Loading...

COMENTE

Caro Leitor,

Caso queira, na parte final de cada um dos Subsídios, você tem a liberdade de fazer seu comentário. É só clicar na palavra "comentários" e digitar o seu. Não é preciso se identificar. Para isto, após o comentário, click em "anônimo" e pronto. Que Deus continue abençoando sua vida, em nome de Jesus.







24 de abr de 2010

LIÇÃO Nº 05 - 02/05/2010 - "O PODER DA INTERCESSÃO"

ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL DA
IGREJA EVANGÉLICA ASSEMBLEIA DE DEUS EM ENGENHOCA
NITERÓI - RJ
LIÇÃO 05 - DIA 02/05/2010
TÍTULO: “O PODER DA INTERCESSÃO”
TEXTO ÁUREO – I Sm 12:23
LEITURA BÍBLICA EM CLASSE: Jr 14:3, 7-8, 10: 15:1
PASTOR GERALDO CARNEIRO FILHO
e.mail: geluew@yahoo.com.br
http://pastorgeraldocarneirofilho.blogspot.com/



I - INTRODUÇÃO:

• O que alguns autores anônimos falaram sobre a oração:

• (1) – “Os homens podem desprezar os nossos apelos, rejeitar as nossas mensagens, opor-se aos nossos argumentos, fazer pouco caso da nossa pessoa. Mas eles não tem defesa contra as nossas orações”.

• (2) – “Antes, prefiro ensinar um homem a orar, a dez homens a pregar”.

• (3) – “A principal preocupação do diabo é esta: evitar que os crentes orem. Ele não vê nada de temer em estudos, em obras e práticas religiosas, quando não acompanhados pela oração. Ele ri do nosso esforço, zomba da nossa sabedoria, mas treme quando oramos”.

• (4) – “Nunca pedi coisa alguma em oração sem um dia, afinal, recebê-la de alguma maneira, de alguma forma”.

• (5) – “Deus dá maior valor à nossa oração e comunhão com Ele, do que ao nosso serviço. O celeste Noivo procura uma esposa, não uma empregada. A oração faz com que Deus venha do Seu esconderijo para operar maravilhas na terra, entregando-se, por intermédio do crente, a um mundo de almas perdidas”.

• (6) – “Como um vasto mar sem limites, assim é a vontade que Deus tem de responder ao mais fraco sussurro do mais débil santo, uma vez que proceda de um coração contrito e purificado, e que seja inteiramente apoiado no irresistível nome do Senhor Jesus Cristo”.

• (7) – “Um dia sem oração é um dia sem bênção; uma vida sem oração é uma vida sem poder”.

• (8) – “Uma hora passada com Deus vale por uma vida passada com os homens”.

• (9) - “Daniel, antes, queria passar uma noite com os leões famintos do que passar um dia sem oração. Por outro lado, Pedro encontrou mais facilidade em escapar do cárcere do que entrar numa reunião de oração”.

• (10) - “A fé é onipotente só quando está de joelhos”.

• (11) - “Muitos acreditam no poder da oração e gostam de ouvir falar nele, mas poucos oram”.

• (12) - “O Evangelho progride a passos lentos e tímidos, quando os crentes deixam de se entregar, cedo, tarde e prolongadamente, à oração”.

• (13) – “A oração é tão simples que a criança pode orar, porém é a mais alta e santa obra do homem, a essência da religião verdadeira, aquilo que nos leva até o trono de Deus”.


II - SIGNIFICADOS DA PALAVRA INTERCESSÃO:

- No latim significa FICAR ENTRE; APELAR EM FAVOR DE ALGUÉM. 

- No hebraico, significa ASSEDIAR COM PETIÇÃO. 

- Leiamos Jó 1:5; 42:8; Sl 25:22

- Este tipo de oração pode ser designada ORAÇÃO INTERCESSORA ou INTERCESSÓRIA.

III - EXEMPLOS BÍBLICOS DE ORAÇÕES INTERCESSÓRIAS:


- (1) - Quem orou: ABRAÃO

- (1.1) - Assunto ou natureza da intercessão: A FAVOR DE ISMAEL

- (1.2) - Passagem bíblica: Gn 17:18-20


-
- (2) - Quem orou: ABRAÃO

- (2.1) - Assunto ou natureza da intercessão: A FAVOR DE SODOMA E GOMORRA

- (2.2) - Passagem bíblica: Gn 18:20-32


-
- (3) - Quem orou: ABRAÃO

- (3.1) - Assunto ou natureza da intercessão: A FAVOR DE ABIMELEQUE E SUA FAMÍLIA

- (3.2) - Passagem bíblica: Gn 20:17


-
- (4) - Quem orou: MOISÉS;

- (4.1) - Assunto ou natureza da intercessão: A FAVOR DE FARAÓ (POR QUATRO VEZES)

- (4.2) - Passagens bíblicas: Ex 8:12, 13, 30, 31; 9:33; 10:18-19


-
- (5) - Quem orou: MOISÉS 

- (5.1) - Assunto ou natureza da intercessão: A FAVOR DOS FILHOS DE ISRAEL (POR CINCO VEZES)

- (5.2) - Passagens bíblicas: Ex 32:11-14, 31-34; 33:15-17; Nm 11:2; 14:13-20; 21:7-8 cf Sl 106:23


-
- (6) - Quem orou: MOISÉS 

- (6.1) - Assunto ou natureza da intercessão: A FAVOR DE MIRIÃ

- (6.2) - Passagem bíblica: Nm 12:11-14


-
- (7) - Quem orou: SAMUEL 

- (7.1) - Assunto ou natureza da intercessão: A FAVOR DOS ISRAELITAS

- (7.2) - Passagem bíblica: I Sm 7:5-12



-
- (8) - Quem orou: SALOMÃO

- (8.1) - Assunto ou natureza da intercessão: PEDE O FAVOR DE DEUS PARA O TEMPLO E O POVO

- (8.2) - Passagem bíblica: I Rs 8:1 - 9:3



-
- (9) - Quem orou: UM PROFETA

- (9.1) - Assunto ou natureza da intercessão: PELA CURA DA MÃO DO REI JEROBOÃO

- (9.2) - Passagem bíblica: I Rs 13:6



-
- (10) - Quem orou: ELIAS 

- (10.1) - Assunto ou natureza da intercessão: PELA RESTAURAÇÃO DA VIDA DO FILHO DA VIÚVA

- (10.2) - Passagem bíblica: II Rs 17:20-23



-
- (11) - Quem orou: ELIAS 

- (11.1) - Assunto ou natureza da intercessão: PEDE QUE DEUS TRIUNFE SOBRE BAAL 

- (11.2) - Passagem bíblica: II Rs 18:36-38



-
- (12) - Quem orou: ELISEU 

- (12.1) - Assunto ou natureza da intercessão: PELA RESTAURAÇÃO DA VIDA DO FILHO DA SUNAMITA

- (12.2) - Passagem bíblica: II Rs 4:33-35



-
- (13) - Quem orou: REI EZEQUIAS 

- (13.1) - Assunto ou natureza da intercessão: A FAVOR DAQUELES QUE HAVIAM PARTICIPADO A PÁSCOA SEM A DEVIDA PURIFICAÇÃO

- (13.2) - Passagem bíblica: II Cr 30:18-20



-
- (14) - Quem orou: OS LEVITAS 

- (14.1) - Assunto ou natureza da intercessão: A FAVOR DO POVO

- (14.2) - Passagem bíblica: II Cr 30:27


-

- (15) - Quem orou: ESDRAS 

- (15.1) - Assuntou ou natureza da intercessão: CONFISSÃO EM NOME DO POVO

- (15.2) - Passagem bíblica: Ed 9


-

- (16) - Quem orou: NEEMIAS 

- (16.1) - Assunto ou natureza da intercessão: PELO REMANESCENTE DO POVO

- (16.2) - Passagem bíblica: Ne 1


-

- (17) - Quem orou: JEREMIAS 

- (17.1) - Assunto ou natureza da intercessão: PEDE SOCORRO PARA O POVO DURANTE A GRANDE FOME (HOUVE RESPOSTA DESFAVORÁVEL)


- (17.2) - Passagem bíblica: Jr 14




-
- (18) - Quem orou: JEREMIAS 

- (18.1) - Assunto ou natureza da intercessão: A FAVOR DO REMANESCENTE DE JUDÁ

- (18.2) - Passagem bíblica: Jr 42



-
- (19) - Quem orou: DANIEL 

- (19.1) - Assunto ou natureza da intercessão: PELA RESTAURAÇÃO DE JERUSALÉM

- (19.2) - Passagem bíblica: Dn 9:20-23



-
- (20) - Quem orou: HABACUQUE 

- (20.1) - Assunto ou natureza da intercessão: PELO REAVIVAMENTO DA OBRA DE DEUS

- (20.2) - Passagem bíblica: Hb 3

IV - EXEMPLOS DE RESPOSTA À ORAÇÃO INTERCESSÓRIA:

- (1) - de Abraão (Gn 17:18, 20; 18:22-33; 20:7, 17-18)

- (2) - de Moisés por Faraó (Ex 8:12-13, 30-31; 9:33)

- (3) - de Moisés pelos israelitas e Arão (Ex 17:11-13; 32:11-14, 31-34; Nm 21:7-9; Dt 9:18-20, 25-29)

- (4) - de Moisés por Miriã (Nm 12:13-15)

- (5) - de Samuel (I Sm 7:5-12)

- (6) - de Elias (I Rs 17:20-23)

- (7) - de Eliseu (II Rs 4:33-37)

- (8) - de Isaías (II Rs 19)

- (9) - de Jeremias (Jr 42:1-10)

- (10) - de Pedro (At 9:40)

- (11) - da Igreja (At 12:5-12)

- (12) - de Paulo (At 28:8)

- (13) - Deus menciona Moisés e Samuel como homens que se põem diante dEle – Jr 15:1

- (14) - Deus também menciona Noé, Daniel e Jó como homens de oração – Ez 14:13-14

- (15) - Elias era um homem semelhante a nós, mas que lutou com Deus em oração e Ele o ouviu – Tg 5:17

- (16) - Ana orou ao Senhor com muitas lágrimas, e Ele lhe deu um filho, que se tornou um instrumento sumamente útil na mão de Deus – I Sm 1:10, 19

- (17) - Senaqueribe, rei da Assíria, sitiou Jerusalém. Judá estava em perigo. Mas o rei Ezequias e o profeta Isaías oraram e alcançaram vitória – II Cr 32:20-21

V - JESUS, NOSSO INTERCESSOR:

• Não é pecado algum termos doutorado e mestrado em Divindade, em Filosofias e Letras, em Teologia...

• Mas, graças a Deus, nenhum de nós podemos nos gabar de sermos DOUTORES OU MESTRES EM ORAÇÃO! Isto porque, NA “ESCOLA DA ORAÇÃO”, NINGUÉM PASSA ALÉM DO “JARDIM DE INFÂNCIA”!

• O único Doutor e Mestre na oração é JESUS. Por isso, um de seus discípulos lhe pediu: “SENHOR, ENSINA-NOS A ORAR...” – Lc 11:1

- Os discípulos não pediram que Jesus os ensinasse a PREGAR, A MINISTRAR ESTUDOS BÍBLICOS, A FAZER MILAGRES ou CURAR DOENTES. ELES QUERIAM APRENDER A ORAR! Assim procederam, porque sabiam que Jesus, o Mestre  e Doutor da oração... :

- (1) - NASCEU ORANDO (Hb 10:5-7); 

- (2) - INICIOU SEU MINISTÉRIO ORANDO (Lc 3:21-22; Jo 14:16); 

- (3) - DESISTIU DE CURAR OS ENFERMOS PARA ORAR NO DESERTO (Lc 5:15-16); 

- (4) - VIVEU ORANDO (Hb 5:6-7); 

- (5) – ROGOU JUNTO AO PAI PARA O ENVIO DO CONSOLADOR (Jo 14:16);

- (6) – ROGOU AO PAI EM FAVOR DA IGREJA (Jo 17:9);

- (7) – LEVANTAVA-SE DE MADRUGADA PARA ORAR (Mc 1:35); 

- (8) - PASSOU NOITES INTEIRAS NO DESERTO ORANDO (Lc 6:12); 

- (9) – TRANSFIGUROU-SE ENQUANTO ORAVA (Lc 9:29); 

- (10) – ROGOU EM FAVOR DOS FRACOS (Lc 22:32);

- (11) - SEU SUOR TORNOU-SE EM GRANDES GOTAS DE SANGUE, ENQUANTO ORAVA INTENSAMENTE (Lc 22:44); 

- (12) - MORREU ORANDO, INCLUSIVE EM FAVOR DOS INIMIGOS (Mt 27:46; Lc 23:34, 46); e 

- (13) - INTERCEDE POR NÓS EM ORAÇÃO (Lc 22:31-32; Hb 7:25)

- Durante Sua existência terrena, foi JESUS, sem dúvida, o homem mais dedicado à oração que o mundo já conheceu. 

- Os discípulos ao olharem para Ele em oração, ardiam com o desejo de orar. Da mesma maneira, se contemplarmos Jesus nas Escrituras, o nosso coração será abrasado com o desejo de orar no poder do Espírito. 

VI - A ORDEM BÍBLICA PARA A ORAÇÃO INTERCESSÓRIA:

- I Tm 2:1; Tg 5:14, 16; I Jo 5:16 - A oração intercessória é ordenada na Palavra de Deus. Ela deve ser feita a favor de:

- (1) – Reis e autoridades – I Tm 2:2;

- (2) – Ministros – II Cor 1:11; Fp 1:19;

- (3) – Igreja – Sl 122:6; Is 62:6-7;

- (4) – Todos os santos – Ef 6:18;

- (5) – Patrões – Gn 24:12-14;

- (6) – Servos – Lc 7:1-3;

- (7) – Pelos filhos – Gn 17:18; Mt 15:22;

- (8) – Amigos – Jó 42:8;

- (9) – Compatriotas – Rm 10:1;

- (10) – Enfermos – Tg 5:14;

- (11) – Pelos que nos maltratam e perseguem – Mt 5:44;

- (12) – Inimigos entre os quais habitamos – Jr 29:7;

- (13) – Os que nos invejam – Nm 12:13;

- (14) – Os que nos abandonam – II Tm 4:16;

- (15) – Os que murmuram contra Deus – Nm 11:1-2; 14:13, 19;

- (16) – Pelos ministros, em favor de seus rebanhos – Ef 1:16; 3:14-19; Fp 1:3-6;

VII - ALGUMAS CARACTERÍSTICAS DA ORAÇÃO INTERCESSÓRIA:

- (1) – Beneficia àquele que ora – Jó 42:10;

- (2) – É pecado negligenciá-la – I Sm 12:23;

- (3) – Devemos também solicitar este tipo de oração em nosso favor – I Sm 12:19; Hb 13:18;

- (4) – Será uma oração inútil, se o beneficiado pela oração não quiser deixar o pecado e voltar-se para Deus – Jr 7:13-16; 14:10-11

VIII - CONSIDERAÇÕES FINAIS:

• Mt 6:5-7 - Jesus ensinou aos seus discípulos o princípio da intimidade na oração, qual seja: O objetivo da oração não é o aplauso dos homens. A oração tem como propósito a intimidade com Deus-Pai, pois Ele não se impressiona com o volume de nossas vozes, mas, sim, com a sinceridade dos nossos corações. 

• Encerramos este subsídio com as palavras de John Wesley: - “Parece que Deus é limitado por nossa vida de oração; que Ele nada pode fazer em prol da humanidade, a não ser que alguém Lhe peça. Porque é assim, eu não sei”.


FONTES DE CONSULTA


1) Boyer, Orlando – Espada Cortante – Vol. 1 – Ed. CPAD

2) Boyer, Orlando – Espada Cortante – Vol. 2 - Ed. CPAD

3) Tippit, Sammy - O Fator Oração - Ed. Juerp

4) Thompson, Cameron – Um Estudo da Doutrina da Oração – Editora Fonte de Luz

5) Malgo, Wim – Chamado a Orar – Chamada da Meia-Noite

6) A Bíblia de Estudo Vida Nova – Edições Vida Nova

2 comentários:

NTPDIGITAL disse...

Temos alguns relatos sobre a intercessão e pessoas sendo abençoada enquanto intercedia por outras pessoas.
A bíblia diz que Deus mudou a sorte(cativeiro) de Jó enquanto ele orava pelos seus amigos.

O propio Jesus na hora da crucificação disse PAI perdoa porque não sabem o que fazem.

Alguém pode dizer como não sabia o que faziam, de uma certa forma sim sabia mais tudo que estava sendo feito era para se cumprir a palavra.

Por isso o propio Jesus intercedeu por eles porque ELE tinha plena consciência que ele estavam apenas contribuindo para que a profecia se cumprice.
Como ovelha muda foi levado ao matadouro porém não abriu a sua boca.

Que Deus nos ensine a interceder por nossos amigos e até mesmo aqueles que se acham nossos inimigos.

José Nilson Messias disse...

Este blog tem ajudado muito o meu ministério, continue nessa força Ir. Geraldo, seus estudos tem sido uma benção para muita gente.