Loading...

COMENTE

Caro Leitor,

Caso queira, na parte final de cada um dos Subsídios, você tem a liberdade de fazer seu comentário. É só clicar na palavra "comentários" e digitar o seu. Não é preciso se identificar. Para isto, após o comentário, click em "anônimo" e pronto. Que Deus continue abençoando sua vida, em nome de Jesus.







02/03/2011

1º TRIMESTRE DE 2011 - LIÇÃO Nº 10 - 06/03/2011 - "O EVANGELHO PROPAGA-SE ENTRE OS GENTIOS"

ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL DA IGREJA EVANGÉLICA ASSEMBLEIA DE DEUS EM ENGENHOCA
NITERÓI - RJ
LIÇÃO Nº 10 - DATA: 06/03/2011
TÍTULO: “O EVANGELHO PROPAGA-SE ENTRE OS GENTIOS”
TEXTO ÁUREO – At 10:45
LEITURA BÍBLICA EM CLASSE: At 10:44-48; 11:15-18
PASTOR GERALDO CARNEIRO FILHO
e-mail: geluew@yahoo.com.br
blog: http://pastorgeraldocarneirofilho.blogspot.com/


I – INTRODUÇÃO:

• Deus não faz acepção de pessoas; Ele ama todo o ser humano, sem se importar com a sua procedência racial: amarela, branca ou escura. O importante é que cada um reconheça a sua condição de pecador, aceite a Jesus como Salvador e reserve, por este intermédio, a sua salvação eterna.


II – ALGUNS DETALHES BÍBLICOS SOBRE OS GENTIOS E OS JUDEUS:

GENTIO - Nome dado pelos hebreus a todos os povos fora do grêmio de Israel. Assim, esta palavra é empregada para significar aqueles povos que não eram da família hebraica (Lv 25:44; l Cr 16:24 cf Is 49:6; Rm 2:14; 3:29).

• (A) - Compreendem todas as nações, exceto os judeus - Rm 2:9; 3:9; 9:24

• (B) – A conversão dos gentios foi predita - Gn 22:18; Sl 22:27; 86:9; Is 2:2; 9:2; 11:10; 42:1; 49:6; 55:5; 60:3; Dn 7:14

• (C) - Exemplos de conversões de gentios - At 10:45; 11:1; 13:48; 15:7; 18:6; 28:28; Rm 9:24; 15:9; Gl 3:14


II.1 - ERAM CHAMADOS DE:

• (1) - Gentios - Sl 2:1; Is 9:1; Gl 3:8;

• (2) - Nações - Sl 9:20, 22-28

• (3) - Incircuncisos - I Sm 14:6; Is 52:1

• (4) - Incircuncisão - Rm 2:26

• (5) - Gregos - Rm 1:16; 10:12

• (6) - Estrangeiros - Is 14:1; 60:10


JUDEUS - Eram o povo escolhido por Deus; tinham uma religião sublime, cuja verdade contrastava com as falsidades das religiões dos gentios; possuíam leis sábias que impediam a corrupção dos costumes e a alteração das práticas religiosas, em contato com o paganismo. Tudo isso levou o povo judeu a desprezar injustamente os gentios. A sua escolha tinha um fim, que era servir de luz para os gentios (Is 49:1-6).

• O que o povo hebreu devia reconhecer era que os gentios também estavam incluídos na promessa - Is 2:2-4; Am 9:12; Zc 9:7.


II.2 - ERAM CHAMADOS DE:

• (1) - Hebreus (Gn 14:13; 40:15; II Cor 11:22)

• (2) - Israelitas (Ex 9:7; Js 3:17)

• (3) - Semente de Abraão (Sl 105:6; Is 41:8)

• (4) - Filhos de Israel (Gn 50:25; Is 27:12)

• (5) - Semente de Jacó (I Cr 16:13)

• (6) - Jesurum (Dt 32:15)


III - RELACIONAMENTO ENTRE OS JUDEUS E OS GENTIOS:

• Não deviam seguir seus caminhos (Lv 18:3; Jr 10:2)

• Não deviam casar-se com os mesmos (Dt 7:3)

• Podiam ter gentios como escravos (Lv 25:44)

• Desprezavam-nos como se fossem cães (Mt 15:26)

• Nunca se associavam a eles (At 10:28; 11:2-3)

• Eram frequentemente corrompidos por eles (II Rs 17:7-8)

• Foram dispersos entre eles (Jo 7:35)

• Excluídos dos privilégios de israel (Ef 2:11-12)

• Não podiam entrar no templo (At 21:28-29)

• O átrio exterior do templo se destinava a eles (Ef 2:14; Apc 11:2)

• Dados a Cristo como herança (Sl 2:8)

• Cristo foi dado como luz aos gentios (Is 42:6; Lc 2:32)

• Gentios e judeus unidos contra Cristo (At 4:27)


IV - FILIPE E O EUNUCO:

• O encontro de Filipe com o eunuco da rainha Candace, da Etiópia, era também o prenúncio da evangelização mundial.

EUNUCO NA BÍBLIA - Os eunucos eram homens de confiança, nas cortes orientais, como Potifar, no Egito (Gn 39.1); Daniel e seus companheiros, na Babilônia (Dn 1.3,4); Neemias, na Pérsia (Ne 1.11).

• O vacábulo "eunuco" teve sua origem na Assíria e significa, primariamente, "oficial da corte", mas no hebraico apresenta um sentido secundário de "castrado" (Is 56.3), o qual estava excluído da assembleia do Senhor (Dt 23.1).


LENDO O PROFETA ISAÍAS - O verbo ler, em hebraico, “qará”, é o mesmo para "clamar, gritar".

• Os antigos tinham o hábito de ler em voz alta. Isso significa que o eunuco assim procedia e, de longe, Filipe podia ouvir a sua leitura. Ele lia o texto de Isaías 53.7,8, mas não sabia que o texto referia-se ao Messias.

• À pergunta do evangelista se ele entendia o que lia, o eunuco foi sincero, respondendo que não. Mas estava interessado em saber, e pediu-lhe explicação. Filipe falou-lhe de Jesus. Ele se converteu, foi balizado nas águas, e agora levaria a mensagem do Evangelho para a sua terra.


A RAINHA DA ETIÓPIA - O eunuco era um oficial da corte, na Etiópia (At 8.27), ministro das finanças da rainha "Candace", que não era o nome dela, mas um título, como "Faraó", no Egito; "César", em Roma, etc.

• Etiópia é um país africano, localizado entre Assuam, no sul do Egito, até as proximidades de Cartum, capital do Sudão. Até hoje, a igreja naquela nação acredita que esse encontro de Filipe com o eunuco foi o cumprimento do Salmo 68.31.


V - PEDRO NA CASA DE CORNÉLIO – (At 10):

SIMÃO, O CURTIDOR - Lucas mostra que Pedro ficou hospedado muitos dias na casa de seu xará "Simão, o curtidor" (At 9.43). Esta profissão era considerada impura pelos judeus, e até dava a permissão à mulher de pedir o divórcio ao marido, uma vez que ela não tinha esse direito na legislação judaica, exceto em casos extremos como esse. Isso mostra que Pedro já tinha uma visão muito além sobre essa questão.

A PURIFICAÇÃO - Deus se revelou a Cornélio, mandando-o que chamasse a Pedro. Apesar dessa visão preliminar, este apóstolo ainda precisava ouvir mais do Senhor, pois a barreira transcultural era muito forte, para ser quebrada momentaneamente.

• Por isso, a visão do lençol com toda a sorte de animais mostrava a Pedro que a mensagem do Evangelho devia ser levada aos gentios. Os judeus são escrupulosos ao extremo no "kashrut" (leis dietéticas judaicas observadas até hoje com relação aos alimentos considerados puros e impuros).


PEDRO NA CASA DE CORNÉLIO - Pedro para Cesaréia, pois Cornélio já estava com seus familiares e amigos à sua espera, ávido pela Palavra de Deus. O apóstolo comunicou a Jesus e todos os presentes receberam o batismo no Espírito Santo, enquanto a mensagem era pregada. O mesmo que aconteceu no dia de Pentecoste e em Samaria, agora estava sucedendo na casa de um gentio, confirmando, dessa forma, a manifestação divina, bem como a sua aprovação da visita do ex-pescador a casa do centurião.

• Esta passagem mostra como Deus trata o ser humano, independemente de sua raça, posição social e nacionalidade. O Senhor busca os fiéis. O objetivo desse relato é mostrar que sempre esteve no plano divino salvar todos os homens, (I Tm 2.4).


O BATISMO COM O ESPÍRITO SANTO - Se não fosse a descida do Espírito Santo, na casa de Cornélio, certamente Pedro estaria em dificuldades, para se justificar diante de seus companheiros, os demais apóstolos, sua visita a um gentio, sendo seu hóspede e sentando à mesa com ele, o que não era permitido aos judeus.

• Pedro contou toda a história de como o Senhor conduziu todo esse trabalho, mas parece que os apóstolos não estavam convencidos. Quando ele falou que todos os presentes na casa de Cornélio receberam o Espírito Santo, como eles no dia de Pentecoste, não tiveram mais dúvidas de que o Evangelho era também para os gentios (At 11.15-18).


VI – CONSIDERAÇÕES FINAIS:

• Até a primeira vinda de Jesus, a humanidade estava dividida em gentios: egípcios, assírios, caldeus, gregos, romanos e bárbaros; e judeus: os descendentes de Israel. Jesus derrubou esta parede de separação (Ef 2.13-18), formando um novo povo: A IGREJA.

• Hoje, a humanidade está dividida em três grupos: judeu, gentio e Igreja (l Co 10.32).

• A salvação dos gentios estava no plano estabelecido por Deus; já estava em Seu coração, mesmo antes da fundação do mundo. Portanto, não foi uma improvisação de última hora feita por Jesus e Seus apóstolos. Por isso, os cristãos que habitavam em Jerusalém, foram dispersos, por causa da perseguição, após a morte de Estêvão. Eles anunciavam o Evangelho por onde passavam e muitas pessoas aceitaram a Jesus como Salvador.

• Jesus disse que "o campo é o mundo" (Mt 13.38); e "Ninguém vem ao Pai senão por mim" (Jo 14.6).

• O apóstolo Paulo declara que a raça humana está condenada (Rm 3.23).

• Diante disso, consideramos que a evangelização não é uma alternativa, mas uma questão de vida ou morte e que “o campo” não é a minha cidade e nem a sua; não é o meu Estado, e muito menos o seu; tampouco é o nosso Brasil. “O campo” É O MUNDO!


FONTES DE CONSULTA:

1. Bíblia de Estudo Vida

2. Lições Bíblicas CPAD 3º Trimestre de 1996 – Comentarista: Esequias Soares

3. Dicionário da Bíblia - JUERP - John D. Davis

4. Anotações pessoais

2 comentários:

Anônimo disse...

parabens por esses esboços da escola dominical pois nos ajuda e muito nas ministraçoes das liçoes.que deus conyinue lhe usando assim para nos ajudar. pb. valdir camboriu sc.

Anônimo disse...

porque nobre PR,as lições da EBD, não traz assuntos como ajudar ao proximo e as viuvas, principalmente os domesticos da ´fe,fazer valer o EVANGELHO DE JESUS SERIA MUITO BOM, porque JESUS sempre cuidou e mandou cuida dos nescessitados, dai-lhe vos de comer,é uma pena que muitos esquecen doque diz tiago,1;26 e 2;14 a 24,a angustia é tanta de ver tanta hipocrisia,tendo oprtunidade tenho Q APROVEITAR E SEI Q, o sr é PR serio comente por favor,para Q eu não venha a morrer na FÉ, AGUARDO SEU COMENTARIO.