Loading...

COMENTE

Caro Leitor,

Caso queira, na parte final de cada um dos Subsídios, você tem a liberdade de fazer seu comentário. É só clicar na palavra "comentários" e digitar o seu. Não é preciso se identificar. Para isto, após o comentário, click em "anônimo" e pronto. Que Deus continue abençoando sua vida, em nome de Jesus.







18 de set de 2011

3º TRIMESTRE DE 2011 - LIÇÃO Nº 13 - 25/09/2011 - "A PLENITUDE DO REINO DE DEUS"

ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL
IGREJA EVANGÉLICA ASSEMBLEIA DE DEUS EM ENGENHOCA
NITERÓI - RJ
LIÇÃO Nº 13 - DATA: 25/09/2011
TÍTULO: “A PLENITUDE DO REINO DE DEUS”
TEXTO ÁUREO – Is 11:1
LEITURA BÍBLICA EM CLASSE: Is 11:1-9
PASTOR GERALDO CARNEIRO FILHO
e-mail: geluew@yahoo.com.br
blog: http://pastorgeraldocarneirofilho.blogspot.com/



I – INTRODUÇÃO:

Mt 6:10a - O Milênio será a resposta às milhões de orações do povo de Deus através dos tempos: “VENHA O TEU REINO!”



II - O QUE É O MILÊNIO:

É o maravilhoso reinado de Cristo na terra, por mil anos (Apc 3:26-27). Cristo reinará sobre as nações (Zc 14:9) e os santos reinarão com Ele (Dn 7:18, 22, 27; Apc 20:4). O Messias governará com justiça, misericórdia, e verdade (Is 2:2-4; 9:6-7; 11:1-10; 35:1-10) sobre a terra (Apc 5:10 cf Mt 19:28; 2 Tm 2:12)

Reino com duração de mil anos a ser instaurado na terra pelo Senhor Jesus logo após o arrebatamento da Igreja e do término da grande tribulação (Apc 20:1-6). Trata-se de reino literal, cujo principal objetivo é a exaltação de Jesus como Messias de Israel e das outras nações.

Portanto, o Milênio não é uma fantasia nem uma criação poética. É o Reino de Deus que o Senhor Jesus Cristo, juntamente com a sua Igreja, implantará neste mundo logo após a Grande Tribulação.



III – O MILÊNIO E O REINO DE DEUS:

O Reino de Deus refere-se ao governo divino sobre toda a criação.

Jesus veio a fim de estabelecer o reino prometido aos judeus, porquanto nasceu como Rei deles (Mt 2.2).

No entanto, o evangelista João afirma que Jesus veio para o que era seu, mas os seus não o receberam (Jo 1.11).

Caso os judeus tivessem recebido a Cristo, Ele estabeleceria esse reino (Mt 23.37-39); porém, rejeitaram-No e crucificaram-No.

Então, o Espírito Santo usou os apóstolos para pregarem aos judeus as “boas novas” do Reino (At 2.14; At 3.26; Rm 1.16-17). Entretanto, eles (os judeus) também rejeitaram aquela mensagem.

Em seguida, os discípulos se voltaram para os gentios (At 13.46; 18.6; 28,28). Aí foi diferente! Deus visitou os gentios, tirando dentre eles um povo para o Seu nome: A IGREJA (At 15.14). Ela reinará futuramente nesse Reino, juntamente com o Senhor.

Portanto, a Igreja substituiu Israel como Nação. No entanto, para Israel, o reino simplesmente foi adiado, posto que esta Nação não ficará fora do Reino de Deus.



IV – OBJETIVOS DO MILÊNIO:

(1) – EXALTAR A CRISTO (Ap 19.11-16) – Estar montado em um “Cavalo Branco” é uma expressão de honra, pois era um animal de montaria real e bélica. A cor desse cavalo fala de vitória e exaltação. Nos antigos tempos, depois de uma conquista, os generais romanos participavam de uma parada triunfal, montados em cavalos brancos, na frente de inimigos capturados. Assim, o fato de Jesus aparecer montado em um cavalo dessa cor indica que esta será a ocasião dEle ser exaltado no mundo. Ele voltará em glória e assumirá Sua posição de exaltação como Rei no Milênio.


(2) – MANIFESTAR O REINO DE DEUS NA SUA PLENITUDE - A terra será regida por uma teocracia: O próprio Deus regerá o mundo na pessoa do Seu Filho (Lc 1.32,33; Dn 7.13,14). Será um período de completa glória divina no Seu domínio, governo, justiça e reino (Is 9.6; Sl 45.4; Is 11.4; Sl 72.4; Dt 18.18,19; Is 33.21,22; At 3.22).


(3) – MOSTRAR QUE ESTE MUNDO PODE SER ADMINISTRADO COM JUSTIÇA E EQUIDADE (Dt 32.4; Jr 10.10) - Mediante o reino milenial de Cristo, Deus mostrará ao homem de que o único caminho para a justiça, a paz, a fraternidade e a felicidade é a obediência à Sua Palavra.


(4) – DEIXAR BEM CLARO QUE OS REINOS DESTE MUNDO PERTENCEM A CRISTO (Ap 11.15) - Quando Deus criou o homem Ele entregou a administração deste mundo em suas mãos (Gn 1.27-30; Sl 115.16). Infelizmente, porém, por causa do pecado, o homem entregou esta autoridade nas mãos do diabo (1 Jo 5.19; Lc 4.5,6). O reino de Deus no mundo será exercido, não de uma forma limitada, mas de forma completa.



V – AS BÊNÇÃOS DERRMADAS DURANTE O MILÊNIO:

Serão bênçãos tanto materiais, quanto espirituais. Vejamos:

(1) – HAVERÁ UM GRANDE DERRAMAMENTO DO ESPÍRITO SANTO - (Zc 12.10) - Sendo o Milênio o reino do Messias, e sendo o Espírito Santo aquele que glorifica a Cristo (Jo 16.14), é de se esperar um sublime e incomparável derramamento do Espírito. Haverá, portanto, uma realização plena na profecia de Joel 2.28,29, quando o Espírito Santo será derramado em toda Sua plenitude sobre Israel e sobre as demais nações (Ez 36.25-27).


(2) – HAVERÁ UM GRANDE CONHECIMENTO DA PALAVRA DE DEUS (Is 2.3) - O conhecimento do Senhor será universal durante o Milênio (Is 11.9; Jr 31.34; Zc 8.22,23). Naquele tempo a justiça prevalecerá e todas as nações conhecerão o nome do Senhor (Ml 1.11). Esse conhecimento será obtido através de um grande movimento missionário a ser realizado pelos judeus remanescentes (Is 66.19). Este trata-se-á do Evangelho Eterno.


(3) – SERÁ UM TEMPO DE PAZ UNIVERSAL (Mq 4.3) - Durante esse período não haverá mais os poderosos armamentos bélicos e nucleares pelos quais as nações são ameaçadas. Haverá um desarmamento total (Is 2.4). Na verdade, a preciosa paz tão almejada só será obtida quando reinar aqui na terra o “Príncipe da Paz” (Is 9.6).


(4) – SERÁ UMA ERA DE ABUNDANTE SAÚDE FÍSICA E MENTAL (Is 35.3-6) - No que tange à saúde humana, diz a Palavra de Deus que “morador nenhum dirá: Enfermo estou” (Is 33.24). Os principais fatores contribuintes para isso serão abundantes: A presença divina, mudanças climáticas, redução do efeito do pecado, ausência do diabo e de seus demônios e melhor nutrição pela fartura que haverá. Alguns dos defeitos físicos serão corrigidos (Is 35.5,6; Zc 13.1). Também as doenças de caráter psíquico e as perturbações mentais serão banidas (Is 65.23). Moléstias já não ceifarão vidas, como acontece nos dias de hoje (Is 30.26).


(5) – SERÁ UMA ERA DE PROSPERIDADE, SEGUNRANÇA E VIDA LONGA (Is 65.22) - A ciência e o progresso atingirão o seu apogeu e alcançarão o fim a que se propuseram. Todos possuirão casas (Is 65.21). Hipotecas, aluguéis e dívidas de casas serão coisas do passado (Mq 4.4; Zc 14.4,10 - O hebraísmo constante dessas últimas referências denota prosperidade geral). O grande profeta messiânico fala a respeito da longevidade que haverá nesse tempo (Is 65.20). Uma vez que o mal estará detido, a vida física, durante o Milênio, não estará tão reduzida como hoje. É verdade que as pessoas não estarão isentas da morte. Mas viverão muito mais. Os homens em todas as épocas procuram o sonhado “Elixir da vida”; os laboratórios procuram uma química que dê ao homem o prolongamento da vida física. Isso acontecerá no Milênio (Is 65.22).


(6) – SERÁ UM PERÍODO DE PLENA RECUPERAÇÃO ECOLÓGICA (Gn 3:17 cf Is 35.1,2) - Durante a Era Milenar esta e outras maldições impostas por Deus serão removidas (Is 55.13). Assim, tanto o reino vegetal como a própria estrutura terrestre, serão modificados por ocasião do retorno de Cristo à Terra com poder e grande glória.


(7) – ISRAEL HABITARÁ SEGURO E ESTARÁ DE POSSE DE TODO O TERRITÓRIO QUE O SENHOR PROMETEU A ABRAÃO (Gn 15:18) – Na verdade, a terra que o Senhor prometeu a Abraão nunca foi ocupada em sua totalidade pelos seus descendentes, nem mesmo durante o próspero reinado de Davi e Salomão. Esse território vai do Mediterrâneo ao rio Eufrates (Gn 17.8; Êx 23.31). O extenso território será repartido em doze faixas iguais e paralelas, uma para cada tribo de Israel (Ez 48). Atualmente, a maior parte da terra é um deserto seco e estéril. A fim de restaurá-lo, Deus fará fluir de sob o templo milenar um volumoso rio (Ez 47.1-12), o qual juntamente com as copiosas chuvas que cairão, fará esse deserto florescer (Is 35.1). Haverá grande aumento de população, tornando a nação forte (Is 60.22). Para cumprir essas profecias, Israel precisará ocupar um território bem maior do que o que hoje possui. E isso se cumprirá no Milênio. Nessa época, de Jerusalém sairão tanto as diretrizes religiosas como as leis civis para o mundo. Desta forma Israel estará seguro.



VI - CONSIDERAÇÕES FINAIS:

- Façamos um resumo dos propósitos do milênio:


- No início do seu ministério, Jesus deu a sua plataforma de governo em Mateus do capítulo 5 ao 7 (O Sermão do Monte), ou seja:


a) Fazer convergir em Cristo todas as coisas, isto é, toda a criação (Ef 1:10)


b) Estabelecer a justiça e a paz na terra, eliminando toda rebelião contra Deus (I Cor 15:24-28; Mq 4:3) – “ENTÃO VIRÁ O FIM”, REFERE-SE AO MILÊNIO


c) Fazer convergir nele (no milênio) todas as alianças da bíblia.


d) Fazer Israel ocupar toda a terra que lhe pertence e fazê-lo cabeça das nações (Gn 15:18; I Cr 16:15-18; Is 11:10)


e) Cumprir as profecias a respeito do reino do Messias (Dn 9:24; At 3:20-21)


f) O Pai dará o trono de Davi e as nações como sua herança (Lc 1:32; Sl 2; 110; Apc 11:15-18)


FONTES DE CONSULTA:

O Milênio – João de Oliveira - CPAD

O Plano divino através dos séculos – Lawrence Olson - CPAD

O calendário da profecia – Antônio Gilberto - CPAD

BEP - CPAD

Estudo Bíblico “O MILÊNIO – O REINO DO MESSIAS” de: Roberto José da Silva e José Roberto da Silva

Anotações pessoais

Nenhum comentário: