - DO LADO HUMANO, A REGENERAÇÃO ESTÁ CONDICIONADA SIMPLESMENTE À FÉ (Jo.1.12,13; Gl.3.26).
Dito isto e, ao considerar a importante questão da base ou método da salvação durante a tribulação, certas afirmações podem ser feitas:
(A) - A salvação na tribulação certamente será baseada no princípio da fé (A PARTE QUE CABE AO HOMEM FAZER) - Hb 11.1-40 - O princípio do verso 6, "sem fé é impossível agradar a Deus", NÃO SE LIMITA À PRESENTE ERA, MAS VALE PARA TODAS AS ÉPOCAS. A fé de Abraão é dada como exemplo do método de abordagem de Deus e será o método de abrodagem na Grande Tribulação - Rm 4.1-2.
(B) - As descrições dos salvos na Grande Tribulação deixam claro que serão salvos PELO SANGUE DO CORDEIRO. Sobre os judeus salvos, diz-se que "são os que foram redimidos dentre os homens" - Apc 14.4 - e Israel jamais conheceu uma redenção que não fosse baseada em sangue. Sobre os gentios, diz-se que "lavaram suas vestiduras e as alvejaram no sangue do Cordeiro" - Apc 7.14.
(C) - Em Apc 12, satanás ataca o remanescente de Israel, pois tal é o significado da "mulher" neste capítulo. O remanescente fiel é macionado no verso 10 como "nosso irmão". O instrumento de vitória dos "irmãos" nos é dado no verso 11: "eles, pois, o venceram por CAUSA DO SANGUE DO CORDEIRO".
Apc 12.17 oferece a razão da animosidade especial de satanás: "eles têm O TESTEMUNHO DE JESUS". É por causa da mensagem que esse remanescente fiel proclama que satanás é apresentado como "furioso". Essa é só mais uma amostra da mensagem proclamada no período da Grande Tribulação.
(D) - A SALVAÇÃO SERÁ PELO MINISTÉRIO DO ESPÍRITO SANTO - Devemos notar que o Espírito Santo não assumiu um ministério de habitação em todos os crentes do Antigo Testamento, mas o Senhor, referindo-se a alguém sob essa economia, mostra claramente que a salvação era pela operação do Espírito Santo  (Jo 3.5-6). Mesmo sem esse ministério de habitação do Espírito Santo, os santos do Antigo Testamento foram salvos pelo Espírito Santo, apesar dEle não habitar tais crentes como um templo.
Assim, no período da Grande Tribulação, o Espírito Santo, QUE É ONIPRESENTE, FARÁ O MESMO TRABALHO DE REGENERAÇÃO QUE FAZIA QUANDO DEUS LIDAVA ANTERIORMENTE COM ISRAEL, MAS SEM UM MINISTÉRIO DE HABITAÇÃO. Logo, devemos reconhecer claramente que, APESAR DO ESPÍRITO NÃO HABITAR OS SALVOS DA GRANDE TRIBULAÇÃO, ELE AINDA PODE OPERAR NA REGENERAÇÃO DELES.
Joel 2.28-32 relaciona a salvação de Israel ao ministério do Espírito Santo antes do segundo advento.
O diálogo de Cristo com Nicodemos (Jo 3.1-21) pode ser entendido como uma confirmação de que haverá salvação durante a tribulação, e de que ela SERÁ OBRA DO ESPÍRITO SANTO.
Podemos ver, assim, que a salvação de todos os salvos, em todas as épocas, depende da obra de Cristo, e O ESPÍRITO SANTO É O ÚNICO APLICADOR EFICAZ DESSA OBRA EM QUALQUER ALMA.
Finalmente, então, podemos afirmar com confiança que A SALVAÇÃO OFERECIDA PELO SANGUE DO CORDEIRO E RECEBIDA PELA FÉ SERÁ EFETIVADA MEDIANTE A REGENERAÇÃO, OBRA EXCLUSIVA DO ESPÍRITO SANTO.
Assim, durante o período da Grande Tribulação...:
(1) – EM RELAÇÃO AO ANTICRISTO: o Espírito Santo será “RETIRADO”, não significando que Ele será “TIRADO” do mundo. Mas, quer dizer que, no começo dos sete anos de tribulação, o Espírito do Senhor átuará da seguinte forma: CESSARÁ SUA INFLUÊNCIA RESTRITIVA À INIQUIDADE E AO SURGIMENTO DO ANTICRISTO. Todas as restrições contra o pecado serão removidas, e então começará a rebelião inspirada por satanás.
(2) - EM RELAÇÃO ÀS DUAS TESTEMUNHAS: o Espírito Santo agirá nelas, conforme lemos com frequencia a respeito dos profetas no Antigo Testamento: "... e o Espírito do Senhor veio sobre ele". Essas testemunhas são investidas de poderes especiais e extraordinários, porque serão os únicos que, em sua fé e testemunho, sustentarão sua oposição ao Anticristo - Apc 11.5-6.
(3) - EM RELAÇÃO AOS 144 MIL E AOS MÁRTIRES - Serão salvos pela fé no sangue do Cordeiro, COM O ESPÍRITO SANTO ATUANDO NA SUA EXCLUSIVA OBRA DE REGENERAÇÃO.
Espero ter cooperado e tirado suas dúvidas.
Permaneçamos na paz do Senhor.

FONTES DE CONSULTA:

1) Apocalipse Versículo por Versículo - Edições CPAD - Autor: Severino Pedro da Silva
2) Lições Bíblicas - 3º Trimestre de 1994 - Edições CPAD - Comentarista: Esequias Soares da Silva
3) Lições Bíblicas – CPAD – 4º Trimestre de 1980 – Comentarista: Geziel Gomes
4) Lições Bíblicas – CPAD – 1º Trimestre de 1986 – Comentarista: Raimundo Ferreira de Oliveira
5) Lições Bíblicas – 4º Trimestre de 1986 – Comentarista: Raimundo Ferreira de Oliveira
6) BEP
7) O Calendário da Profecia – CPAD – Antônio Gilberto

18 comentários:

rebeca silva disse...

Sou da Bahia e toda semana imprimo estes resumos para o meu pai estudar para a escola dominical,achei muito interessante este conteudo;sou afastada do evangelho mais tenho a consciencia de quanto é edificante estudar a biblia sagrada,meu pai é presbitero da assembleia de deus em camaçari-BA e gostou muito do esboço da lição passada.
obrigado pela contribuição;Deus abençoe

GERALDO CARNEIRO FILHO disse...

Prezada irmã Rebeca.

Em nome de Jesus e de coração, agradecemos as suas palavras contidas em seu comentário.
Rogo a Deus que o mais depressa possível você possa retornar à casa do Pai, pois Ele está pronto e aguardando, ansioso, pelo seu retorno.

No mais, que o nosso Deus continue abençoando a sua vida e de todos os seus familiares.
Transmita ao seu pai o nosso sincero desejo de que ele prospere e cresça cada vez mais no santo ministério do Senhor.

Permaneçamos na paz de Deus.

erasmino porto disse...

a paz do senhor pr geraldo.sou prof.da escola biblica dominical,e louvo Deus pela vida do amado
irmao. certo que Deus tem usado o irmao para isso.

GERALDO CARNEIRO FILHO disse...

Prezado irmão Erasmino.

Fico muito agradecido a Deus por podermos saber que temos mais um servo do Senhor ministrando Sua santa e gloriosa Palavra.

Também louvo a Deus pela sua vida e rogo a Ele que continue derramando vitórias sobre o seu ministério de ensinamento da Bíblia Sagrada.

Obrigado pela seu comentário, em nome de Jesus.

Anônimo disse...

Paz do Senhor Pastor!

Meu nome é Joab, sou superintendente da EBD da Congregação Estrela do Mar em Extremoz.
Gostaria, se possível, que o senhor fizesse um rápido comentário sobre: O Evangelho da Graça, O Evangelho do Reino e O Evangelho Eterno.
Ademais, seus comentários sobre as lições são irretocáveis. Parabéns e que Deus lhe abençoe!

JOAB DE SOUSA SILVA
AD-Extremoz/RN

GERALDO CARNEIRO FILHO disse...

Prezado irmão Joab. A Paz do Senhor.

Primeiramente, agradeço, em nome de Jesus, as palavras registradas em seu comentário, o que muito nos anima para continuarmos levando avante este trabalho de ajudar, àqueles que quiserem,nas ministrações das aulas da EBD.

No mais, de forma bem resumida, repassamos abaixo OS DIFERENTES NOMES (alguns deles) PELOS QUAIS É O CONHECIDO O EVANGELHO

(1) - O EVANGELHO DA GRAÇA DE DEUS - (At 20:24) - Porque provém do livre amor de Deus, salvando aquele a quem a lei condena. Refere-se às boas novas de Jesus Cristo, o Rei rejeitado, que morreu na cruz pelos pecados do mundo, que ressurgiu para nossa justificação e que por Ele todos os que crêem são justificados de todas as coisas.

(2) - O EVANGELHO DO REINO - (Mt 4:23; 24:14)- Pois que trata do reino da graça e da glória. Refere-se às boas novas que Deus propôs estabelecer na terra, em cumprimento do concerto davídico (II Sm 7:16).

(3) - O EVANGELHO ETERNO (Apc 14:6 cf Mt 24:14; At 14:17) - Visto que foi planejado desde a eternidade, é permanente e de efeitos eternos - O Evangelho pregado nesta época da Grande Tribulação e imediatamente antes do julgamento das nações descritas em Mt 25:31-46 é o mesmo Evangelho ensinado por Jesus, porque NÃO HÁ OUTRO EVANGELHO.

Que o nosso Deus continue abençoando o seu já honrado ministério.

Anônimo disse...

Estimado Pastor,

Agradeço pela presteza na resposta ao meu comentário.
Ficou bem claro sua explicação, e esclareceu uma dúvida que tinha sobre o tema.
Irei utilizá-lo na ministração da aula de domingo.
A propósito a introdução do seu comentário sobre a lição 11 ficou simplesmente lindo.De fato, até o final da história humana, o testemunho de Deus nunca será calado. Nem na Grande Tribulação.
Quando vier no RN, venha aqui em Extremoz, temos belas prais também e uma igreja acolhedora. O Pr. Edson Oliveira é o nosso pastor. Deus lhe abençoe!

GERALDO CARNEIRO FILHO disse...

Também e mais uma vez agradeço ao prezado irmão Joab pelas suas palavras. Esperamos ter a honra de visitar este lindo Estado do nosso Brasil (RN) e em especial Extremoz e conhecermos mais uma parcela deste povo abençoado de Deus.

Permaneçamos na paz do Senhor.

Ananias disse...

Pastor GCF, gostei muito da sua forma de abordar o assunto sem rodeios que muitos fica de fácil assimilação. Se continuares assim vou tiver no Céu.

GERALDO CARNEIRO FILHO disse...

Prezado irmão Ananias. A paz do Senhor.

Agradecido estou pelas palavras digitadas em seu comentário. Muito me alegro por estar ajudando a mais um servo do Senhor na assimilação do assunto para levá-lo para outros, por meio do ensinamento.

No mais, estamos nos esforçando para chegarmos ao céu, pela graça de Deus, e lá vermos a Igreja do Senhor salva, lavada e remida pelo sangue do Cordeiro.

Esforcemo-nos, pois, para um dia nos encontrarmos lá.

Permaneçamos na paz do Senhor.

Anônimo disse...

A paz do Sr Pr... estava pesquisando materiais p enriquecer mais a aula de amanhã e infelizmente li em um que o Espirito Santo de Deus estará somente c as 2 testemunhas e os 144 mil escolhidos p converter os que ficarão. Que ele discordava com a resposta do Livro EBD 2 que é "O ESPIRITO SANTO ESTARÁ NA TERRA DURANTE A GRANDE TRIBULAÇÃO?" e a resposta do ps Donald Stamps deixa a desejar pq: ELE será "afastado", cessará sua influencia restrita a iniquidades ao surgimento do anticristo, todas as restrições do pecado serão removida...todavia agira na terra durante a tribulação convencendo pessoas dos seus pecados.... O que eu acho que deixou a "desejar" se o Espirito Santo será afastado não é a mesma coisa de tiradonaí ele fala que o Espirito Santo agirá na terra... como o Espirito Santo será afastado, tirado e agirá ao mesmo tempo... na mesma explicação... exclarece p mim por favor?
Obrigado a paz e a graça de N Sr Jesus Cristo esteja com todos.

Está como anonimo pq deu erro na conta do google...
Att
Bia Bonfim

GERALDO CARNEIRO FILHO disse...

Prezada irmã Bia Bonfim.

A Paz do Senhor.

Postei a resposta ao seu questionamento na parte final do subsídio, ante as dificuldades ali transcritas. Leia. Espero poder tê-la ajudado.

Permaneçamos na paz do Senhor.

JOSELITO FELIX DA SILVA . IRMAO JOSA disse...

ESTOU FELIZ EM PODER COMPARTILHAR O ESTUDO DAS LIÇOES TENHO APRENDIDO BASTANTE , QUE DEUS CONTINUI VOS ABENÇOANDO EM TUDO A PAZ E CONTE COMIGOORANDOPORVC. ABRAÇOS EM CRISTO JESUS. AMEM.

Anônimo disse...

a paz do senhor amado irmão. obrigada pelo estudo que Deus continue te usando, pois tira a dúvida de muita gente, acredita que hoje na minha escola dominical foi ensinado que os MARITES SÂO OS DESVIADOS? eu fiquei calada, más fiquei muito triste.

Anônimo disse...

digo os MARTIRES>

GERALDO CARNEIRO FILHO disse...

Aos prezados irmão Joselito e irmã que escolheu a opção "anônimo". A Paz do Senhor.

Agradeço aos irmãos em Cristo pela participação por meio dos comentários postados.

Que o nosso Deus também continue abençoando a cada um dos irmãos, em nome de Jesus.

Quanto à questão dos "mártires", a Palavra de Deus não diz que eram os desviados, mas que era "... uma multidão, a qual ninguém podia contar, de todas as nações, e tribos, e povos, e línguas..." - Apc 7.9.

Permaneçamos na paz do Senhor.

Anônimo disse...

Bonfim)
A paz do Sr Pr Geraldo... li sim o final do subsidio obrigado pelo carinho de ter postado, acontecerá ações diferente em momentos diferentes. Ficou muito bem explicado.
Agora vi a pergunta sobre os Martires pelo q eu entendi eles foram cristãos mortos por pregar e defender o evangelho de Cristo, é isso mesmo?
Desculpe pastor infelizmente hj falam o que lhes é conveniente na palavra de Deus.
Agradeço mais uma vez pela atenção dada. E já estava procurando o proximo subsidio kkkk... A grandiosa paz do Sr Jesus no sr e nos seus.

Bia Bonfim

GERALDO CARNEIRO FILHO disse...

Irmã Bia. A Paz do Senhor.

Fico feliz em poder ter cooperado mais uma vez com a prezada. Deus continue abençoando mais e mais e sua vida e o seu ardente desejo de estudar a Palavra do Senhor.

Quanto aos mártires, entendo que não morreram por pregarem o evangelho, mas, sim, por permanecerem firmes no Senhor e não quiserem adorar a Besta.

Diante da negativa de adoração à Besta, é que foram martirizados.

Quanto ao próximo subsídio já estamos aprontando e, talvez, hoje já estaremos disponibilizando para todos aqueles que assim quiserem consultar.

Permaneça na paz do Senhor.