Loading...

COMENTE

Caro Leitor,

Caso queira, na parte final de cada um dos Subsídios, você tem a liberdade de fazer seu comentário. É só clicar na palavra "comentários" e digitar o seu. Não é preciso se identificar. Para isto, após o comentário, click em "anônimo" e pronto. Que Deus continue abençoando sua vida, em nome de Jesus.







18 de abr de 2012

2º TRIMESTRE DE 2012 - LIÇÃO Nº 04 - 22/04/2012 - "ESMIRNA, A IGREJA CONFESSANTE E MÁRTIR""

ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL DA IGREJA EVANGÉLICA ASSEMBLEIA DE DEUS EM ENGENHOCA
NITERÓI - RJ
LIÇÃO Nº 04 - DATA: 22/04/2012
TÍTULO: “ESMIRNA, A IGREJA CONFESSANTE E MÁRTIR”
TEXTO ÁUREO – Apc 2.10c
LEITURA BÍBLICA EM CLASSE: Apc 2.8-11
PASTOR GERALDO CARNEIRO FILHO
e-mail: geluew@yahoo.com.br
blog: http://pastorgeraldocarneirofilho.blogspot.com/



I – INTRODUÇÃO:

• Não há uma só passagem no N.T. que prometa uma vida isenta de sofrimentos. Aliás, como é notório, sem cruz não há coroa. No entanto, o que Deus garante à Igreja de Esmirna é que, mesmo que venha morrer no sentido físico, jamais sofrerá o dano da segunda morte. Portanto, a mensagem é que os crentes de Esmirna não devem ser medrosos, mas fiéis. Não devem olhar para o sofrimento, mas para Deus, que tudo tem sob controle - Rm 8.18.


II – ESMIRNA – A IGREJA PERSEGUIDA:

• Mt 24:9; Jo 15:18-19; II Tm 3:1, 12 – A Palavra de Deus já avisava sobre perseguições. Esmirna, a segunda Igreja a receber a carta de Cristo, sabia disto. Ela representa os cristãos perseguidos em todos os tempos e cenários culturais - Apc 2:8-11:

• (1) O CENÁRIO - Nos dias desta Igreja, César era como um Deus para o povo. À sua imagem eram queimados incensos. Anualmente, todos eram convocados a jurar fidelidade ao Imperador. O que se recusasse a fazê-lo, era preso e executado ao fio da espada.

• Vejamos os deuses que eram abertamente adorados em Esmirna:


(A) - CIBELE (conhecida como "Grande Mãe", era a deusa da fertilidade);


(B) - APOLO (deus das profecias, da medicina e da música; também associado ao pastoreio e ao sol. Na época clássica, o sol era, por vezes, chamado de "carro de Apolo" e, talvez, por isso, ele tenha sido considerado também o deus da luz e da juventude); 


(C) - ASCLÉPIO (deus solar e da saúde que, com o nome latinizado de Eusculápio, era o deus romano da medicina e da cura); 


(D) - AFRODITE ou VÊNUS (deusa do amor sexual e da beleza, na mitologia greco-romana); e 


(E) - ZEUS ou JÚPITER (deus do céu, controlador dos corpos celestes).

• Em Esmirna não era fácil ser cristão. Muitos eram perseguidos e mortos por sua fé. Ser chamado cristão era sobremodo perigoso. 

• Mas, nesta perversa cidade, havia um pequeno rebanho de Cristo. Arrancados a esse sistema diabólico, fizeram-se Igreja de Deus.


• (2) - O SOFRIMENTO DA IGREJA DE ESMIRNA - Jesus conforta Sua Igreja, que, perseguida e pura, não necessita de correção, mas de encorajamento. Diz-lhe o Senhor:

• (2.1) – “EU SEI AS TUAS... E TRIBULAÇÃO...” - A palavra TRIBULAÇÃO é muito radical. Literalmente significa: 


• (A) - ESMAGAR UM OBJETO, COMPRIMINDO-O; 


• (B) - DESCREVE A VÍTIMA SENDO ESMAGADA E SEU SANGUE EXTRAÍDO; 


• (C) - DESCREVE PESSOAS ESMAGADAS ATÉ A MORTE POR UMA ENORME PEDRA; 


• (D) - TAMBÉM DESCREVE A DOR DE UMA MULHER AO DAR FILHOS À LUZ.


• Jesus sabe exatamente o que está se passando. É como se Ele estivesse dizendo: 


• - “Já passei por isto: Fui falsamente acusado, fui molestado, cuspido, açoitado, escarnecido... sei o que é morrer de maneira injusta”.


• (3) - Então, Jesus fala sobre CINCO DIFERENTES NÍVEIS DE PERSEGUIÇÕES SOFRIDAS PELA IGREJA DE ESMIRNA: GOVERNAMENTAL;ECONÔMICA;RELIGIOSA;• FÍSICA; e SATÂNICA. Vejamos cada uma delas, separadamente:

• (3.1) - PERSEGUIÇÃO GOVERNAMENTAL - Esmirna sofria sob a tirania de Roma. Os crentes eram dolorosamente esmagados sob as rígidas cláusulas da Lei Romana: Eram arrancados de suas casas, capturados nas feiras livres e levados cativos. César jogava toda a força de seu poderoso império sobre esta pequena Igreja. E muitos desses santos já haviam selado seus testemunhos com o próprio sangue.

• Cada cidadão romano era obrigado a prestar, uma vez por ano, pública lealdade diante do busto de César. Para a grande maioria dos cidadãos romanos, isto não era problema. Afinal, já adoravam a vários deuses. O que era mais um?

• Mas para os cristãos, adorar a César era uma traição ao Rei dos reis. Não podiam assentir nesta idolatria. Ao invés de declarar: “CÉSAR É O SENHOR”, os primeiros cristãos bravamente confessavam: “CRISTO É O SENHOR”. Como resultado, a Igreja passou a sofrer dolorosamente.

• Tornar-se cristão significava grande renúncia. Aquele que seguisse a Cristo tinha de contabilizar o custo e estar preparado para pagá-lo até com a própria vida. A declaração do nome de Cristo já era um crime. O nome significava tortura e ser lançado às feras. No caso das donzelas, a infâmia era pior que a morte.

• A perseguição governamental ainda não cessou. Estamos perdendo a liberdade religiosa. Nossa liberdade espiritual vem sendo diariamente defraudada.


• (3.2) - PERSEGUIÇÃO ECONÔMICA - Foi Jesus quem revelou: EU SEI A TUA TRIBULAÇÃO E POBREZA.

• A palavra POBREZA denota alguém tão desprovido de bens, que nada chega a possuir. Ele não está apto a ganhar nem mesmo ninharias; acha-se à mercê de caridade humana.

• Esmirna era uma das mais prósperas cidades daqueles dias. Não havia baixas no mercado, nem recessão. Os negócios cresciam. Lá, qualquer pessoa podia prosperar. 

Mas os homens de negócios cristãos eram despedidos de seus empregos. Suas lojas, violadas e saqueadas; seus pertences, roubados. Tudo porque confessavam que Jesus Cristo é Senhor, e não César.

• Assim, a Igreja de Esmirna: Tão pobre que não podia fazer o mínimo orçamento. Não tinham nada. O motivo?

• Os teólogos da prosperidade responderiam: - “ESMIRNA ESTÁ FORA DA VONTADE DE DEUS. TUDO O QUE TÊM A FAZER É DECRETAR A BÊNÇÃO. ELES ESTÃO VIVENDO INDIGNAMENTE. DEUS OS QUER TORNAR RICOS”!


• Enfrentemos o fato: não manejamos bem a prosperidade: Basta ligarmos rádios e tvs e ouvirmos pregadores da teologia da prosperidade despejando sua descontrolada luxúria. Dizem eles: - “DEUS FARÁ DE VOCÊ UM MILIONÁRIO, SE TIVER FÉ E CONFIAR NELE!” 

• Mas, deveriam os crentes de Esmirna serem repreendidos por sua pobreza? Não! AQUELES SERVOS DO SENHOR ERAM POBRES PORQUE ESTAVAM NA VONTADE DE DEUS!

• Sabemos que "properidade" é um assunto bíblico. Porém, PROSPERIDADE FINANCEIRA NÃO É VONTADE DE DEUS PARA TODOS. Por isto, é difícil ser cristão! Ser um crente fiel pode custar até mesmo a perda da prosperidade financeira.


• (3.3) – PERSEGUIÇÃO RELIGIOSA - Apc 2:9 - Em Esmirna havia uma grande comunidade judaica que hostilizava fanaticamente o Cristianismo. Tal fúria já fora demonstrada no apedrejamento de Estêvão, em Jerusalém. Cheios de ódio, os judeus tramavam agora contra os nascidos de novo. Não satisfeitos, também blasfemavam contra os crentes.

• Eles acusavam os cristãos de comerem carne humana, numa referência à Santa Ceia. 

Acusavam-nos ainda de perversões sexuais por causa do ósculo santo e da ênfase que estes davam ao amor fraternal. Consequentemente, eram acusados de incesto e orgias sexuais.

• A Igreja, segundo eles, era ateísta por não adorar a César. Era politicamente infiel. E por requerer absoluta fidelidade a Cristo, era acusada de separar as famílias.

• Mas estes acusadores eram da sinagoga de Satanás, instrumentos do demônio. Usados pelo inferno, faziam oposição ao povo e ao plano de Deus.

• Da mesma forma, a Igreja hoje pode esperar semelhante perseguição, não somente governamental, mas também dos cristãos apóstatas que não passam de sinagoga de satanás.

• Isto porque o diabo também vai à Igreja. Ele diz: - “TENHO ALGUNS PREGADORES, QUERO OUVI-LOS FALAR; TENHO ALGUNS CORAIS, QUERO OUVI-LOS CANTAR; TENHO ALGUNS DISCÍPULOS COM OS QUAIS QUERO COMPARTILHAR MEUS PLANOS”.

• Há Igrejas que não passam de redutos de Satanás: Não pregam o verdadeiro Evangelho. Negam as Escrituras. Menosprezam a ressurreição de Cristo. Promovem a licenciosidade. Abandonam a Palavra de Deus. Permitem todo tipo de perversão. Estas sinagogas de Satanás tem perseguido a verdadeira Igreja de Deus.


• (3.4) – PERSEGUIÇÃO FÍSICA - Apc 2:10 - Jesus garantiu que mais sofrimento estava por vir. ELE NÃO OFERECEU LIVRAMENTO, mas avisa que o diabo lançaria alguns na prisão.

• As prisões romanas eram lugares horríveis. Ninguém queria ser lançado nelas. Os presos ou eram mortos pelas autoridades penitenciárias, ou torturados e arremessados às ruas. Ninguém durava muito tempo numa prisão romana.

• O governo era muito ocupado para pajear criminosos; nada queria gastar com a sua alimentação. Caso o prisioneiro fosse cristão, a situação piorava: Era surrado, morto e atirado às ruas.

• Esmirna sofreu fisicamente! Os oficiais romanos invadiam as casas e prendiam os crentes diante do olhar aflito de seus familiares. Arrastavam-nos às prisões, fazendo deles público exemplo.

• Não dissera Jesus que teriam tribulação de dez dias? Tratam-se de dez dias literais. Afinal, ninguém conseguia permanecer por muito tempo nas celas romanas. Dez dias pareciam dez anos!

• Misericordiosamente, o Senhor estabelece limites para nosso sofrimento. A prova não vai além do que podemos suportar. Se o Senhor diz dez dias, não há força na terra ou no inferno capaz de prolongar-nos o sofrimento.

• Para os cristãos de Esmirna, Jesus recomenda: - “SÊ FIEL ATÉ À MORTE”. Alguns deles pagariam com a vida o preço de seguir a Cristo. Mesmo em face ao martírio, Jesus foi taxativo: - “SÊ FIEL ATÉ À MORTE”.

• Se os oficiais romanos viessem até nós, e nos intimassem: - "CÉSAR OU CRISTO?". Nós ficaríamos com Jesus? A resposta tem de ser "SIM". Deus nos dará graça para fazer tal confissão. Enquanto isto, permaneçamos fiéis a Ele.


• (3.5) - PERSEGUIÇÃO SATÂNICA - Finalmente, Jesus dissera que Esmirna enfrentaria perseguição do próprio diabo.

• Como aqueles cristãos viviam para Cristo, seriam atacados pela sinagoga de Satanás. Estariam em guerra contra o próprio inferno. Decididamente, não lutavam contra a carne, e sim contra os principados, potestades, príncipes das trevas e hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais (Ef 6:11-12)

• Por trás de toda perseguição, acha-se o próprio Satanás. Por trás do imperador romano, o demônio, que despejava sua fúria contra os crentes. Muitos cristãos foram presos, e outros condenados à morte.

• Não nos enganemos! Custa muito caro ser cristão. Nalguns lugares, mais que outros. Com as pressões do final dos tempos, a perseguição contra a Igreja crescerá ainda mais. Por todo o mundo, Igreja e indivíduos serão convocados a sofrer mais que nunca.

• Não há repreensão para Esmirna. A lição é muito clara: A PERSEGUIÇÃO PURIFICA A IGREJA!

• Se o mundo nos perseguisse, jamais amaríamos as coisas que ele oferece. 

• Se fôssemos trancafiados numa masmorra romana, não deixaríamos o primeiro amor, não negligenciaríamos na oração.

• Disse alguém certa vez: 


“O PROBLEMA DOS CRENTES DE HOJE É QUE NINGUÉM MAIS QUER MATÁ-LOS! TAL PERSEGUIÇÃO LEVAR-NOS-IA ÀS BASES ESSENCIAIS DO QUE SIGNIFICA SER UM GENUÍNO SEGUIDOR DE CRISTO”


• A maior bênção que poderia acontecer à causa de Cristo, atualmente, seria a perseguição.

• Que conselho Jesus tem para a Igreja sofredora? Apenas dois lembretes: NADA TEMAS e SÊ FIEL ATÉ À MORTE. É que alguns daqueles cristãos achavam-se amedrontados e perigosamente enfraquecidos.

• A fórmula para não se temer ao homem é temer a Deus: TEMAMOS A DEUS E NÃO PRECISAREMOS TEMER O HOMEM!

• O temor a Deus começa com a visão de Deus, cultuada com o entendimento de Sua impressionante santidade. Submetamo-nos a Sua soberania. Dobremos os joelhos diante de Sua justiça. Sejamos consumidos pela grandeza de Deus.

• Mais a frente Jesus diz: SÊ FIEL ATÉ À MORTE E DAR-TE-EI A COROA DA VIDA - Ao enfrentar a morte, os crentes eram encorajados a serem fiéis. Não podiam voltar atrás e negar o nome de Cristo. Nem todos são chamados a ser um mártir. Mas todo discípulo precisa estar pronto a fazer tal sacrifício.

• Nossa voluntariedade em morrer por Cristo é a última prova de nossa lealdade a Ele. Crentes que morrem por sua fé em Cristo são recompensados. A coroa da vida os espera. Esta coroa é o galardão da vitória que recebiam os atletas vencedores. Sua lealdade até a morte trar-lhe-á esta coroa. Eis aqui forte motivação para se permanecer fiel a Cristo: Uma coroa especial está a espera de todo aquele que pagar o último preço por seguir a Cristo.

• É isto que Deus pede que façamos: - "NÃO TEMAS" e "SÊ FIEL".


III - UM ALERTA E UMA PROMESSA DE DEUS PARA A IGREJA PERSEGUIDA:

• O ALERTA: - “QUEM TEM OUVIDOS, OUÇA O QUE O ESPÍRITO DIZ ÀS IGREJAS” - Apc 2:11a - Apesar da violenta perseguição, os vencedores obterão grande vitória sobre o mundo. Jesus concluiu com um alerta para se ouvir e considerar esta mensagem.

• Todo ouvido precisa estar alerta ao que Jesus diz. São palavras fortes que precisam ser obedecidas. Precisamos ser obedientes ao que o Espírito manda que façamos. Sirvamos a Deus onde Ele nos colocou.


• A PROMESSA: “O QUE VENCER NÃO RECEBERÁ O DANO DA SEGUNDA MORTE” - Apc 2:11b - Para o que ouve e obedece ao que o Espírito diz, Jesus faz esta promessa estarrecedora. Todos os verdadeiros cristãos são vencedores (I Jo 5:5). E estes não serão danificados pela segunda morte.

• A primeira morte é física; é a separação da alma do corpo. A segunda, é espiritual; é a separação da alma da vida eterna. A morte espiritual resulta em eterno tormento no lago de fogo. É a punição eterna (Apc 20:10). Os verdadeiros cristãos jamais experimentarão a segunda morte. 


Dizem que, ou nascemos uma vez e morremos duas; ou nascemos duas vezes e morremos uma. Mas os cristãos enfrentam a primeira morte sem medo. A segunda não tem poder sobre nós. Podemos visualizar a morte física sem nada temer - mesmo enquanto somos torturados por amor a Cristo - sabendo que ela levar-nos-á mais rapidamente à presença de Deus.

• A mensagem à Esmirna é um alerta para que sejamos completamente dedicados a Jesus Cristo, mesmo enfrentando perseguição e luta. Enquanto o mundo torna-se escuro, a igreja há de brilhar. Agora é tempo de se levantar por Jesus! Custe o que custar! Quando a perseguição atingir-nos, não temamos o mundo, mas a Deus e somente a Ele. Custe o que custar!


IV - CONSIDERAÇÕES FINAIS:

• Disse Tertuliano, grande defensor da fé cristã, do 2º século: 


• - “O SANGUE DOS MÁRTIRES É A SEMENTE DA IGREJA”.

• Talvez não conheçamos a verdadeira História do Cristianismo ou ela ainda não foi contada sob a ótica dos mártires.

• Precisamos ter consciência de que somos herdeiros de uma história de homens e mulheres que deram suas vidas para que o Evangelho pudesse chegar até nós. Precisamos aprender a honrar essa História. Meditemos:

• (A) - ESTÊVÃO - foi apedrejado;

• (B) – PEDRO - morreu crucificado de cabeça para baixo, por dizer não merecer morrer como seu Mestre;

• (C) – TIAGO (filho de Zebedeu e irmão de João, o discípulo amado) - foi decapitado por Herodes Agripa, cerca de dez anos após a morte de Jesus;

• (D) – ANDRÉ - foi crucificado numa cruz transversalmente, daí o termo "Cruz de Santo André", porque sua cruz era em forma de um "X";

• (E) – FILIPE - sofreu martírio em Hierápolis: Foi açoitado, trancado em uma prisão e posteriormente crucificado em 54 d.C.;

• (F) – BARTOLOMEU - serviu como missionário na Armênia e em vários países. Traduziu o Evangelho de Mateus para a língua da Índia e o propagou naquele país. Na Armênia foi golpeado até a morte.

• (G) – TIAGO (filho de Alfeu e um dos doze apóstolos) - pregou na Palestina e no Egito e aos 94 anos foi surrado e apedrejado pelos judeus; finalmente teve seu cérebro despedaçado;

• (H) – PAULO - pregou diligentemente o Evangelho a muitas nações, chegou a ponto de evangelizar um continente inteiro. Foi muito perseguido, até ser pego por Nero e decapitado em Roma;

• (I) – JOÃO, o discípulo amado - foi colocado dentro de uma caldeira de óleo quente e não morreu! Ele escapou por milagre. Depois de obter liberdade morreu por causas naturais. João foi o único discípulo a escapar de uma morte violenta.

• Talvez digamos que os tempos eram outros e que isso não acontece mais. Engano nosso!

• Recebemos diariamente notícias sobre a Igreja perseguida ao redor do mundo e, pasmem, muitas pessoas morrem por demonstrar amor e compromisso com o Mestre.

• Que o exemplo da Igreja de Esmirna e de todos os mártires possam impactar nossas vidas!

• O Senhor Jesus nos convida a sermos uma Igreja conhecedora da Palavra, cheia do poder do Espírito Santo e a sermos uma Igreja cheia de esperança e amor.

• Se vivermos a plenitude dessas características, com certeza o nosso testemunho fará diferença e outras pessoas poderão também conhecer a esse Jesus Salvador!

•  Para encerrarmos, ouçamos e meditemos na letra do belo hino interpretado pela cantora Andrea Fontes: "O PREGADOR FIEL".





• Que o Espírito Santo de Deus continue falando poderosamente a cada um dos corações. Amém.
 

FONTES DE CONSULTA:

A Mensagem do Apocalipse - ABU Editora - Michel Wilcock e John R. S. Stott


Steven J. Lawson - Alerta Final - CPAD

3 comentários:

juarez disse...

Prezad Pastor Geraldo, a paz do Senhor:

Que belo comentário, realmente ótimo! Parabéns pela sua iniciativa. Me tornei seu seguidor e se desejar: juarez_shalomadonai.blogspot.com

Peço sua autorização para utilizar essa bela explanação como subsídio em minha aula de domingo. Sou professor de adultos em Curitiba-PR, na Asembléia de Deus.

Fique na Paz!

GERALDO CARNEIRO FILHO disse...

Prezado irmão em Cristo, Juarez.

A paz do Senhor.

Muito agradecido pelas palavras contidas em seu comentário, o que muito nos anima a continuarmos com este humilde trabalho de divulgação da santa palavra do Senhor.

Quanto à utilização do subsídio, fique à vontade para utilizá-lo e, desde já, rogo ao nosso Deus que continue derramando sobre a vida do prezado irmão as ricas bênçãos dos céus, em especial quando estiver ministrando a Palavra do Senhor.

No mais, já "visitei" o blog do prezado; tornei-me um seguidor e, por certo, também estaremos utilizando os excelentes materiais bíblicos ali postados.

Permaneça na santa e gloriosa paz do Senhor.

osmar rodrigues de souza disse...

a paz do Senhor amado que Deus contin ue te abençoando poderozamente en nome de JESUS queria receber poder sempre conpartilhar destas maravilhas osmar.rodrigues.desouza@gmail.com a paz do Senhor Jesus