Loading...

COMENTE

Caro Leitor,

Caso queira, na parte final de cada um dos Subsídios, você tem a liberdade de fazer seu comentário. É só clicar na palavra "comentários" e digitar o seu. Não é preciso se identificar. Para isto, após o comentário, click em "anônimo" e pronto. Que Deus continue abençoando sua vida, em nome de Jesus.







18 de mar de 2012

1º TRIMESTRE DE 2012 - LIÇÃO Nº 13 - 25.03.2012 - "SOMENTE EM JESUS TEMOS A VERDADEIRA PROSPERIDADE"

ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL
IGREJA EVANGÉLICA ASSEMBLEIA DE DEUS EM ENGENHOCA
NITERÓI - RJ
LIÇÃO Nº 13 - DATA: 25/03/2012
TÍTULO: “SOMENTE EM JESUS TEMOS A VERDADEIRA PROSPERIDADE”
TEXTO ÁUREO – Jo 10.10
LEITURA BÍBLICA EM CLASSE: Jo 15.-11
PASTOR GERALDO CARNEIRO FILHO
e-mail: geluew@yahoo.com.br
blog: http://pastorgeraldocarneirofilho.blogspot.com


I – INTRODUÇÃO:

· Existe a vida de fé e existe a vida de cruz. Se seguirmos uma delas, com a exclusão da outra, teremos uma vida cristã distorcida. Devemos aprender a não ir para nenhum dos extremos e centralizar nossa caminhada cristã no meio da estrada. Desviarmo-nos demais para cada um dos lados pode fazer com que caiamos ao chão da arena abaixo de nós. Há uma palavra que deve ser nossa senha, se desejamos ter a vitória e queremos conservar as obras de Deus até o fim. EQUILÍBRIO! Que todos nós possamos achá-lo, sob a orientação do nosso Senhor e na Sua Palavra. Amém.


II – OS POBRES:

· O protestantismo atual está à caça dos ricos e influentes da sociedade. Algumas igrejas se autoproclamam como as igrejas das elites. A teologia criada para sustentar esta aberração cristã é chamada de Teologia da Prosperidade que, dentre outras coisas, ensina:

· Ser pobre é uma vergonha

· Ser pobre é ser maldito

· Ser pobre é um castigo divino

· Ser pobre é estar debaixo de um pecado

· Porém, vejamos o que diz a Palavra de Deus acerca dos pobres:

· (1) – São feitos por Deus (Jó 34.19; Pv 22.2)

· (2) – Deus não os esquece (Sl 9.18)

· (3) – Deus ouve-os (Sl 69.33; Is 41.17)

· (4) – Deus mantem seus direitos (Sl 140.12)

· (5) – Deus livra-os (Jó 36.15; Sl 35.10)

· (6) – Deus protege-os (Sl 12.5; 109.31)

· (7) – Deus exalta-os (I Sm 2.8; Sl 107.41)

· (8) – Deus provê para eles (Sl 68.10; 146.7)

· (9) – Deus não despreza suas orações (Sl 102.17)

· (10) – Deus é o refugio deles (Sl 14.6)

· (11) – Os pobres nunca desaparecerão da terra (Dt 15.11; Sf 3.12; Mt 26.11)


II.1 – OS POBRES PODEM SER:

· (1) - Ricos na fé (Tg 2.5)

· (2) – Liberais (Mc 12.42; II Cor 8.12)

· (3) – Sábios (Pv 28.11)


II.2 – OS POBRES DEVEM:

· (1) – Regozijar-se em Deus (Is 29.19)

· (2) – Esperar em Deus (Jó 516)

· (3) – Entregar-se a Deus (Sl 10.14)


II.3 - COISAS QUE LEVAM À POBREZA:

· (1) - Rejeitar A Instrução (Pv 13:18)

· (2) - Palavras Inúteis (Pv 14:23)

· (3) - Amor Ao Sono (Pv 6.10-11; 20:13)

· (4) - Amor Aos Prazeres (Pv 21.17)

· (5) - Oprimir Ao Pobre Em Favor Do Rico (Pv 22:16)

· (6) - Bebedeira, Glutonaria e Sonolência ( Pv 23:21)

· (7) - Seguir Vadios (Pv 28:19)

· (8) - Corrida Atrás De Riquezas (Pv 28:22)

· ENTÃO, O QUE PEDIR A DEUS? (Pv 30:7-9) – Ou seja, EQUILÍBRIO! Devemos orar para termos um salário suficiente para cobrir nossas necessidades e as da nossa família, para ajudar a manter a obra de Deus e auxiliar os necessitados (II Cor 9:8-12)

· Existem somente dois lugares para guardar bens: NA TERRA E NO CÉU. Onde estamos guardando os nossos tesouros?


III – A VIDA ABUNDANTE NÃO SUPERESTIMA O CORPO NEM NEGA A ALMA:

· Os cuidados com a estética do corpo humano dentro dos limites da preservação da saúde, da decência e do pudor, são válidos e aceitáveis. A Bíblia, porém, estimula muito mais o cultivo da beleza interior do que a exterior (Pv 15:13; I Pe 3:3-5 cf I Tm 4.8).

· CORPO SÃO: Manter o corpo saudável não significa horas diárias na academia e dietas ultrarrigorosas. Significa um corpo equilibrado, com os nutrientes de que precisa para vivermos com saúde e todos os sistemas funcionando com eficiência e em harmonia.

· MENTE SÃ: Quando estamos com a mente tranquila e equilibrada, nossos problemas não somem, mas a vida torna-se incrivelmente mais leve e feliz. (Mt 11:28-30)

· CUIDANDO DO CORPO – A NECESSIDADE DE VESTI-LO - Jo 19:23 - Jesus vestia-se bem. Os soldados dividiram entre si “os seus vestidos”. Ele não estava coberto de trapos, caso contrário, os soldados não jogariam sortes para ver com quem ficaria as vestes do Senhor. 

· Segundo os teólogos, Jesus vestia uma túnica, que tinha o nome de TÚNICA INCONSÚTIL. 

· Era uma túnica digna de vestir um Príncipe. Não tinha costura. Era feita já no formato de túnica, e era uma túnica cara. Poderia tê-la trocado por uma meia dúzia, ou mais, de túnicas mais baratas. Porém, preferiu usá-la! Como homem, Jesus tinha bom gosto!

· Há crentes que confundem humildade com mau gosto. Pensam que ser humilde significa andar mal vestidos, ou usar roupas esfarrapadas. Humildade não é aparência exterior. A verdadeira humildade brota do coração. Jesus era humilde por dentro, não apenas por fora. Existem mendigos cobertos de trapos e com o coração repleto de orgulho.

· Nosso Corpo é uma dádiva de Deus e merece o que houver de melhor. Assim, se um servo de Deus tiver condições, deve vestir-se bem e com bom gosto. Um corpo santo merece ser bem cuidado. 

· Vestir-se bem não significa vestir roupas caras. Pagar pela “grife” pode ser vaidade. Muita gente veste-se mal, embora vestindo roupa muita cara. 

· O bem vestir implica também em se ter bom gosto e saber combinar, especialmente as cores e tecidos. Cada um deve vestir-se de acordo com a sua possibilidade.

· Vestir-se bem pode não ser vaidade; vestir-se mal pode não ser humildade! 

· Um servo de Deus pode ter um terno para cada culto, e ser uma bênção; um servo de Deus pode ter apenas um terno para todos os cultos, e ser uma bênção!

· Por isso, cuidemos do corpo físico, mas, acima de tudo, nos preocupemos com a nossa beleza espiritual (Jó 29:14; Sl 45:13; 132:16; 149:4; Pv 1:9; 4:9; Ct 1:10; 6:10; Is 61:10; Zc 3:4; Ez 16:14; II Cor 11:2; Ef 5:27; I Pe 3:3-4; Apc 21:2).


IV - CONSIDERAÇÕES FINAIS:

· Deus é um Deus universal! Logo, a Sua mensagem deve ser uma mensagem universal. Se a mensagem de prosperidade para os cristãos é a verdadeira Palavra de Deus a Seus filhos, então essa mensagem devia servir para todo o mundo. 

· Ora, como é que explicamos o ensinamento da Prosperidade (segundo os mestres da fé) à mãe cambojana enquanto acaricia a cabeça do filho que morre de fome? Como explicamos essas doutrinas aos cristãos russos escondidos no campo ou no celeiro, enquanto leem, temerosos, à luz de lanterna ou de velas, a Bíblia mimeografada? Não podemos!

· A verdade é que este evangelho da prosperidade é uma mensagem local. A prosperidade mediante Jesus só pode ser promovida com êxito numa área que, para começar, tenha grande prosperidade básica.

· Leiamos II Cor 4.8-16 - O que Paulo está dizendo (um tanto sarcasticamente) é que agimos como se fôssemos reis, nossas barrigas estão cheias, nossa situação é cômoda, podíamos muito bem pertencer à realeza ou aos ricos (verso 8)

· Porém, Paulo continua (sarcasticamente) a descrever a figura da visão mundana dos seguidores (do verso 9-13)

· Após, o apóstolo deixa de lado o ataque velado e audazmente conta o fato como ele é (versos 14-15)

· E, finalmente, acrescenta: - “ADMOESTO-VOS, portanto, a que sejais MEUS IMITADORES” (verso 16) – Parece que ele estava escrevendo para os adeptos da Doutrina da Prosperidade e aos Mestres da Fé dos últimos dias.

· A experiencia cristã, então, deve ser uma existencia triste e miserável? Não! Que os céus nos livrem!

· Problemas? Sim! 

· Dificuldades? Sim! 

· Mas o Senhor disse que não seríamos provados além do que pudéssemos suportar.

· Provações, tribulações e experiencia são elementos que nos fazem crescer e desenvolver. 

· O Senhor sabe exatamente quanto calor precisamos para chegar ao ponto mais fino da têmpera. O cristão bom, bem temperado, duro como aço é o que consegue a vitória mediante Jesus Cristo.

· Assim, A VIDA DE FÉ deve ser temperada e contrabalançada com A VIDA DE CRUZ, visto que NOSSO PROPÓSITO É A CRUZ e NOSSO PODER É A FÉ.


FONTES DE CONSULTA:

A Vida de Fé Equilibrada – Jimmy Swaggart

Estudo Bíblico: “A Igreja e Os Pobres” – de Antonio Carlos Barro

A Bíblia de Estudo Vida

2 comentários:

Anônimo disse...

A Paz do Senhor.
Meu no é Ed Carlos Freires, sou Dc. da casa do Senhor, membro da 1ª Igreja Assembléia de Deus em Brás de Pina,no Rio de Jnairo, Pr. Pres. Flávio de Castro Marinho.
Gostaria de lhe agradecer por seu trabalho junto a EBD, ñ falo só deste subsídio, mas de todos que eu precisei,pois pude enriquecer minhas aulas com o conteúdo que estava disponível. Sempre Quiz expressar minha gratidão, pois por causa do seu
trabalho e com a ajuda do Esp. Santo tive uma ascensão significativa em sala. Muito obrig. Estou sempre em oração pelo sr. e por sua igreja.

GERALDO CARNEIRO FILHO disse...

Irmão em Cristo, Ed Carlos. A Paz do Senhor.

Humildemente, honra-me o fato de poder ajudá-lo com os subsídios aqui postados. Que o nosso bom Deus continue derramando sobre o seu ministério de ensinamento a unção e a sabedoria dos altos céus. Que Ele também possa continuar fazendo crescer e frutificar a sua vida espiritual. Também estaremos orando pelo irmão em Cristo e a sua honrada Igreja.

Permaneça na Paz do Senhor.